domingo, 10 de setembro de 2017

Ex-Ministro José Dirceu: "Prefiro morrer a delatar como Palocci fez”

Dirceu: "Só luta por uma causa quem tem valor. Os que brigam por interesse têm preço. 
Prefiro morrer que rastejar e perder a dignidade". (Mônica Bergamo, do Jornal Folha de São Paulo).

José Dirceu, ex-ministro Chefe da Casa Civil entre os anos de 2003 a 2005, condenado na Operação Lava Jato, disse durante a semana, que prefere "morrer" antes de delatar, como tenta fazer o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci. O próprio Dirceu, questionado sobre o depoimento em que Palocci envolve Lula diretamente com o recolhimento de propinas para o PT, respondeu a interlocutores:

"Só luta por uma causa quem tem valor. Os que brigam por interesse têm preço. Não que não me custe dor, sofrimento, medo e às vezes pânico. Mas prefiro morrer que rastejar e perder a dignidade".

O depoimento do ex-ministro da Fazenda ao juiz Sergio Moro levou a uma comparação entre o comportamento dele e de condenados como Dirceu e João Vaccari, ex-tesoureiro do PT. Os dois suportariam tudo em nome de uma "causa". Já Palocci jamais teria tido qualquer compromisso com ela.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário