segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

60%: Claudiano Filho solicita subsídios para o milho Pernambucano

Em 2012, quando o incentivo era dado, ele disponibilizava para os produtores rurais,
a venda da saca de 60 quilos do milho por um valor 60% abaixo do praticado no mercado.

O deputado estadual Claudiano Martins (PP) irá acompanhar o governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara, na visita do presidente da república, Michael Temer, ao município de Serra Talhada, onde o presidente vai inaugurar o novo campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão. Aproveitando a ocasião, Claudiano vai solicitar a retomada do projeto Venda Balcão Especial. O programa, de extrema importância, auxilia o agricultor pernambucano, que enfrenta o quinto ano consecutivo de seca. Com a falta de água, os produtores estão sem poder manter seus rebanhos, algo que dificulta o sustento efetivo de suas famílias.

Em 2012, em parceria com o Governo Federal, o executivo estadual lançou o programa. Através do Venda Balcão Especial, o Governo disponibilizava aquela época para os produtores rurais atingidos pela estiagem, a venda da saca de 60 quilos do milho ao preço subsidiado de R$ 18,12, valor 60% abaixo do praticado no mercado. Atualmente, uma saca de 60 quilos chega ao custo médio de R$ 56,00 reais.

Na época, o Governo do Estado utilizava o valor recebido com a venda do milho para custear a operação de logística – armazenamento, transporte e ensacamento, para que o milho chegasse aos polos de comercialização. A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) ficava com a tarefa de implantar estes pólos nos municípios, 12 ao total: Recife, Arcoverde, Afogados da Ingazeira, Floresta, Serra Talhada, Salgueiro, Itaíba, Ouricuri, Petrolina e Garanhuns. Hoje, a Conab atua apenas em Recife e no município de Arcoverde, vendendo a saca de 60 quilos a um preço médio de R$ 47,00.

Nenhum comentário:

Postar um comentário