sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Humberto denuncia novo ataque para transferir Hemobrás de PE

Nesta sexta, no senado, Humberto classificou a medida de transferência da Fábrica, como 
um ataque violento, com o claro propósito político-eleitoral. (JC Online / Foto: Roberto Stuckert Filho).

O senador Humberto Costa, do Partido dos Trabalhadores (PT), de Pernambuco, divulgou uma nota nesta sexta-feira (22) denunciando, segundo ele, uma nova investida do ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), junto com governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), para tentar transferir a base de produção de hemoderivados da fábrica da Hemobrás de Pernambuco para o Paraná, seu reduto eleitoral.

Um Acordo de Transferência de Tecnologia para Obtenção de Hemoderivados e Hemocomponentes foi publicado no Diário Oficial do Estado do Paraná nesta sexta-feira, 22 de setembro. O Acordo, foi firmado entre o Instituto de Pesquisa do Paraná (Tecpar) e a Octopharma. Trata-se da transferência de tecnologia para o fracionamento e inativação viral do plasma sanguíneo e produção do Fator VIII Recombinante. 

Ataque - Humberto, que integra a Frente Parlamentar em Defesa da Hemobrás em Pernambuco, classificou a medida como um ataque violento contra a fábrica "com o claro propósito político-eleitoral de retaliar Pernambuco e inviabilizar a unidade da em Goiana, em benefício do Estado do ministro da Saúde", disparou o senador.

Humberto afirmou que está em contato com a bancada federal pernambucana para que os parlamentares se articulem em defesa da "nova investida".

Nenhum comentário:

Postar um comentário