quarta-feira, 28 de junho de 2017

Cai o Secretário de Defesa Social de Pernambuco. Em seu lugar, assume Antônio de Pádua, que é o atual corregedor geral da pasta

Paulo Câmara: "Angelo está deixando o cargo a pedido, por questões pessoais, mas no
seu lugar ficará um profissional da equipe que ele montou nos últimos meses”.

O atual corregedor-geral da Secretaria de Defesa Social do Estado de Pernambuco (SDS), Antônio de Pádua Vieira Cavalcanti (foto abaixo), substituirá Angelo Fernandes Gioia (foto acima) no comando da SDS. O anúncio foi feito hoje, dia 28 de junho, pelo governador do Estado Paulo Câmara. "Angelo está deixando o cargo a pedido, por questões pessoais, mas no seu lugar ficará um profissional da equipe que ele montou nos últimos meses. Pádua dará continuidade ao trabalho incansável das nossas polícias, em sintonia com as diretrizes do Pacto Pela Vida”. Da mesma forma que Gioia, Pádua é delegado da Polícia Federal. Ele comandava a corregedoria desde outubro do ano passado.

   De acordo com Paulo Câmara, "Angelo mostrou determinação, firmeza e uma imensa capacidade de trabalho, nesse pouco tempo em que esteve à frente da Defesa Social. Só tenho a agradecer sua contribuição à Segurança Pública", assegura o Governador. A posse do novo secretário de Defesa Social do Estado será nesta sexta-feira (30), no Palácio do Campo das Princesas, na capital pernambucana, Recife. Nesta quinta-feira (29), Angelo Gioia e Antônio de Pádua, ao lado do governador do Estado, participam da reunião semanal do comitê gestor do Programa de Segurança Pública, Pacto Pela Vida.

“Quero, antes de tudo, agradecer ao governador pelo convite de vir a Pernambuco e pelo apoio integral, não só a mim, mas aos comandantes das operativas. Saio por motivos pessoais, do meu desejo de estar com a família, e com a absoluta tranquilidade e satisfação do dever cumprido. Fizemos mudanças importantes que ajudarão pernambuco a reduzir a violência, restabelecendo princípios básicos de disciplina e hierarquia nas policias, sem os quais não se faz segurança. Excluímos maus servidores e fortalecemos os comandos. Ao meu amigo Antônio de Pádua, que fez um excelente trabalho na corregedoria, desejo sucesso na jornada, que esta no caminho certo”, afirmou Angelo Gioia.

Antônio de Pádua é recifense, casado, nascido em 27 de junho de 1977. Pádua é Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE/2002). Pádua integrou o Ministério Público de Pernambuco, como oficial de Promotoria, entre os anos de 2000 e 2003, quando assumiu o cargo de delegado da Polícia Federal. Desde de janeiro deste ano, ocupava a Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social.
.

FALA GIDI SANTOS – Oficialmente, o Governo do Estado de Pernambuco informou através de comunicação dirigida a imprensa estadual, que o atual Secretário de Defesa Social do Estado, Ângelo Gioia, sai do cargo a pedido. Embora essa seja a versão oficial, ela não colou. Gioia, ocupava a pasta engolindo uma enorme insatisfação por parte da tropa da Polícia Militar. Prova disso, eram os constantes movimentos que escancaravam as ações equivocadas do Secretário, por parte dos recém excluídos presidente e vice-presidente da Associação dos Cabos e Soldados (ACS/PE), Albérisson Carlos e Nadelson Leite.

Some-se a isso, as difíceis condições de trabalho da Polícia Civil, que denunciava constantemente, através do Sindicato da categoria, o Sinpol, e de seu Presidente, Áureo Cisneiros, a falta efetiva de gestão, por parte do Secretário, bem como do Governador Paulo Câmara. Pois é, o policial importado do Rio, que durou oito meses em campo, como péssimo Tropa de Elite: pediu pra sair.

Nenhum comentário:

Postar um comentário