terça-feira, 4 de julho de 2017

Nilton Ayres renuncia a Presidência do Sete de Setembro

Com a renuncia de Ayres, participação do Sete no campeonato pernambucano da série 
A2 (sub 23), por enquanto, esta fora da cogitação. (Com informações do Blog do Simão Silva).

Essa é destaque no Blog do Simão Silva 

Alegando motivos que fogem de sua alçada, o presidente do Sete de Setembro, o advogado Nilton Soares Ayres (foto), renunciou a presidência do clube. O presidente do Conselho Diretor Setembrino, Inaldo Vilela, recebeu das mãos do ex-dirigente, na última quinta-feira, dia 30 de junho, a Carta Renuncia, já que de acordo com informações, o vice não se propôs a assumir a presidência setembrina.

Com a renuncia de Ayres, a participação do Sete no campeonato pernambucano da série A2 (sub 23), por enquanto, esta fora da cogitação, uma vez que segundo o Presidente do Conselho, Inaldo Vilela, os atletas junto com a Comissão Técnica serão dispensados, encerrando assim, às atividades setembrinas.

Com a não participação do alviverde no pernambucano deste ano,  o clube será desfiliado automaticamente da Federação Pernambucana de Futebol, o que significa que pra voltar a disputar competições oficiais, o Sete vai precisar desembolsar uma quantia em torno de R$ 800.000,00 (oitocentos  mil reais), para realizar uma nova filiação junto a FPF. 

       Com a desfiliação, o Sete de Setembro se junta a AGA, e assim, Garanhuns fica fora com seus times de competições e disputas oficiais.
.

3 comentários:

  1. É difícil presidir um clube sem apoio. Garanhuns é uma vergonha no cenário esportivo de Pernambuco. Não há união, só cobranças. Inaldo assume essa porra e convoca à população para te ajudar. Conte comigo

    ResponderExcluir
  2. GARANHUNS CIDADE IMPORTANTE DE PERNAMBUCO QUE NÃO TEM TIME DE FUTEBOL. DE QUEM SERA A CULPA...?

    ResponderExcluir
  3. Vergonhoso para nossa cidade que tem em torno de 200 mil habitante e não conseguir manter um time de futebol, cade os comerciantes desta cidade e a Prefeitura porque não ajudar, onde podia ter um clube disputando o brasileirão, o Prefeito falou que Garanhuns tem mais de 1500 mil e quinhentas empresas, são os mortos de fome, quando Garanhuns terar alguma coisa,tem jeito não.

    ResponderExcluir