domingo, 31 de dezembro de 2017

Armando, disputando o Governo de PE, seu vice será de Caruaru

Embora haja certa cogitação no meio político, de que o Prefeito Izaías poderia ocupar
tal vaga, isso na prática, tende a não acontecer. (Inaldo Sampaio e Gidi Santos).

O senador pernambucano pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Armando Monteiro já emitiu pelo menos dois sinais sobre a participação do seu partido na disputa pelo governo estadual em 2018. Declarou inicialmente que se as oposições lançarem apenas um candidato para tentar impedir a reeleição do governador Paulo Câmara, este candidato será ele, que vem se preparando para esta batalha desde que perdeu a anterior em 2014.

Afirmou em seguida que o município de Caruaru estará presente na sua chapa, ou com o candidato a vice ou com um dos postulantes ao Senado. Sua estratégia política está correta porque Caruaru é a maior cidade do interior de Pernambuco e não se concebe que fique da fora das chapas majoritárias do próximo ano. Deu o vice de Joaquim Francisco (Roberto Fontes) em 1990, o vice de Eduardo Campos em 2006 (João Lyra Neto) e o candidato a vice de Jarbas Vasconcelos em 2010 (Miriam Lacerda).

Com muito mais razão poderá oferecer um vice em 2018 porque entrou no seleto clube dos municípios com mais de 200 mil eleitores. O senador ainda não deu pista sobre o nome do caruaruense que deverá fazer parte de sua chapa, mas quem apostar em João Lyra Neto ou em Douglas Cintra não estará muito fora da realidade.

Embora haja certa cogitação no meio político estadual, de que o Prefeito Izaías poderia ocupar tal vaga, isso, na prática, tende a não acontecer, já que Armando já conta com Régis, para todo Agreste Meridional, onde exerce enorme influência política, ao passo que ele busca assegurar musculatura junto a lideranças Caruaruenses.

Brasil: Petrobras reajusta preço da gasolina em 1,7% nas refinarias

Repasse ou não do aumento para o consumidor final depende dos postos
de combustíveis. Gasolina mais cara no Brasil é a do Acre. (G1 / Foto: divulgação).

A Petrobras anunciou na última quinta-feira, 28 de dezembro, mais um aumento nos preços dos combustíveis nas refinarias. Já desde sexta (29), a gasolina está 1,7% mais cara. O diesel subiu 1,1%. Desde julho, a companhia adotou uma nova política de reajuste de preços para, segundo a petroleira, acompanhar o mercado internacional.

O reajuste se refere aos preços para as refinarias. O repasse ou não do aumento para o consumidor final depende dos postos de combustíveis. De acordo com o Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ), a gasolina mais cara no Brasil é a do estado do Acre, seguida de Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Até sexta (22), o valor médio da gasolina chegou a R$ 4,089, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Marun nega ter feito “chantagem” com a reforma da previdência

“Afirmei (na entrevista), como reafirmo, que espero que todos tenham a responsabilidade 
de contribuir neste momento histórico da vida da nação”, defende o Ministro. (Inaldo Sampaio).

O ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun, que atualmente integra os quadros do PMDB do Mato Grosso do Sul, estranhou nesta quinta-feira (28) as críticas dos governadores do Nordeste às suas declarações sobre a reforma da previdência. Na última terça-feira, o ministro teria condicionado a autorização do Palácio do Planalto para que governadores tomem dinheiro emprestado a bancos públicos (CEF, BNDES e Banco do Brasil) ao apoio deles à reforma previdenciária.

“Assisti à citada entrevista e desafio qualquer um a destacar o trecho em que afirmo que financiamentos estão condicionados ao apoio à necessária reforma da previdência. Afirmei, como reafirmo, que espero que todos os agentes públicos tenham a responsabilidade de contribuir neste momento histórico da vida da nação”, disse o ministro por meio de nota, distribuída à imprensa brasileira na última quinta-feira.

Segundo ele, a reação contrária ao seu posicionamento partiu “daqueles que querem continuar omitindo a participação do governo federal nas ações resultantes de financiamentos obtidos junto aos bancos públicos”, sem se referir, especificamente, aos governadores nordestinos, que divulgaram a carta, onde repudiaram a fala de Marun.

Temer define menor aumento do salário mínimo em 24 anos: R$ 954

Medida do presidente (decreto), foi publicado ainda na sexta-feira (29), numa edição extra
do Diário Oficial da União. Reajuste, valerá a partir de 1º de janeiro. (G1 Brasília).

O presidente da República, Michel Temer, do PMDB, assinou na última sexta-feira (29) decreto que fixa em R$ 954 o valor do salário mínimo em 2018, aumento de R$ 17 em relação ao valor em vigor. Atualmente, o salário mínimo está em R$ 937.

A medida foi publicada ainda na sexta, numa edição extra do "Diário Oficial da União". O reajuste valerá a partir de 1º de janeiro. O aumento do salário mínimo em 2018 é o menor em 24 anos. Também é menor do que a estimativa que havia sido aprovada pelo Congresso Nacional, de R$ 965. Com isso, o governo prevê economizar R$ 3,3 bilhões em 2018.

O decreto presidencial estabelece ainda que o valor diário do salário mínimo corresponderá a R$ 31,8, e o valor horário, a R$ 4,34. O valor de R$ 954 que valerá para 2018 é 1,81% maior que os R$ 937 do salário mínimo de 2017. Cerca de 45 milhões de pessoas no Brasil recebem salário mínimo, entre aposentados e pensionistas, cujos benefícios são, ao menos em parte, pagos pelo governo federal.

Mendonça Filho reajusta piso salarial dos professores em 6,81%

“Isso é importante, pois estamos cumprindo a lei que determina esse 
reajuste”, destaca o ministro. (Daniel Leite / Foto: Divulgação).

Uma portaria com aumento de 6,81% para o piso salarial dos professores para o próximo anos, 2018 foi assinada na última quinta-feira, 28 de dezembro, pelo atual ministro da Educação, o pernambucano, deputado federal, Mendonça Filho (DEM). O índice, anunciado pela pasta, é 4,01% acima da inflação prevista para este ano, que é de 2,8%, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA), divulgado na última semana pelo Banco Central. De acordo com o Ministério, o piso nacional do magistério tem um ganho real de 3,90% e um salário de R$ 2.455,35, para jornada de 40 horas semanais. 

Também segundo a pasta, nos últimos dois anos, os professores tiveram um ganho real de 5,22%, o que corresponde a R$ 124,96. O reajuste anunciado segue os termos do art. 5º da Lei nº 11.738, de 16 de julho de 2008, que estabelece a atualização anual do piso nacional do magistério, sempre a partir de janeiro. “Isso é importante, pois estamos cumprindo a lei que determina esse reajuste”, destaca Mendonça Filho. 

O critério adotado para o reajuste, que vigora desde o ano de 2009, tem como referência o índice de crescimento do valor mínimo por aluno ao ano do Fundeb, que toma como base o último valor mínimo nacional por aluno (vigente no exercício que finda) em relação ao penúltimo exercício. No caso do reajuste deste ano, é considerado o crescimento do valor mínimo do Fundeb do ano de 2016 em relação a 2015.

Maia: “Estou entre 4 nomes do DEM para concorrer ao Planalto”

Partido de Rodrigo, queria o apresentador Luciano Huck como candidato, mas ele 
foi descartado após escrever um artigo negando a candidatura. (AE / Foto: divulgação).

O presidente da Câmara dos Deputados Federais, Rodrigo Maia, é um dos "três ou quatro nomes" que o Democratas (DEM) vai apresentar como candidato à Presidência da República do Brasil, no ano que vem. A informação foi dada pelo próprio Maia na última sexta-feira, 29 de dezembro. O deputado negou que o seu partido irá desembarcar do governo. "Não tenho essa informação e não vejo muito sentido", disse Maia após participar do lançamento do Programa Dinheiro Direto nas Escolas, que vai destinar R$ 27,6 milhões para escolas estaduais e municipais do Estado do Rio de Janeiro.

Rodrigo disse ainda, que o partido queria o apresentador da TV Globo, Luciano Huck como candidato, mas que o mesmo foi descartado, logo após escrever um artigo negando sua candidatura. "Agora não dá mais, como pode um candidato dizer que não vai e depois ir?", questionou Rodrigo ao falar à imprensa.

Além do próprio nome, Maia disse que o partido pensa em políticos como ACM Neto, Ronaldo Caiado e Mendonça Filho, atual ministro da Educação. Ele descartou no entanto vir em uma chapa junto como atual ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, como vem sendo especulado.  "Não somaria votos nem para ele nem para mim, nossos votos são parecidos", avaliou. Maia admitiu, no entanto, que a chapa será formada com outro partido, já que a chamada "chapa pura" não teria votos suficientes.

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Nando Azevedo e Belinha Lisboa animam Reveillon em Garanhuns

Palco Prefeitura receberá o “Show da Virada”, no domingo (31),
a partir das 22h. A Magia do Natal é realizado pela Prefeitura de Garanhuns.

A partir de hoje, 29 de dezembro, o Palco Prefeitura, que fica situado na Avenida Santo Antônio, no centro da cidade, volta a receber apresentações culturais e shows musicais, no seu último final de semana do evento A Magia do Natal.  A partir das 19h30min, o Reisado Garanhuns Cultural abre a noite, em seguida a banda Legionários se apresenta. Quem encerra a noite é a banda garanhuense Still Living.

No sábado (30) as apresentações têm início as 19h15min, com o Reisado Raio de Luz, da cidade de Iati. A cantora Michelly dos Anjos também se apresentará, e para encerrar a noite de sábado, a Orquestra Manoel Rabelo (OMARA) fará uma grande apresentação com um repertório de grandes sucessos. A orquestra foi fundada em 1908. Durante esse período o grupo tocava em alguns eventos, mas logo paravam por algum tempo.

Este ano, o Palco Prefeitura volta a receber o “Show da Virada”, no domingo (31), a partir das 22h, com as apresentações de Nando Azevedo e Belinha Lisboa. A Magia do Natal é realizado pela Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Turismo e Cultura e conta com o patrocínio da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Ferreira Costa, Uninassau, Mano Imóveis, Casa das Balas, Farmácias FTB e Café Ouro Verde.
.

PE: Produtores de tomate ficarão isentos de ICMS no próximo ano

Benefício, diz o Governo do Estado, não será concedido se o tomate for destinado 
à industrialização ou se o produtor já usufruir de outro benefício fiscal. (SEI).

A partir de 1º de janeiro do próximo ano, 2018, os produtores de tomate de Pernambuco poderão usufruir da isenção do ICMS nas saídas internas das mercadorias. A isenção foi autorizada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), por meio do Convênio ICMS 177 de 23 de novembro. Hoje (29) o governador Paulo Câmara publicou o Decreto nº 45.506/2017 incorporando a autorização do Confaz à legislação estadual.

A medida foi resultado do diálogo da atual gestão do Governo do Estado de Pernambuco, com os produtores locais. Em outubro, Paulo Câmara enviou o pedido de isenção de ICMS para o Confaz, órgão nacional responsável por aprovar as demandas de isenção de ICMS para os Estados e Distrito Federal Brasileiro. No mesmo mês, o governador reduziu em 64% a alíquota do imposto para o tomate, como forma de beneficiar os produtores enquanto aguardavam a decisão do conselho.

O benefício não será concedido se o tomate for destinado à industrialização ou se o produtor já usufruir de outro benefício fiscal.

Governador simplifica tributação do Polo Gesseiro de Pernambuco

Cerca de 90% da produção de gesso do Brasil está concentrada em Pernambuco e
movimenta R$ 70 milhões anualmente. (SEI - Foto: Diego Nigro/JC Imagem).

O governador Paulo Câmara assinou o decreto Decreto de Lei de número 45.501/2017, que simplifica a cobrança de ICMS da cadeia produtiva de gipsita, gesso e derivados, aqui no Estado de Pernambuco. O recolhimento do tributo, segundo o governo, será concentrado nas mineradoras, exonerando o restante da cadeia nas operações relacionadas às saídas internas, interestaduais e exportação de gipsita e derivados.

O decreto foi fruto do diálogo do Governo de Pernambuco com representantes do Polo Gesseiro do Araripe, que responde por cerca de 90% da produção de gesso do Brasil. "Essa medida, publicada no Diário Oficial de hoje, reduzirá a burocracia e a informalidade do setor. O Polo Gesseiro é muito importante para Pernambuco, gera renda e empregos, fundamentais nesse momento de recuperação da nossa economia", disse Paulo Câmara.

Pernambuco é o estado que possui as maiores reservas de gipsita do país, a maior parte concentrada no Polo Gesseiro do Araripe, abrangendo os municípios de Araripina, Bodocó, Ipubi, Ouricuri e Trindade. Ao todo, 40 minas de gipsita estão instaladas na região.

A gipsita e o gesso estão atrelados, em especial, à cadeia da construção civil, sendo matéria-prima do cimento. Além disso, seu uso é disseminado no agronegócio, que utiliza gesso agrícola como fertilizante de solos. A extração e processamento da gipsita são a atividade econômica mais relevante do Sertão do Araripe, movimentando cerca de R$ 70 milhões anualmente. Aproximadamente 2,3 toneladas de gipsita foram extraídas do Polo Gesseiro durante o decorrer de todo o ano de 2017.
.

Paulo sanciona lei que favorece produtores de queijo artesanal

Medida, visa diminuir informalidade do setor em Pernambuco e evitar concorrência desleal. 
Paulo: “A nova legislação, trará maior segurança para os fabricantes". (SEI).

O governador do estado de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), sancionou a Lei nº 16.276/2017, publicada nesta quinta-feira, 28 de dezembro no Diário Oficial, que tem como objetivo formalizar os pequenos produtores de queijo artesanal dos tipos coalho e manteiga, aperfeiçoando o sistema fiscal e sanitário do processo produtivo. A medida atrela a dispensa de ICMS, benefício que o setor já possui, a um crédito presumido ao adquirente e só validado por meio da emissão da Nota Fiscal Avulsa Eletrônica (NFA-e).

A NFA-e deverá ser emitida por meio do módulo de “queijo artesanal”, que será implantado no portal da Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE) em janeiro de 2018, em conjunto com o registro no Sistema de Inspeção Estadual (SIE) fornecido pela Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro). Na ocasião, também será publicado um decreto regulamentando o benefício. “A nova legislação trará maior segurança para os fabricantes de queijo artesanal, evitando a concorrência desleal por parte de empresas de grande porte e atestando a qualidade e origem dos produtos adquiridos pelo consumidor”, afirma o governador Paulo Câmara.

O crédito presumido permite que o adquirente dos queijos artesanais diminua o valor do Imposto Sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS), recolhido quando revender o produto, representando um incentivo para que os atacadistas e revendedores comprem essas mercadorias para comercializarem, uma medida altamente benéfica ao mercado local. O contribuinte que deseja usufruir do benefício deverá estar regular com a fazenda estadual e ter como atividade principal a fabricação de laticínios.

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

UPE firma convênio de cooperação com Universidade dos EUA

Professora, Anu Gokhale, foi a responsável por fechar
acordo entre as Universidades, UPE aqui do estado, e a de Illinóis.

A Secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo, e o Magnífico Reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), o professor Pedro Falcão (foto acima), receberam na manhã da última terça-feira, 26 de dezembro, a Professora da Universidade de Illinois, Anu Gokhale, para firmar acordo de cooperação técnica entre a UPE e a Universidade norte-americana, para atividades de pesquisa relacionadas com estudos da área de saúde, beneficiando os alunos dos hospitais universitários da UPE.

A professora Anu é coordenadora do programa de tecnologia de sistemas computacionais na Universidade Estadual de Illinois (USA), e está temporariamente locada na Universidade de Pernambuco (UPE) pelo Programa Cátedra Fulbright promovido pela FACEPE. Ela já desenvolve atividades de pesquisa, planejamento em novas metodologias de ensino de Ciência, Tecnologia, Engenharia, Matemática and Computação (STEM+C) à distância (juntamente com a UPE e a SECTI).

Intercâmbio – Semana passada, entre os dias 11 e19, em viagem a Pequin, na China, o reitor da UPE junto do diretor do Instituto Confúcio na UPE, Prof. Heldio Villar, participaram da 12ª Conferência Global do Instituto Confúcio. A Conferência Global, que contou com a presença de centenas de diretores dos institutos, recebeu ainda diversos reitores das universidades dos países onde estão instaladas. A viagem reafirmou a política de ampliação das relações internacionais da UPE, que visa estabelecer cooperação acadêmica, científica e cultural entre as instituições acordadas.

Paulo Câmara libera 100% de Emendas para a Adutora do Agreste

Ao total, e diante da articulação de Câmara, R$ 126 milhões de reais foram liberados. “É uma vitória do
Governador, que não mediu esforços para que essa obra seja concluída”, destaca o Presidente da Compesa.

A determinação do atual Governador do estado de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), e as reuniões que teve com o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho (foto a direita), permitiram atingir a meta de liberação de recursos em 2017 para dar continuidade às obras da Adutora do Agreste. Nesta quarta (27), penúltimo dia de expediente bancário neste ano, o Ministério liberou o restante dos recursos da Emenda da Bancada de Pernambuco destinada às obras da Adutora do Agreste, no valor de R$ 58 milhões.

“Conversei na terça (26), por telefone, com o ministro Hélder e mostrei a extrema a importância de entrar em 2018 com obras aceleradas, para que o Agreste pernambucano receba as águas da Transposição do Rio São Francisco até o final de março”, disse Paulo. “No  final  de 2016, tomamos a acertada decisão de solicitar a nossa Bancada que a Emenda Obrigatória fosse integralmente utilizada para dar andamento à Adutora, que como já disse antes, não pode parar. Essa liberação é fundamental para que a Compesa acelere a obra, que é uma das mais importantes para o Agreste Pernambucano", acrescentou  o governador, ao falar sobre a liberação dos recursos, na capital, Recife.

Com esse repasse, 100% da Emenda de Bancada (no valor total de R$ 126 milhões) foi liberado dentro desse exercício. “É uma vitória do governador, que não mediu e não mede esforços para que essa obra – a principal em andamento no Estado – seja concluída”, afirmou o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

R$ 83 milhões: Câmara rejeita pedido de empréstimo de Raquel

Em evento no Senac, Prefeita fez um balanço de seu primeiro ano de Governo. Lyra sobre os planos 
para o ano que vem: “Já foram traçados e já sabemos o que tem que ser feito”. (Inaldo Sampaio).

A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, que atualmente integra os quadros do PSDB, do ex-ministro Bruno Araújo, aparentemente não se abalou pelo fato de a Câmara Municipal ter rejeitado, na semana passada, seis projetos enviados por ela àquela Casa, entre eles o que pedia autorização para contrair um empréstimo de R$ 83 milhões à Caixa Econômica para investir em obras de infraestrutura. “Eu fui eleita para fazer a diferença e nada vai me desviar do caminho que o povo escolheu”, desabafou a prefeita caruaruense ao fazer um balanço de sua gestão na sexta-feira passada (22) no auditório do Senac Caruaru.

O evento foi prestigiado por secretários municipais e executivos, o vice-prefeito Rodrigo Pinheiro (PSDB), ocupantes de cargos comissionados, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Caruaru, Lula Torres, além de jornalistas. “Os planos já foram traçados e já sabemos o que tem que ser feito. Precisamos agora executá-los. E vamos fazê-lo, apesar de todas as dificuldades”, disse Raquel Lyra.

Presente ao evento, o ex-governador João Lyra Neto proferiu breves palavras sobre o momento político nacional. Segundo ele, “nunca se viu uma crise generalizada como a que o Brasil atravessa hoje. estamos vivendo. Crise financeira, crise política e crise ética”. Por essa razão, acrescentou, é necessário ter coragem para se criar um modelo de gestão diferente, que apresente resultados e atenda ao bem-estar da população.

Gonzaga acredita que Marília e Armando se unirão a Paulo Câmara

Pelo desejo de Patriota, essas lideranças deveriam se juntar para combater a candidatura do senador
Fernando Bezerra Coelho, seu adversário histórico na política de Petrolina. (Inaldo Sampaio).

O deputado Gonzaga Patriota (PSB) previu em Petrolina, neste final de semana, a formação de uma grande frente de centro-esquerda em Pernambuco, nas eleições do próximo ano, para enfrentar o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB) na disputa que será travada pelo governo estadual. Não se sabe se o parlamentar estava falando sério ou fazendo graça quando admitiu o apoio do senador Armando Monteiro (PTB) e da vereadora Marília Arraes (PT) à reeleição de Paulo Câmara.

      Primeiro, porque o estado de Pernambuco inteiro sabe que Armando será candidato a governador e, em segundo lugar, porque Marília já disse publicamente que, mesmo que o Partido dos Trabalhadores (PT), retorne à Frente Popular, ela estará fora desse palanque. Confira agora o que Patriota disse num encontro com jornalistas em Petrolina:

“Eu acho que as coisas vão mudar muito na hora que entrar 2018 e que Paulo Câmara disser que é candidato. Eu acho que a própria Marília Arraes já pode fazer parte do governo, sem ser candidata a governadora. E que o próprio Armando também pode fazer parte da nossa base. Acho que iremos formar uma grande base para ajudar Pernambuco, sem muitos candidatos e sem muita zoada”.

Pelo desejo de Patriota, todas essas lideranças deveriam se juntar para combater a candidatura do senador pernambucano, agora no PMDB, Fernando Bezerra Coelho, seu adversário histórico na política de Petrolina.

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Cidade de Garanhuns é contemplada com duas novas ambulâncias

Veículos, foram obtidos pela atuação do Deputado Federal, Jorge Corte Real. 
Pollyana Chaves: “A renovação da frota é de grande importância”. (Fotos: Camila Queiroz)

O município de Garanhuns recebeu duas novas ambulâncias que vão integrar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os veículos que foram apresentados em frente ao Palácio Celso Galvão, nesta quarta-feira (27), substituirão a antiga frota, com o intuito de promover uma maior qualidade dos atendimentos de emergência na cidade.

São duas novas unidades, uma de suporte básico e outra avançado. Sendo a primeira destinada àquelas ocorrências mais simples, e a outra equipada para atendimentos de maior complexidade. Adquiridas por meio de recursos de uma emenda parlamentar conquistada pelo prefeito Izaías Régis, junto ao deputado Jorge Côrte Real, cada ambulância custou R$ 176.286,00, ambas totalizando um investimento de mais de 350 mil.

As viaturas ainda receberão todo equipamento necessário para que sejam disponibilizadas para o uso. A coordenadora municipal do Samu, Pollyana Chaves, exalta a aquisição em benefício da população. “A renovação da frota é de grande importância, porque é algo que nos dará uma maior agilidade nos atendimentos, realizando um serviço de excelência no município”, declarou.
.

Governo de PE vai economizar R$ 400 milhões de reais em 2018

Marcelo Barros, Secretário da Fazenda de Pernambuco: “Fomos um dos
poucos estados que conseguiram firmar a renegociação total que a legislação permitia”.

O Governo de Pernambuco terá uma economia de R$ 400 milhões em 2018 em razão da renegociação de dívidas com Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BDNES). Os aditivos foram firmados na última sexta-feira (22/12), último dia previsto pela Lei Complementar Federal 156/2016. A medida é considerada fundamental para a saúde das contas públicas. Apesar de não ter havido alteração nos valores devidos, houve alongamento do prazo para quitação do débito e dos períodos de carência, tornando as parcelas mais suaves.

“Fomos um dos poucos estados que conseguiram firmar a renegociação total que a legislação permitia, o que mostra mais uma vez o compromisso do governador Paulo Câmara com a administração financeira”, aponta o secretário da Fazenda, Marcelo Barros (foto acima). O valor renegociado pelo Governo de Pernambuco gira em torno de R$ 4,5 bilhões, o equivalente a cerca da metade de toda a dívida estadual.

A renegociação obtida por parte dos entes federativos foi o resultado de um esforço conjunto dos governos estaduais. Em abril de 2016, as Procuradorias Gerais de Santa Catarina, Rio Grande Sul, Pernambuco e de outros 13 estados, coordenadamente, ajuizaram ações com a pretensão de recalcularem a dívida com a União e obtiveram, junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), liminares que suspenderam o pagamento das dívidas.

Dois suspeitos, mas Gilmar, não aceita suspeição movida por Miller

Marcelo, é alvo de investigação por suposto jogo duplo em benefício da JBS à época em que 
ocupou cargo no Ministério Público Federal. (Estadão Conteúdo / Foto: André Dusek).

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes (foto acima), pediu à presidente da Corte, Cármen Lúcia, que negue ação de suspeição movida pelo ex-Procurador do Ministério Público Federal (MPF), Marcelo Miller. A defesa evocou suposta parcialidade de Gilmar para julgar habeas corpus do ex-integrante da força-tarefa Greenfield.

Miller requereu a suspeição de Gilmar no âmbito de um pedido que fez ao STF, para ficar em silêncio na CPI da JBS. Em sorteio, a relatoria caiu com o ministro, que acabou, posteriormente, acolhendo o pedido da defesa, permitindo que o ex-procurador não se pronunciasse sobre perguntas feitas aos parlamentares quando comparecesse Comissão.

Marcelo Miller é alvo de investigação por suposto jogo duplo em benefício da JBS à época em que ocupou cargo no Ministério Público Federal. Seu nome foi citado por Joesley Batista em um dos áudios em que o empresário confessa supostas omissões em sua delação e que culminaram com a rescisão de seu acordo com a PGR e o Supremo.

Leniência: Estaleiro diz que subornou Petrobrás no Governo FHC

Suborno de US$ 300 mil (equivalente hoje a R$ 994 mil) teria sido pago em
2001 e 2002 para "funcionários do governo". ( Mário César Carvalho - Folha de S.Paulo).

O estaleiro de Cingapura Keppel Fels, um dos maiores do mundo, relata em acordo que assinou com autoridades de três países que pagou propina para assegurar que ganharia um contrato no governo de Fernando Henrique Cardoso para a construção da plataforma P-48 (foto abaixo) para a Petrobrás. O suborno de US$ 300 mil (equivalente hoje a R$ 994 mil) teria sido pago em 2001 e 2002 para "funcionários do governo", de acordo com documento que está no Departamento de Justiça dos EUA.

O valor do suborno é menor do que os relatados em contratos fechados nos governos Lula e Dilma Rousseff. Algumas das menções de suborno ao PT já haviam aparecido em outras delações. É a primeira vez, porém, que o estaleiro fala de pagamento de propina também no governo FHC, ainda que em escala mais reduzida.

No primeiro contrato do estaleiro com a gestão petista, em 2003, o valor da propina alcançaria US$ 13,3 milhões (R$ 44 milhões), segundo a empresa. O suposto suborno relatado no caso do PT equivale a 1% do valor da plataforma P-53 (US$ 1,3 bilhão). Já no caso da propina paga durante o governo de FHC, ela corresponde a 0,03%, já que a P-48 custou por volta de US$ 800 milhões.

O acordo de leniência narra ainda que o Keppel Fels pagou um total de US$ 55,1 milhões ao PT e executivos da Petrobras ligados ao partido entre 2003 e 2012, num total de cinco contratos. O montante equivale a R$ 182,6 milhões em valores atuais. Os contratos eram para a construção de plataformas para o pré-sal -P-53, P-56, P-58, P-61- e uma para a Sete Brasil, empresa que era dirigida por petistas.

Acordo de leniência é uma espécie de delação feita por empresas. O Keppel fez esse tipo de acordo com Brasil, Estados Unidos e Cingapura e pagou uma multa de R$ 1,4 bilhão. O Brasil ficou com R$ 692,4 milhões.
.

Carlos Marum cobra apoio de Governadores em troca de dinheiro

Carlos: “Financiamentos da CEF são ações de governo. E, nesse sentido, entendemos que deve, sim, 
ser discutido com esses governantes, no sentido de que seja aprovada a reforma da Previdência”.

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, ontem (26) que o governo espera “reciprocidade” na questão da reforma da Previdência daqueles governadores que aguardam financiamentos de bancos públicos. O ministro afirmou que financiamentos da Caixa Econômica Federal e de outros bancos públicos são ações de governo e, portanto, o governo pode discutir essa reciprocidade nas questões que o interessam.

A declaração de Marun vem em resposta às queixas do governador de Sergipe, Jackson Barreto, feitas após reunião dele no Palácio do Planalto. De acordo com Barreto, conforme publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo na última sexta-feira (22), o ministro teria dito que só liberaria os financiamentos após a votação da reforma da Previdência. Segundo o jornal, Barreto, que é integrante do PMDB, saiu “chocado” da reunião.

“Financiamentos da Caixa Econômica Federal são ações de governo. E, nesse sentido, entendemos que deve, sim, ser discutido com esses governantes, alguma reciprocidade no sentido de que seja aprovada a reforma da Previdência, que é uma questão que entendemos hoje ser de vida ou morte para o Brasil”, disse o ministro.

Marun não confirmou que os contratos de financiamento só serão liberados após a votação da reforma, mas afirmou que o governo espera o apoio dos governadores quando o assunto é a reforma da Previdência. “Realmente, o governo espera daqueles governadores que têm recursos, financiamentos a serem liberados uma reciprocidade no que tange à questão da Previdência”, disse. “É uma ação de governo. Sendo uma ação de governo, obviamente que o nível de apoio que o governador puder prestar na questão da reforma vai ser considerado nessa questão”, completou.

Hoje (27) à tarde, o presidente Michel Temer vai receber, além do próprio Marun, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para tratar da reforma. O relator da matéria na Câmara, Arthur Maia (PPS-BA), também foi convidado para o encontro.
.

(Marcelo Brandão, Davi Oliveira e Gidi Santos – Agência Brasil).

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Musa: Andrea Amorim foi a autora do CD de A Magia do Natal 2017

Amorim: “O objetivo do Natal é a confraternização e o fomento ao amor genuíno. Com certeza este 
é o melhor Natal da minha vida, no qual estou tendo reconhecimento na minha cidade como nunca antes”.

Alguns detalhes fazem A Magia do Natal ainda mais diferenciado entre outras festas natalinas realizadas aqui no estado de Pernambuco. Além da intensa participação de artistas locais na programação em todos os polos de animação, o evento ganhou uma trilha sonora exclusiva com músicas natalinas. As composições de Andrea Amorim, cantora nascida aqui na cidade de Garanhuns, em parceria com músicos locais, assim como internacionais, estão presentes nas peças publicitárias e durante todo o percurso do já tradicional, Desfile de Papai Noel, que ocorreu até a última segunda-feira, dia 25 de dezembro.

Andrea, é importante atentar, é daquelas artistas que não conseguem parar quieta um só instante sequer. De um carisma contagiante, a jornalista ainda estuda Psicologia ao mesmo tempo em que realiza turnês internacionais, compõe e produz novos discos e canções. Natural da Cidade das Flores, já está próxima a comemorar 20 anos de carreira (em 2020) com os mais diversos estilos musicais no currículo artístico.

Este ano, a missão a ela confiada foi ainda maior: cantar a Ave Maria, às 18h ao vivo, na sacada da Prefeitura e compor 21 músicas com temática natalina para serem executadas durante A Magia do Natal, principalmente nos Desfiles de Papai Noel. “Foi o maior desafio da minha vida, com certeza, mas o fiz com minha alma. Fiz uma pesquisa bíblica, um cronograma de produção das letras, inseri os conhecimentos que adquiri nessa jornada para fazer um disco lúdico para todos terem acesso da mesma forma. Através de parcerias com os músicos Aldecy Souza e Dave Holmes (Inglaterra), o CD que leva o nome do evento se tornou realidade - com design de Doug Passos, e é vendido durante a programação.

“O objetivo do Natal é a confraternização e o fomento ao amor genuíno. Com certeza este é o melhor Natal da minha vida, no qual estou tendo reconhecimento na minha cidade como nunca antes. Me emociono a cada participação e agradeço a todos os envolvidos no que vem acontecendo. O carinho que eu recebo, não há dinheiro que pague”, diz Andrea.
.

Magia do Natal em Garanhuns realiza último desfile de Papai Noel

Após o desfile, sendo a penúltima atração da noite do Palco Prefeitura, o espetáculo "O Encanto da 
Flauta na Magia do Natal", emocionou a todos. Projeto é do artista Valdir Marino. (Secom/PMG).

A noite de Natal, celebrada aqui em Garanhuns, foi repleta de apresentações locais, com shows produzidos especialmente para a Magia do Natal. O Desfile do Papai Noel passou pela última vez na Avenida Santo Antônio e fez brilhar os olhos dos moradores e turistas que passaram pelo Centro, às 18h. Como em quase todas asocasiões, estiveram presentes o Prefeito Izaías, e seu vice, Haroldo Vicente. O Polo Infantil também recebeu sua última edição no fim da tarde desta segunda-feira (25) especial.

A Praça Souto Filho, a Fonte Luminosa, contou com uma plateia atenta, para as contações de histórias. O primeiro a se apresentar para as famílias que visitaram a praça foi Sandoval Ferreira, da Biblioteca Indústria do Conhecimento. Após Sandoval, foi a vez de Sthephany Metódio e Alexandre Revoredo, cantar e contar as “Histórias da Caixola”, encerrando com chave de ouro o último Polo Infantil da Magia do Natal 2017.

Às 18h, a cantora garanhuense, Andrea Amorim, cantou a música Ave Maria na sacada do Palácio Celso Galvão, para dá início ao último Desfile do Papai desta edição da Magia do Natal. Mais uma vez, a Avenida Santo Antônio se iluminou com os carros alegóricos e crianças que participam do desfile. Ao todo, 230 crianças se revezaram durante os sábados e domingos de novembro e dezembro no desfile. O encerramento trouxe belos momentos de emoção e confraternização, entre todos os participantes e organizadores.
.

No Palco Prefeitura, o espírito natalino tomou conta com apresentações de artistas locais. Alunas da Escola São Cristóvão, localizada no bairro da Liberdade, dançaram a versão de uma música natalina, abrindo a noite. Em seguida, veio o Reisado Juvenil Cultura de Garanhuns, formado por alunos da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Virgem do Socorro e coordenado por Gonzaga de Garanhuns. A penúltima atração foi o espetáculo "O Encanto da Flauta na Magia do Natal", um projeto do artista Valdir Marino, em parceria com a pianista, Adriana Felipe, e o percussionista, Nino Alves. O show contou com músicas natalinas, contação de histórias e utilização de fantoches.

A cantora agradeceu a organização do evento por ter recebido a responsabilidade de produzir a trilha sonora oficial da Magia do Natal. “Eu tive a honra de preparar esse cd com 21 canções autorais, feitas com muito carinho e amor, com todo o meu coração. Foi uma idealização de Michelle Régis e eu sou muito grata a ela por ter me confiado este trabalho. Foi um dos maiores desafios da minha vida e um dos maiores presentes também”, relatou.
.

2018: Prefeitos de Olinda, Jaboatão e Cabo se aproximam de FBC

Aproximação, é um alerta para Paulo Câmara, já que essas cidades são determinantes 
nas urnas por serem grandes colégios eleitorais. (Rebeca Silva / Folha-PE).

Enquanto o Governo de Pernambuco, em sua frente política, através do Palácio das Princesas, está focado em conquistar os colégios eleitorais do interior, onde os oposicionistas têm forte inserção, focos de insatisfação com o governo Paulo Câmara (PSB) começam a surgir na Região Metropolitana do Recife. Em Olinda, o prefeito Professor Lupércio (SD) reclama da falta de mais espaço na administração socialista. Em Jaboatão dos Guararapes e no Cabo de Santo Agostinho, comenta-se, nos bastidores, que os gestores se queixam de "uma presença" mais ativa do chefe do Executivo estadual.

Anteontem, os três prestigiaram a entrega de título de cidadão cabense ao senador e pré-candidato ao Governo, Fernando Bezerra Coelho, que trava uma luta com Jarbas, pelo comando do PMDB, desafeto do PSB. A sintonia dos três gestores é tamanha que eles planejam, até mesmo, um encontro para debater as conjuntura do Estado em breve. A aproximação é um alerta para Paulo Câmara, já que essas cidades são determinantes nas urnas por serem grandes colégios eleitorais. Jaboatão, segundo maior em número de eleitores, tem 442.865 mil eleitores e Olinda e Cabo, 267.974 e 165.023, respectivamente.

Embora o Solidariedade faça parte da gestão do prefeito Geraldo Julio (PSB) e no Estado, Lupércio não tem espaço nas administrações. Os cargos ocupados na Secretaria Municipal de Saneamento são da cota do titular da pasta, Alberto Feitosa, e no Governo do Estado, na Jucepe e Procon são da cota do deputado federal Augusto Coutinho. “Quando falo que não tenho espaço é porque não tenho espaço com o governo, desde quando fui deputado estadual. Eu já vinha lutando em relação a isso. Mas isso não impede de ter meu apoio com relação ao governador”, externou Lupércio, em recente entrevista à Rádio Folha.

Governador de PE, sobre segurança em 2018: “Vai terminar melhor”

Em entrevista a TV Jornal, e ainda se referindo ao tema, Paulo defendeu que no próximo ano, 
índices de homicídio retornaram aos que foram registrados em 2014. (Amanda Miranda).

O governador Paulo Câmara (PSB) voltou a defender que haverá redução da violência em Pernambuco em 2018. Em entrevista ao cientista político Antônio Lavareda no programa 20 minutos, na TV Jornal, o socialista disse que prevê para o ano final do seu primeiro mandato uma queda no índice de homicídios que pode, para ele, levar o Pacto pela Vida ao patamar de 2014, quando começou a aumentar. Em números, significaria sair dos 5.030 assassinatos entre janeiro e outubro deste ano para 3.434 registrados ao longo de 2014.

“Dois mil e dezoito, como já está acontecendo em 2017, vai terminar melhor do que começamos”, prometeu o governador, que deve se candidatar à reeleição no ano que vem. “A gente tem condições de acabar 2018 com a violência em Pernambuco voltando aos números, que ainda vão ser altos, mas números de 2014. E mostrando o caminho de continuar avançando”, afirmou Câmara assegurando que o Pacto pela Vida, é um Programa de Segurança desenvolvido e executado com excelência..

Paulo Câmara enfatizou que a violência aumentou em todos o País e atribuiu o problema à crise econômica, que, segundo ele, tem atingido o Estado de forma mais severa. “Sabendo que isso é um problema nacional, sabendo que, enquanto nossas fronteiras continuarem muito abertas para drogas e armas, fica muito difícil evitar. Mas, com educação, buscando fazer prevenção e com polícia na rua fazendo repressão é possível realmente fazer com que a segurança em Pernambuco seja restabelecida”, afirmou.

O socialista ainda lembrou que houve uma greve da PM em 2014. “Uma greve é uma coisa muito séria. Uma greve na Policia Militar deixa muitas marcas, ela quebra a hierarquia, quebra a autoridade dos comandos. e isso foi restabelecido”, garantiu. Em 2016, já sob o governo de Paulo Câmara, os policiais ameaçaram novamente paralisar as atividades. O governador trocou a chefia da corporação.

DEM, vai testar nome de Rodrigo Maia para Presidente da República

Efraim Filho: "O Rodrigo tem os principais atributos que o legitimam a exercer essa função de 
candidato do centro: capacidade de diálogo, equilíbrio e serenidade para tomar decisões”.

O Democratas (DEM), antes PFL, trabalha para lançar o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ), como candidato à Presidência da República em 2018. A legenda investe no discurso de que ele é o único candidato com capacidade de "reunificar" a política nacional, por ser hoje um dos poucos políticos com trânsito no governo e nos principais partidos da oposição (PT, PC do B e PDT), que o ajudaram a se eleger para o comando da Casa, além de manter boa relação com o Judiciário.

O lançamento da pré-candidatura já tem data para acontecer: 6 de fevereiro, quando está marcada a convenção nacional do DEM. Ao lançar Maia, a estratégia do partido é testar o nome do presidente da Câmara nas pesquisas eleitorais. O parlamentar fluminense tem dito a aliados que só aceita disputar o Palácio do Planalto se atingir pelo menos 10% das intenções de voto. Nos últimos levantamentos, ele ainda patina, com menos de 5%.

"O Rodrigo tem os principais atributos que o legitimam a exercer essa função de candidato do centro: capacidade de diálogo, equilíbrio e serenidade para tomar decisões. Hoje é um presidente respeitado pelo governo e pela oposição, mostrando vocação para romper esse clima de intolerância política que agita o País", diz o líder do DEM na Câmara, Efraim Filho (PB), um dos principais entusiastas da candidatura de Maia.

Em entrevista ao jornalista Roberto D’Avila, na Globonews, questionado sobre 2018 e as próximas eleições, Maia falou da importância da aprovação das reformas para o país. A primeira discussão da casa, ano que vem, será uma agenda de reforma completa do Estado brasileiro. A principal das reformas, defende Maia, continua sendo a da Previdência, que será debatida na Câmara Federal, em Brasília, no decorrer do mês de fevereiro.

       Abaixo, você confere a entrevista: