.

.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Cabo de Garanhuns morre em acidente em Palmeira dos Índios/AL

Acidente que provocou a morte do Cabo Índio, também levou a óbito o ex-vereador de Igaci, 
Marcelo Jatobá. PRF diz que acidente foi provocado por ultrapassagem feita por um dos condutores.

Uma colisão frontal entre dois veículos de passeio ocasionou a morte de duas pessoas na tarde desta segunda-feira (13) em trecho da BR-316, no município de Palmeira dos Índios, no estado de Alagoas. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente envolveu um veículo modelo Pólo e um outro do tipo Siena. O registro da ocorrência foi feito na altura do quilômetro 155. Uma das vítimas foi identificada como sendo o ex-vereador de Igaci, Marcelo Jatobá. O outro era o Cabo da Polícia Militar de Pernambuco, Carlos José da Silva, de 45 anos (Foto acima, a direita).

Ambas as vítimas, ficaram presas as ferragens dos veículos. O condutor do veículo Pólo, o Policial Militar Carlos José da Silva, o popular “Índio Cigano”, lotado no 9ºBPM, com sede em Garanhuns, chegou a ser conduzido pelo SAMU para a UPA do Município de Palmeira dos índios, em estado grave. Apesar do socorro, o policial militar pernambucano não resistiu, vindo à óbito logo ao dar entrada na unidade de Saúde daquela cidade. Índio destacava em Saloá e lá exercia a função de chefe da Guarda Municipal.

Segundo apurou o Blog do Gidi Santos e ainda de acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, o choque entre os veículos teria ocorrido após uma ultrapassagem feita por um dos condutores. Apesar de atuar na Polícia Pernambucana, Índio residia na cidade de Palmeira dos índios. A causa morte dele, foi uma hemorragia interna, ocasionada em razão do forte impacto sofrido no acidente. Os Institutos de Criminalística (IC) e Médico Legal (IML) foram acionados e compareceram ao  local do acidente.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário