terça-feira, 11 de julho de 2017

Prefeitura está concedendo apoio a vítimas do desmoronamento

Secretarias de Assistência Social e de Infraestrutura, vem dando todo 
apoio necessário aos parentes das vítimas. (Fonte: Secom/PMG).

A Prefeitura Municipal de Garanhuns, por intermédio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), vem dando apoio social, psicológico e jurídico às famílias das vítimas do desmoronamento de um prédio que ocorreu ontem, dia 10 de julho, na rua Desembargador João Paes, no bairro Aloísio Pinto. Hoje, dia 11 de julho, os outros dois blocos do conjunto residencial também foram interditados. A área do prédio que desabou está recebendo perícia da Polícia Civil de Pernambuco.

As famílias com algum tipo de necessidade para auxílio estão sendo encaminhadas pela Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil (Compdec) para a Assistência Social. As famílias das vítimas, que moravam no prédio, receberão auxílio financeiro para locação de nova moradia, com validade de três meses, podendo ser prorrogado de acordo com avaliação técnica. A equipe de assessoria jurídica da SASDH está disponível para avaliar cada caso e encaminhá-lo para a melhor resolução.

Quanto às famílias dos prédios vizinhos, interditados por medida de segurança, elas estão sendo levadas para casa de familiares – com o apoio da Secretaria de Infraestrutura, que disponibilizou veículos. Já para os casos onde as pessoas não tenham para onde ir, a Prefeitura Municipal de Garanhuns irá disponibilizar o aluguel social por um período de até três meses. Nesta terça-feira, a Defesa Civil está realizando inspeção em casas vizinhas da tragédia para verificar a necessidade de novas interdições.
.

DEFESA CIVIL DE GARANHUNS SE PRONUNCIA SOBRE O CASO

A respeito de declarações sobre vistorias realizadas pela Defesa Civil de Garanhuns no prédio, o coordenador da Defesa Civil do município, Thiago Amorim, esclarece que foi realizada uma inspeção predial há cerca de seis anos. Na ocasião, foi solicitado ao responsável pelo imóvel que procedesse alguns itens de manutenção da edificação com o objetivo de conservar e recuperar a capacidade funcional.

O procedimento é o cumprimento de uma Norma Técnica Brasileira nº 5674/1999, que informa, sugere e obriga a todo e qualquer proprietário de edificação a proceder com a referida manutenção da edificação. Ainda de acordo com o engenheiro, após o período citado anteriormente, não foi informado formal nem informalmente nenhum pedido de vistoria do engenheiro técnico responsável.

O município de Garanhuns, diante do ocorrido, torna público que está realizando a abertura de procedimento interno com o objetivo de levantamento de toda documentação relativa à execução da obra e sua regularidade.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário