.

.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Tribunal de Contas reprova gestão fiscal da cidade de Quipapá

Avaliação realizada pelo TCE, revela que Quipapá ocupa a 166ª posição,
dentre os 184 municípios pernambucanos, no quesito “transparência”.

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE/PE) julgou irregular na última terça-feira, dia 11 de julho, o Relatório de Gestão Fiscal referente ao ano de 2016 da Prefeitura de Quipapá  cujo responsável foi o então, e atual prefeito Cristiano Lira Martins (foto acima). O relator do processo foi o conselheiro Dirceu Rodolfo.

Sobre Quipapá, diz o voto do relator, o chefe do Poder Executivo Municipal não tomou as providências necessárias para dar cumprimento aos artigos da Lei de Responsabilidade Fiscal que trata dos instrumentos de transparência da gestão fiscal e do acesso a informações. Afirma também que, na avaliação realizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/PE), Quipapá ocupa a 166ª posição, dentre os 184 municípios pernambucanos, no quesito “transparência”, inferior ao que se encontrava em 2015.

Por conta dessas falhas, foi aplicada ao gestor uma multa no valor de R$ 7.677,00 que corresponde a 10% do limite devidamente atualizado até julho de 2017.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário