.

.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Garanhuns: PE de Verdade bate forte no Governador Paulo Câmara

Durante toda a quarta-feira, comitiva de parlamentares da oposição bateu duro no Governador Paulo Câmara,
através de críticas, denúncias e muitas cobranças. ( Fonte e imagens: Gidi Santos e Magno Martins).

Durante toda esta quarta-feira (19), parte da bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), visitou Garanhuns, dando sequência ao “Pernambuco de Verdade” - evento de contraponto ao seminário “Pernambuco em Ação”, que vem sendo desenvolvido pelo Governador Paulo Câmara e sua bancada Governista e que percorre as 5 regiões do estado, levando ações da gestão e repactuando novos investimentos. 

       Durante a longa agenda dos parlamentares aqui na cidade, não faltou espaço para críticas, denúncias e muitas cobranças; a começar por uma que deveria ter saído do papel em 2012, ainda na gestão do ex-governador Eduardo Campos.

Logo nas primeiras horas da manhã, os deputados foram ao aeroporto da cidade. Logo na chegada, os parlamentares cobraram do Governador Paulo Câmara, que execute a prometida reforma do aeródromo. O último orçamento, no valor de R$ 500 mil, teria sido aprovado pelo governador, há 15 dias, durante o seminário "Pernambuco em ação".

IZAÍAS RECEBE OS DEPUTADOS NO PALÁCIO CELSO GALVÃO
.

    Logo após, os parlamentares seguiram ao Palácio Celso Galvão, onde foram recebidos pelo Prefeito Izaías, do PTB. Ao recebê-los, Izaías fez um relato dramático das dificuldades na relação com o Governo do Estado e explicou as razões por não ter recebido o governador Paulo Câmara, fazendo um desabafo: "Aqui, eles me negam pão e água." Pra Izaías, o Estado está quebrado e o governador não vai superar o grave quadro da violência. “O governo não fez o papel de pegar os jovens e proporcionar uma educação de qualidade para que eles não entrem nas drogas: que estão tomando conta de Garanhuns”, afirmou.

Ainda de acordo com Izaías, a presença do Governo Estadual em seu município é somente quando ele vai inaugurar uma caixa d’agua de 300 litros ou dar Ordem de Serviço para perfuração de poços. “Aí divulgam que foi destinado oito milhões de reais para Garanhuns quando eu só recebi quatro. Não sei onde foi parar os outros quatro. Agora que eu coloquei a boca no trombone, pagaram mais uma parcela de R$ 400 mil”, disse.

VISITA AO HOSPITAL REGIONAL DOM MOURA
.

     Após ouvir a choradeira do Prefeito Izaías, os deputados seguiram ao Hospital Regional Dom Moura. Lá, a comitiva encontrou um quadro preocupante. No relato feito pelo diretor administrativo do hospital, Luiz Melo, o que mais chamou atenção foi a existência de apenas uma ambulância para socorrer pacientes.

Também foram encontrados 60 leitos completamente lotados, mas sem ar-condicionado, o que, segundo a deputada Socorro Pimentel, que é médica, contribui para elevar o índice de infecção hospitalar. O hospital está operando, hoje, com uma demanda diária de até 400 pacientes na emergência. Embora o diretor tenha informado que não existe déficit na equipe médica, muitos pacientes foram encontrados na emergência esperando atendimento há mais de três horas.

Outro problema identificado diz respeito a parceria do hospital com a clínica Nossa Senhora Perpétuo Socorro, para onde o hospital regional encaminha toda demanda do SUS no que diz respeito a exames. Segundo o diretor, o atraso do repasse do SUS de responsabilidade do Estado já dura 15 meses, totalizando R$ 5 milhões de reais.

ÁLVARO PORTO DENUNCIA SALÁRIOS ATRASADOS
.

      Depois da visita ao Dom Moura, os oposicionistas seguiram à Rádio Marano, onde foram entrevistados. Lá o deputado Álvaro Porto, do PSD, afirmou que funcionários terceirizados do Hospital, foram obrigados a assinar um documento para receber os salários atrasados. O mais grave, segundo o deputado, é que mesmo tendo direito a seis meses de salários, os trabalhadores só receberam três. "Isso é um absurdo. Os terceirizados estão sendo coagidos e ainda perderam três meses de trabalho".

MÁQUINAS PARADAS NO IPA DE GARANHUNS
.

     Seguindo a agenda do Pernambuco de Verdade, os parlamentares estiveram no Instituto Agronômico de Pernambuco (PA), daqui de Garanhuns. No órgão estadual, os deputados Silvio Filho (PRB), Priscila Krause (DEM), Álvaro Porto (PSD), Teresa Leitão (PT), Julio Cavalcante (PTB) e Augusto Cesar (PTB), que integraram a caravana que vistoria as obras do Governo, se depararam com 18 máquinas de silagem paradas. "Essas máquinas deveriam estar no campo a serviço dos criadores de gado", disse o líder da bancada, Silvio Filho. Uma servidora que atendeu os parlamentares informou que as máquinas foram cedidas ao Governo do Estado através de um programa federal no Governo Dilma, mas não explicou o porque delas estarem sem utilidades e armazenadas.

IZAÍAS DESCE A LENHA EM PAULO CÂMARA - Já durante a plenária da oposição, que ocorreu na Câmara Municipal de Vereadores de Garanhuns, o prefeito anfitrião, Izaías Regis (PTB) não mediu as palavras para atacar o governador Paulo Câmara (PSB), que, segundo ele, é inimigo do município. Durante sua fala, Régis lembrou que o bispo de Garanhuns, dom Paulo Jackson, na missa da Páscoa, desapontado, disse em sua preleção ter a sensação de que o Estado está entregue às baratas.

Durante sua fala, Izaías explicou o porque de não ter recebido o Governador, 15 dias atrás. "Eu não iria me sentir à vontade, porque poderia ser acusado de estar tirando proveito de um evento deles falando minhas verdades", afirmou. O prefeito disse, ainda, que o governador trata muito mal a cidade de Garanhuns. "Agora mesmo estamos fazendo o festival Dominguinhos sem um centavo de apoio do Estado", afirmou. Por fim, o Prefeito afirmou ter a convicção de que o povo de Garanhuns irá dar o troco ao tratamento de mendigo que recebe, derrotando nas urnas Paulo Câmara.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário