quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Izaías segue na luta para desbloquear recursos da Prefeitura

Apesar dos esforços do gestor e da boa vontade que tem encontrado em Brasília, até 
agora município não conseguiu resolver a questão. (Blog do Roberto Almeida).

Mais uma vez o prefeito Izaías Régis (PTB) está na capital federal, Brasília, tentando desbloquear os mais de R$ 8 milhões de reais do município garanhuense que foram travados por intermédio de uma decisão judicial. O problema surgiu por conta do uso de recursos obtidos pela prefeitura, no final da gestão de Luiz Carlos de Oliveira, através de uma ação movida contra o Unibanco e outras instituições financeiras.

Na época o Governo Municipal conseguiu através de uma liminar mais de R$ 10 milhões e usou o dinheiro para zerar os débitos da administração, deixando em caixa para a nova gestão apenas R$ 50,00. A “bomba” veio estourar agora, nas mãos de Izaías, que há três meses está governando com cerca de 90% do dinheiro do Fundeb bloqueado e tendo que “fazer milagres” para não atrasar o pagamento dos funcionários públicos.

Se os servidores até agora estão recebendo em dia, o mesmo não acontece com os fornecedores e prestadores de serviço. A empresa que faz a limpeza do lixo da cidade, por exemplo, está sem receber, conforme revelou o próprio prefeito ao blog do Roberto Almeida.

Apesar dos esforços do gestor, da boa vontade que tem encontrado em Brasília, por parte do deputado Jorge Côrte Real e outros parlamentares, do senador Armando Monteiro e de ministros do Governo Temer, como Mendonça Filho, até agora o município não conseguiu resolver a questão e por duas vezes teve negado o pedido de desbloqueio.

Caso sofra novo revés, é provável que a situação se agrave mais ainda e novos recursos sejam travados, elevando o montante de dinheiro que a Prefeitura de Garanhuns não está podendo utilizar. O ritmo das obras diminuiu, algumas estão paralisadas e até a recuperação das ruas castigadas pelo inverno rigoroso deste ano segue em ritmo lento.

Izaías já foi três vezes à capital federal, tem lutado através de bons advogados, perdido noites de sono, mas não sabe ainda quando o problema será resolvido e poderá respirar tranquilo. O gestor lamenta que num momento desses, em que a população de Garanhuns é que está pagando pelos erros dos outros, "dois ou três carniceiros com interesse político” usem as redes sociais para atacar a gestão, usando como pretexto o bloqueio de recursos. “É como se só pensassem em si e nos seus interesses pessoais. É como se gostassem de ver o município sendo penalizado”, lamenta o petebista.

HOJE TEM NANDO AZEVEDO NA BUDEGA DO ZÉ
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário