sábado, 4 de março de 2017

Secretário de Governo de Garanhuns critica segurança no Estado

Assim como o Prefeito Izaías, o Secretário de Governo, Articulações Políticas e Ouvidoria 
de Garanhuns, Mévitton Araújo (foto), defende que um caos esta instalado no estado de Pernambuco.

Como era de se esperar, após o final da folia de momo no estado, instalou-se uma guerra de informações com relação a escalada da violência. Tanto sobre os dados dos dois primeiros meses do ano, quanto as estatísticas que se referem a edição deste ano do tradicional desfile do Galo da Madrugada em Recife, na Região Metropolitana do Recife e no Estado, são explorados dados opostos por Governo e Oposição. A bancada oposicionista de Pernambuco, liderada pelo deputado estadual Silvio Costa Filho, do PRB, afirma que este ano, houve uma queda acentuada no número de foliões presente nos pólos de festejos carnavalescos, em razão do aumento da criminalidade.

De acordo com Silvio e a bancada, entre a sexta-feira (24) e a quarta-feira de Cinzas, 1 de março, foram registrados cerca de 85 homicídios em Pernambuco, número que representa um crescimento de 35% em relação aos casos registrados em 2016. Esse dado, revela que o carnaval deste ano, foi o mais violento desde 2010. Dados obtidos com exclusividade pelo Portal Folha PE, revelam que nos primeiros 59 dias de 2017, 976 pessoas foram assassinadas em Pernambuco. O número é 47,7% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando 661 pessoas foram mortas.

A violência no Estado já vinha apresentando índices alarmantes. Dezembro de 2016 já havia sido considerado o mês mais violento dos últimos dez anos, com 472 assassinatos. Em janeiro deste ano, a estatística voltou a crescer, com 479 homicídios. O número disparou em fevereiro de 2017 e passou a liderar o ranking, com 497 Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs), uma média de 17,75 mortes por dia.

VERSÃO DO GOVERNO PAULO CÂMARA
.
 

Enquanto isso, a gestão paulo Câmara e a bancada do Governo na Alepe, estampam outra realidade. Segundo o executivo estadual divulgou: a Região Metropolitana do Recife não registrou nenhum homicídio nos focos de folia neste carnaval. O Galo da Madrugada e o Homem da Meia Noite, que desfilaram, respectivamente, no Recife e em Olinda, não tiveram nenhuma ocorrência de gravidade. O governador Paulo Câmara comandou pessoalmente reuniões diárias, entre sábado e a terça-feira de carnaval, com secretários de Estado e os comandos das polícias, com o objetivo de monitorar o trabalho do Governo durante a folia.

O fato de não haver registro de ocorrências nos polos momescos, se deve, de acordo com a gestão de Paulo; ao executivo estadual ter colocado nas ruas, equipes de saúde, trânsito e segurança, para que os pernambucanos e turistas brincassem o Carnaval em paz. 31.213 profissionais de segurança, entre PM’s, Bombeiros e Policiais Civis estiveram atuando nos dias de carnaval, segundo o Governo.

De acordo com a Secretaria de Defesa Social, os denominados Crimes Contra a Pessoa (Ameaça, Agressão e Lesão Corporal) praticamente se mantiveram estáveis nos focos de Carnaval: foram 140 ocorrências registradas em 2016 e 144 em 2017. Por outro lado, os crimes contra a administração pública (desobediência, desacato e desordem) caíram de 133 ocorrências em 2016 para 121 em 2017.

Os policiais também aumentaram o número de apreensões de drogas nos focos da folia: foram 84 papelotes de cocaína apreendidos em 2017 contra apenas 2 em 2016; 207 papelotes de maconha este ano contra 44 no ano anterior e foram recolhidos, ainda, 1.088 tubos de loló em 2017 contra 301 em 2016. A única droga que apresentou redução na apreensão foi o crack, com 101 pedras recolhidas em 2016 e 6 em 2017.

Em Caruaru, foram presos, em flagrante, quatro ladrões que tentaram roubar a Lojas Americanas no centro da Capital do Agreste; em Prazeres (Jaboatão dos Guararapes) outras cinco prisões foram realizadas de um grupo que tentou assaltar uma empresas de ônibus; e em Goiana, a polícia prendeu um suspeito de sequestrar um empresário, além de também ter efetuado a prisão de um dos dois assaltantes que atacaram um veículo em Joana Bezerra, no sábado de Carnaval. Outras ações bem sucedidas, também destacam a atuação da Secretaria de Defesa Social, atualmente comandada pelo Secretário Angelo Gioia. Durante a folia: um assaltante de banco, de atuação nacional, foi encontrado em Cabrobó e, após confronto com a polícia militar, foi morto em combate.

               SECRETÁRIO DE GOVERNO CRITICA SEGURANÇA PÚBLICA DE PE
.

Assim como o Prefeito Izaías, o Secretário de Governo, Articulações Políticas e Ouvidoria de Garanhuns, Mévitton Araújo (foto de óculos), concorda e vem defendendo publicamente em algumas redes sociais, a exemplo, no Whatsapp, que um caos esta instalado no estado de Pernambuco. Não é segredo pra ninguém que Mévitton é ferrenho crítico da atual postura do Governador Paulo Câmara e de seus comandados, quando o assunto é segurança. Ano passado, durante a realização do Natal Luz, um dos filhos do Secretário acabou sendo vítima de um assalto, todavia, mesmo antes do caso ocorrer, Mévitton, que articula o Prefeito Izaías, já vinha estocando o Governador em suas falas.

MÉVITTON NÃO VÊ NA SEGURANÇA UM EMBATE POLÍTICO – Outra defesa que tem sido feita pelo Secretário de Governo de Garanhuns, diz respeito ao que partidários do Governador Paulo Câmara tem assegurado em suas entrevistas: “que a oposição trata um tema delicado desse (a segurança), como mote para fazer política, visando 2018 e buscando consolidar uma candidatura contrária a Paulo”. Para Mévitton, esta é uma questão crucial que se refere a todos os pernambucanos; que do Sertão a Capital, estão preocupados. Araújo não acredita que pessoas amedrontadas em suas casas, com receio de se deslocarem para o trabalho, sem saber se irão voltar, pode ser encarado como política partidária. Da mesma forma que Armando Monteiro, Izaías e Silvio Costa Filho, Mévitton acredita que o Pacto Pela Vida faliu, já que não obtém os resultados esperados.

ASSESSOR DE CLAUDIANO SAI EM DEFESA DE PAULO – Atualmente assessor parlamentar de um dos homens mais próximos do Governador Paulo Câmara, o deputado estadual Claudiano Martins; Saulo Souza, o popular “Saulinho", de Itaíba, mas que tem fortes relações com Garanhuns, tendo inclusive tempos atrás presidido o PSDB local, ao contrário de Mévitton, sai constantemente em defesa do Governador. Segundo Saulinho, o Governo tem feito sua parte quando se trata de segurança. Quando se questiona, o porque dos resultados ainda não aparecerem, Saulo é taxativo: “o trabalho esta sendo feito, e ele aparecerá, como já foi visto no Carnaval desse ano”.

Quando a questão debruçada é a Operação Padrão, onde parte da PM vem entregado o PJES (Programa de Jornada Extra de Serviço) que acaba diminuindo o efetivo nas ruas, Saulo assegura que tudo isso diz respeito as Associações Militares, que tem na figura de Álberisson Carlos (Presidente de uma delas, a de Cabos e Soldados de Pernambuco – ACS-PE), o comportamento de um homem político, adversário do atual deputado estadual Joel da Harpa. Polícia, de acordo com Saulo, não é lugar pra praticar política, assim como a corporação não pode entrar em greve, já que o ato é vetado a essa categoria, segundo preconiza a Constituição Federal Brasileira de 1988”.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário