sábado, 1 de julho de 2017

Gasolina ficará R$ 0.09 centavos mais barata para o consumidor

Ontem (30), estatal anunciou uma nova política de preços para tentar coibir as importações, que 
vêm roubando mercado da produção de suas refinarias. (Fonte: Folha de Pernambuco).

No mesmo dia em que anunciou mudanças em sua política de preços de combustíveis, a Petrobras decidiu cortar o preços da gasolina e do diesel em 5,9% e 4,8%, respectivamente. A companhia calcula que, se o repasse às bombas for integral, o preço da gasolina nas bombas cairá 2,4%, o que significa um redução real de R$ 0.09 centavos por litro, e o do diesel terá redução de 2,7% (R$ 0,08 por litro).

O tamanho do repasse, porém, depende da política comercial de postos, be como de distribuidoras. Em comunicado divulgado à imprensa na última sexta, dia 30 de junho, a Petrobras esclarece que a decisão pelos cortes "foi guiada predominantemente por um aumento significativo das importações no último mês, o que sinalizou a necessidade de ajustes de competitividade no mercado interno".

Na manhã desta sexta (30), a estatal anunciou uma nova política de preços para tentar coibir as importações, que vêm roubando mercado da produção de suas refinarias.

A nova estratégia prevê a realização de reajustes mais frequentes, inclusive diários, sem necessidade de avaliação pelo grupo executivo, desde que não ultrapassem a variação acumulada de 7%. Isto é, os preços serão definidos diretamente pela área de venda de combustíveis, de acordo com a avaliação das condições de competição com importadores.

Segundo a empresa, este foi o último anúncio de reajuste com a política antiga. Os reajustes futuros serão publicados na página da internet da companhia e anunciados diretamente aos clientes.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário