quinta-feira, 7 de setembro de 2017

BRASÍLIA: Fernando Bezerra oficializa troca do PSB pelo PMDB

Ida de Bezerra Coelho para o partido faz parte de uma busca do PMDB por 
parlamentares insatisfeitos no PSB. (Com informações do Portal G1 Caruaru e Região).

O senador pernambucano Fernando Bezerra Coelho oficializou, ontem, quarta-feira (6), a troca do PSB pelo PMDB. O parlamentar assinou sua filiação em cerimônia no Congresso Nacional que contou com a presença de caciques peemedebistas. Entre os presentes estavam o presidente da legenda, senador Romero Jucá (RR), os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), e o presidente do Senado, Eunício Oliveira, que é do Ceará.

A ida de Bezerra Coelho para o partido faz parte de uma busca do PMDBpor parlamentares insatisfeitos no PSB. Além dele, também deve fazer a troca o filho do senador, o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho. Desde que o PSB se declarou oposição ao governo Michel Temer, em maio, integrantes da sigla alinhados ao Palácio do Planalto vêm tratando da possibilidade de migração para outros partidos.

Um dos mais interessados em atrair os descontentes é o DEM, do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ). O partido abriu conversas para filiar cerca dez deputados do PSB, mas o PMDB entrou na negociação, o que tem gerado um clima de disputa. Na cerimônia de filiação do senador Fernando Bezerra Coelho, Eunício, que foi um dos articuladores da migração, afirmou que o PMDB é um partido "plural".

“Sempre dizem que nas próximas eleições o PMDB vai diminuir, mas o partido sempre vem maior, porque é um partido plural, aberto e, verdadeiramente, democrático”, afirmou o presidente do Senado.  Bezerra Coelho agradeceu o apoio dos colegas e disse que chega para "somar". "Espero que os companheiros de Pernambuco possam aceitar a nossa proposta”, declarou.

Crítica do diretório estadual - A filiação de Fernando Bezerra, porém, desagradou ao diretório estadual do PMDB em Pernambuco. Em nota, o diretório, que é presidido pelo vice-governador do estado, Raul Henry, disse que o PMDB pernambucano não foi consultado sobre a filiação de Bezerra. “Foi com surpresa que a direção estadual do PMDB tomou conhecimento da filiação do senador Fernando Bezerra Coelho sem sequer uma conversa preliminar com essa instância partidária. Pelo elevado cargo que ocupa, o gesto do senador demonstra, no mínimo, falta de consideração e de respeito com as lideranças partidárias no Estado”, diz trecho da nota.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário