terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Compesa inicia racionamento d'água em Garanhuns na segunda (6)

Racionamento terá um rodízio de um dia com água e oito sem abastecimento. Chuvas são 
esperadas pela APAC apenas nos meses de março e abril. (Beto Duran – Jornal Crer em Pernambuco).

Até o final do ano passado os reservatórios que abastecem Garanhuns estavam com seus limites considerados satisfatórios. No entanto, nos últimos dois meses os níveis baixaram muito. Devido a falta de chuvas e ao calor intenso, houve grande evaporação, além do alto consumo, provocando a redução dos níveis de maneira muito rápida. Em conversa com o Jornal Crer em Pernambuco, o Gerente Regional da Compesa em Garanhuns, Igor Galindo, deu mais detalhes da atual situação, alertando para o início de racionamento preventivo a partir da próxima segunda, dia 06 de fevereiro.

O nível do reservatório do Cajueiro estava até o momento da entrevista, em 30 de janeiro, com 62% da sua capacidade (em torno de 9 milhões de metros cúbicos). A barragem de Mundaú estava com 80% e, a mais crítica, Inhumas, com apenas 7% da sua capacidade. Inclusive, a retirada de água desta última, foi totalmente suspensa. Ficando em funcionamento os reservatórios de Cajueiro e Mundaú, garantindo o abastecimento. O racionamento terá um rodízio de um dia com água e oito sem abastecimento. Mesmo que não ocorra chuvas para retomar os níveis nos reservatórios de maneira a garantir o fim do racionamento, estas duas barragens garantem água até o mês de dezembro. Segundo a Agência Pernambucana de Águas e Climas - Apac, devem ocorrer chuvas em nossa região nos meses de março e abril.

Polêmica: Várias denúncias ocorreram nas redes sociais de que caminhões pipas estavam retirando dos reservatórios de Garanhuns, um enorme volume sem autorização. Questionado sobre isto, o Gerente Regional da Compesa, Igor Galindo, nos disse que providências foram adotadas para regularização destes caminhões pipas. "Alerto aos pipeiros particulares que a retirada de água dos reservatórios só podem ocorrer com autorização da Compesa, que detém a propriedade destas barragens". O gerente lembra ainda que o flagrante não autrizado pode resultar na apreensão do caminhão pipa.

Toda retirada de água nos reservatórios pelos caminhões pipas, somam apenas 1% de toda capacidade produzida de água tratada, não comprometendo o sistema de abastecimento em Garanhuns e nas demais localidades citadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário