domingo, 3 de setembro de 2017

Izaías deve bloquear apoio à deputados aliados de Paulo Câmara

A conta é fácil. Para os que se opuserem, perdem, parcial ou integral, o apoio
da máquina municipal e de quebra, passam a ser considerados “oposição”.

Quem espera ver uma corrida eleitoral à Assembleia Legislativa de Pernambuco menos polarizada e mais aberta aos candidatos do Governador Paulo Câmara aqui em Garanhuns, pode ser surpreendido ano que vem. Embora haja algumas conversas em andamento por parte de lideranças locais, bem como de alguns vereadores com candidatos da ala governista de Paulo; corre nos bastidores, e foi repetido por um palaciano ao blog do Gidi Santos, que o Prefeito Izaías trabalha na pesperctiva de formar um grande bloco homogênio, a contar principalmente com os vereadores, para indicar o seu candidato, ou candidatos, a deputado estadual e Federal em 2018.

Em 2014 foi assim. Izaías estava fechado com as candidaturas de Zaque Naum (estadual) e Jorge Corte Real (federal), resultado; Corte obteve quase 10 mil votos pelo empenho do Prefeito, ao passo que Naum não se elegeu pela falta de cerca de 3 mil votos. Para o ano que vem, ao contrário do que alguns personagens políticos querem desenhar; ampla maioria dos vereadores deve seguir a orientação de Régis, também podera, todos eles, com exceção de Tonho de Belo, que se diz independente, contam com a máquina municipal em suas demandas.

É bem verdade, que algumas dispersões devem ocorrer, todavia, nada que possa comprometer, o que deve ser definido por Régis e sua equipe que atua no campo político.

A aproximação com Álvro Porto é evidente e pra engrossar ainda mais essa dobradinha Porto/Izaías, semana passada, o Prefeito, em entrevista a uma rádio local, rasgou elogios ao deputado de Canhotinho, já que de acordo com Régis, ele assegurou , através do Ministro das Cidades, Bruno Araújo, do PSDB, R$ 1 milhão de reais que serão investidos em obras de infraestrutura na cidade. Correndo por fora, mas, em campo, está a deputada estadual Priscila Krause, que embora mantenha uma boa relação junto ao Prefeito, parece reunir musculatura para um apoio do tipo “plano b”.

De acordo com o palaciano ouvido pelo Blog, o Prefeito pode bloquear alguns apoios à deputados aliados de Paulo. A conta é fácil. Para os que se opuserem, perdem, parcial ou integral, o apoio da máquina municipal e de quebra, passam a ser considerados “oposição”.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário