quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Ary quer proibir Uber na cidade. Marinho pede vistas a proposta

Apesar de Ary defender a proibição, Marinho, assegurou ontem, durante a reunião plenária 
da casa, que a população deve participar do debate. Pra isso, ele convocou uma audiência pública.

Começou a ser discutido na manhã desta quarta-feira (13), na Câmara Municipal, um Projeto de Lei que regulamenta a atividade de taxista aqui em Garanhuns. Dentro das discussões dirigidas ao PL 027/2017, há uma emenda proposta pelo Vereador Ary Júnior, do PTB, que no caso de ser aprovada no Plenário da casa, se encarregará de incorporar um artigo a Lei, vedando o transporte privado remunerado de passageiros, através de carros particulares cadastrados ou não em aplicativos digitais, a exemplo, o UBER.

Apesar de Ary defender a proibição, o seu colega parlamentar, o vereador Marinho da Estiva, do PHS, assegurou ontem, no plenária da casa, que a população deve participar mais intensamente do debate. Pra isso, Marinho convocou, já para a próxima segunda-feira (18), as 19 horas, uma audiência pública na Câmara. Ontem, além do projeto, quatro emendas foram aprovadas. A votação que se refere a proibição do Uber foi adiada. Ela ocorrerá na próxima quarta (20), já que o vereador Marinho pediu vistas à matéria.

Uma das quatro emendas aprovadas nesta quarta, dirigidas ao PL, partiu da vereadora Luzia Cordeiro, do PTB. Atenta, a parlamentar observou que na redação do Projeto, não constava a expressão “a”, para assegurar que pessoas do gênero feminino possam exercer a atividade de taxista aqui em Garanhuns. Sem que houvesse a correção, haveria um conflito, já que isso poderia acarretar numa forma de exclusão de gênero.

Ontem no Plenário da Câmara durante a votação das emendas, ampla maioria dos presentes eram taxistas. A categoria, é favorável a proposição que busca impedir a implantação do Uber em Garanhuns. Nesta quarta, os vereadores Zaqueu Lins, Alcindo Correia, Professor Márcio e Betânia da Ação Social se pronunciaram a favor da emenda.

ARY SE PRONUNCIA: Em nota distribuída à imprensa, o vereador Ary Júnior contestou que seja contra a implantação do serviço Uber aqui em Garanhuns. De acordo ele, a emenda de sua autoria não se coloca contra qualquer empresa que queira se instalar na cidade, mas trata, do que é necessário para que essas empresas se legalizem com o município e com as Leis Federais, como rege o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Na nota Ary defende: “Isso (a legalização) ocorre com a classe dos taxistas e moto-taxistas. Essa preocupação não é só minha, é dividida por todos os vereadores que aprovaram por unanimidade nas comissões, após 15 dias de discussões sobre a referida matéria”.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário