segunda-feira, 25 de julho de 2016

IML confirma seis mortos durante rebelião em presídio de Caruaru

Familiares de presos estão na porta da penitenciária. O domingo seria de visitas na unidade, 
mas elas foram canceladas por conta da rebelião. (G1 Portal de Notícias).

O Instituto de Medicina Legal em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, confirmou ao G1 na manhã deste domingo (24) que seis pessoas morreram durante a rebelião na Penitenciária Juiz Plácido de Souza. O IML informou que os corpos ainda estão sem identificação e as causas das mortes são desconhecidas. A Secretaria Executiva de Ressocialização informou por meio de nota que "há registros de seis mortes".  Onze feridos, segundo a Seres, foram levados ao Hospital Regional do Agreste, três deles já retornaram à unidade. A Secretaria informou que um inquérito será aberto para apurar as mortes.

Em nota, o tenente-coronel Roberto Galindo disse que não houve fuga e a situação é considerada estável no presídio. A PM esclareceu que alguns vídeos estão sendo divulgados - de forma criminosa - nas redes sociais como se fossem em Caruaru. "No presídio só temos efetivo extra, ou seja, o policiamento ostensivo na cidade de Caruaru não foi afetado. Pelo contrário, foi reforçado com Guarnições de cidades vizinhas, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil", informou a nota da Polícia Militar. Na manhã de hoje, uma comissão - formada por representantes da polícia militar, da polícia civil e da administração do presídio, esteve reunida com os presos.

Familiares de presos estão na porta da penitenciária. O domingo seria de visitas na unidade, mas elas foram canceladas por conta da rebelião. A Seres informou que as visitas serão programadas para o decorrer da semana.

Divergência - A rebelião na Penitenciária Juiz Plácido de Souza pode ter sido motivada por brigas de grupos que existem dentro da unidade prisional. "A motivação ainda estamos investigando, mas, provavelmente, há um núcleo que vinha promovendo violência contra a maioria dos presos. Todos [os detentos] alegam divergências de grupos na cadeia", informou o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, na noite deste sábado (23). De acordo com o secretário, tudo o que foi dito pelos presidiários será investigado pelos órgãos competentes.

Magia do circo é opção para o público que prestigia o 26º FIG

Ao todo, serão oito dias de espetáculos, iniciando sempre às 16h. (Secom – PMG).

Aplausos e gargalhadas foram arrancados Das mais de 1.200 pessoas, entre garanhueses e turistas, que prestigiaram, na tarde do último sábado (23), o primeiro espetáculo do Circo desta edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). Ao todo, serão oito dias de espetáculos, sempre às 16h. Neste ano, instalado no Parque Euclides Dourado, a arte circense conta com uma programação gratuita que privilegia a tradição, sem deixar de abrir espaço para artistas contemporâneos, com apresentações pernambucanas e, também, de outros estados do Nordeste.

Na tarde deste sábado, a lona do circo se transformou em um colorido encontro de família. Crianças, adolescentes, adultos e idosos – todas as gerações, juntas – estavam ansiosos para assistir o ‘Picadeiro Pernambuco, a Tradição Milenar’. O espetáculo, formado pelo Centro Carcará (PE), contou com apresentações de mágica, acrobacias, tecidos, trapézio, malabares, show de palhaços, entre outras modalidades – todas elas acompanhadas de música ao vivo, que animava e envolvia os presentes. A exemplo da garanhunese Maria Vitória, de 12 anos de idade, todo o público estava entusiasmado com o espetáculo. “Eu sempre gosto muito de circo porque a gente se diverte. Está sendo muito bom”, disse a pequena.
.

O espetáculo, montado exclusivamente para esse primeiro dia de atrações no circo, reuniu artistas de seis circos itinerantes e outros artistas independentes. “É uma grande mostra da grande família circense pernambucana. Então pessoas que nunca trabalharam juntas estiveram no mesmo picadeiro trazendo números extremamente tradicionais de circo. Sempre que a gente vem somos muito bem recebidos, pois encontramos um público alegre e receptivo. É muito prazeroso. Uma troca de energia. É uma alegria. Uma grande explosão de prazer”, completou o diretor do espetáculo, Willames Santana.

Os ingressos são entregues a cada dia, das 11h às 12h30, no mesmo local onde a lona está instalada. Neste domingo (24), o circo irá receber artistas do Circo Lua Crescente e Cia, da Trupe Circus, da Paraíba. Já na segunda-feira (25), a atração será de Alagoas, da Turma do Biribinha. No dia seguinte, o público poderá assistir ao espetáculo “O Circo Chegou”, do circo pernambucano Nawellington. Na quarta-feira (27), a atração Circo de Rua é da Tropa Trupe, do Rio Grande do Norte (RN). “Magia para Todas” é o nome do espetáculo que Ryan Rodrigues trará na quinta-feira (28). Na sexta-feira (29), é a vez da Tradição Centenária do Circo Alvez, com música e poesia de Pernambuco. E encerrando a programação circense desta edição do FIG,1 no sábado (30), o público assistirá uma grande mostra de números circenses, que contará com diversos artistas.
.

Mostra de cinema no FIG traz produções nacionais e estrangeiras

Ao todo, são três sessões por dia – 14h, 18h40 e 21h – e os ingressos
são distribuídos gratuitamente uma hora antes de cada exibição. (Secom – PMG)

Em sua 12ª edição, a Mostra de Cinema do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) trouxe grandes títulos do mundo cinematográfico para serem apreciados pelo público. Estarão em cartaz, durante o 26° FIG, treze filmes pernambucanos, nacionais e estrangeiros, que serão exibidos no Cine Eldorado, na Avenida Rui Barbosa. Ao todo, são três sessões por dia – 14h, 18h40 e 21h – e os ingressos são distribuídos na bilheteira, gratuitamente, uma hora antes de cada exibição.

Neste ano, a programação contempla exibições com audiodescrição e libras e a sessão especial “Horror Brasileiro Contemporâneo”. Além disso, ao final de algumas exibições, alguém da equipe do filme, que poderá ser um ator, produtor ou diretor, por exemplo, estará em contato com o público para um bate-papo sobre a produção do filme e tirando dúvidas sobre o mesmo. A exemplo disso, na quarta-feira (27), Alceu Valença vai conversar com o público sobre “A Luneta do Tempo”. De um modo geral, a programação privilegia produções nacionais e, sobretudo, produções pernambucanas.

A coordenadora de audiovisual da Secretaria de Cultura de Pernambuco falou sobre a relevância dessa programação durante o FIG. “Ter esse polo no FIG proporciona um acesso a alguns filmes que naturalmente não chegariam aqui. Eu acredito que o cinema, a arte de um modo geral, está muito associado ao entretenimento, a alegria. Mas a arte também é um ponto de desconforto, chega a um ponto de reflexão. O cinema traz algumas perspectivas de como você pode lidar com a sua vida melhor, de como você pode ver novos horizontes e ter uma vida melhor. Então quando as pessoas veem e discutem sobre o filme, interagem, é uma forma de você se abrir para o mundo e crescer, enxergar coisas novas”, comentou Milena Evangelista.

Além da programação no Cine Eldorado, em Garanhuns, a Mostra de Cinema no FIG irá estender-se, por meio do projeto “Cinema na Estrada”. O projeto itinerante será levado ao Sítio Colônia, em Jupi; ao Sítio São José, em Canhotinho; a Saloá e ao distrito de São Pedro. A programação completa poderá ser conferida no seguinte link: http://www.garanhuns.pe.gov.br/programacao-completa-do-fig-2016/.
.