segunda-feira, 4 de julho de 2016

A pedido de Mário Faustino, Governador autoriza obra que levará água às comunidades rurais de Garanhuns. São Pedro está na lista

“Essas áreas rurais em breve não sofrerão com problemas de abastecimento d’água. 
O Governador é sensível as nossas necessidades”, Garante Faustino.

A pedido do empresário e ex-vereador Mário Faustino, que no município integra os quadros do Partido Socialista Brasileiro (PSB), o Governador Paulo Câmara autorizou semana passada, a execução de uma obra por parte da Compesa, que levará água às comunidades rurais de Garanhuns. O Povoado Cachoeirinha dos Francisco, o Sítio Papa Terra, além do Distrito de São Pedro (foto abaixo), serão as três primeiras áreas beneficiadas com a iniciativa por parte de Mário e do Governador.

A obra autorizada por Paulo, se deve a um projeto desenvolvido por Faustino, que visa a ligação de abastecimento d’água da adutora Garanhuns/Jucati à essas comunidades rurais. De acordo com Mário, e o projeto a que tivemos acesso, a estrutura de tubulação da adutora, passará necessariamente por essas comunidades, o que torna viável, de baixo custo e de alto benefício que um encanamento possa ser disponibilizado para conduzir a água as torneiras daqueles moradores.

A notícia da autorização da obra foi dada oficialmente pelo próprio Governador de Pernambuco, Paulo Câmara, ao vereador Paulo Leal, na cidade de Itaíba, no Agreste Meridional, semana passada. Na ocasião, Leal participava junto ao chefe do executivo de um evento onde foram anunciadas ações de melhoria por parte do Governo de Pernambuco, para aquele o município. “Acabei de chegar de viagem de itaiba onde tive um encontro com o Governador Paulo Câmara. Ele mesmo me confirmou o começo da nova tubulação para o Distrito de São Pedro!”, postou o vereador em sua conta numa rede social (Facebook).
.

Ao falar ao Blog do Gidi santos, Faustino, comemorou a autorização da obra, e ainda fez questão de frisar que novas ações do Governo de Pernambuco devem ser protagonizadas em breve. “Essa é uma busca antiga nossa. Essas áreas rurais em breve não sofrerão com problemas de abastecimento d’água. O Governador Paulo Câmara é sensível as nossas necessidades, algo que me faz dizer que logo em breve teremos mais ações de melhoria por parte do executivo estadual em nossa cidade”, defendeu Faustino.

Atualmente, o distrito de São Pedro conta com a barragem da Cajarana para seu abastecimento, sendo que sua acumulação de água no momento é de apenas, 103 metros cúbicos, dos 2 milhões e 600 que ela tem capacidade de comportar. A operação Carro Pipa do Agreste Meridional até que tenta amenizar o sofrimento daquela população, todavia sem conseguir. Recentemente, a Compesa informou que em razão do estado de colapso da barragem da Cajarana, a estatal está distribuindo água ao distrito através das barragens que compõe o sistema de abastecimento d'água da zona urbana da cidade; Cajueiro, Inhumas e Mundaú, mas, de acordo com a própria estatal, de forma paliativa.
.

Nível d'água acumulada nas barragens de Garanhuns está em 72%, mas Distrito de São Pedro sofre com falta do líquido

Recentemente, a Compesa passou a distribuir Água ao Distrito através das barragens que compõe 
o sistema de abastecimento da zona urbana da cidade, Cajueiro, Inhumas e Mundaú.

O nível de água acumulada nas três barragens que servem ao abastecimento d’água a cidade de Garanhuns está em 72%. A informação é da Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac) e foi divulgada oficialmente no último dia 29 de junho deste ano. Segundo Boletim da Agência, nosso maior reservatório, a barragem do Cajueiro, (Mundaú II), - que pode estocar 19 milhões de metros cúbicos d’água, está com 74% de sua capacidade preenchida, ou seja, 14 milhões, 372 mil metros cúbicos. Já Inhumas, que é bem menor e que comporta ao total, quase 8 milhões de metros cúbicos, está com 4 milhões, 437 mil metros. Quanto a Mundaú I, que tem capacidade para estocar cerca de 2 milhões de metros cúbicos, está pela “proa” (100% ocupada).

Diante desse quadro, a situação de momento para o abastecimento d'água em Garanhuns é relativamente razoável, já que de acordo com os números, o município comporta ao total em suas barragens, 29 milhões de metros cúbicos do líquido, sendo que no momento, quase 21 milhões estão estocados (72%, de acordo com a Apac). Contudo, a população do Distrito de São Pedro vem sofrendo. É que a barragem da Cajarana, que abastece aquela população, está em estado de colapso, dado que o mesmo boletim da APAC (emitido dia 29) afirma que apenas 103, dos 2 milhões e 600 mil metros cúbicos que a barragem comporta, estão ocupados. 

      Recentemente, a Compesa informou que em razão do estado de colapso da barragem da Cajarana, a estatal está distribuindo água ao distrito através das barragens que compõe o sistema de abastecimento da zona urbana da cidade; Cajueiro, Inhumas e Mundaú. De acordo com a Compesa, cerca de 4 mil metros cúbicos do líquido estão sendo destinados à São Pedro, mensalmente. Ainda sobre o Distrito, o problema de abastecimento d’água deve ser solucionado em breve, já que através de um projeto remetido à Casa Civil de Pernambuco, pelo ex-vereador Mário Faustino (foto abaixo ao centro), a água que será levada de Garanhuns à Jucati, através de uma nova adutora, deve chegar as torneiras daqueles moradores. Além de São Pedro, o povoado Cachoeirinha dos Francisco e o Sítio Papa Terra também serão beneficiados com a água.
.

Ato em repúdio à violência sexual mobilizou Garanhuns sexta-feira

O momento aconteceu no Espaço Cultural Luiz Jardim, no Centro. (Secom – PMG)

A violência sexual e a culpabilização da vítima foi o tema abordado em um ato público realizado pela Secretaria da Mulher (Secmul) de Garanhuns na última sexta-feira (01) em Garanhuns. O momento aconteceu no Espaço Cultural Luiz Jardim, no Centro. Representantes do Governo Municipal, Polícia Civil e movimentos estudantis estiveram presentes; além da população que acompanhou as atividades realizadas.

Promovendo a inclusão da sociedade no debate, evidenciando que a cultura do estupro não é lugar comum no município, a temática foi levada às ruas. Durante o ato, servidoras da Secretaria da Mulher estiveram com as mãos atadas, utilizando algemas, e também usaram fitas com descrições de reflexão como forma de simbolizar a censura.

Foram esclarecidas as competências do órgão municipal no combate e atendimento aos casos de violência sexual. “Esse é um crime que é naturalizado, e as pessoas nem se tocam mais que é tão frequente e pode acontecer com qualquer um. Então nós precisamos chocar para que as pessoas saibam que esse tipo de crime ainda é pertinente”, afirmou a titular da pasta, Eliane Simões.

A importância da integração entre os órgãos públicos e a adoção de medidas em defesa da mulher também foi discutida. A delegada da nona Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (9ª DEAM), Débora Bandeira, ressaltou a importância do evento para evidenciar essa atuação. “Esse ato é muito importante, pois a sociedade inteira se mostra contra este tipo de prática absurda, que tem que ser combatida. Para isso, a Delegacia da Mulher está aí, atuando no combate e coibindo novos crimes no município”, finalizou.
.

Governo de Pernambuco lança campanha contra o preconceito e discriminação à crianças portadoras de microcefalia

A iniciativa é denominada: “Em Pernambuco, quem nasce com microcefalia é recebida pela família 
com amor, pelo estado com atenção e por todos com respeito”. (G1 Portal de Notícias)

O governo de Pernambuco começou a veicular desde a última sexta-feira (1º), uma campanha para amenizar o preconceito e a discriminação contra as crianças com  microcefalia associada ao vírus da zika. A iniciativa, denominada “Em Pernambuco, quem nasce com microcefalia é recebida pela família com amor, pelo estado com atenção e por todos com respeito”,  prevê a realização de uma exposição itinerante com fotos de famílias pernambucanas, ressaltando o amor, carinho e afeto entre pais e filhos. A campanha também contará com divulgação do material por meio de anúncios de jornal, TV, internet, além de ônibus e outdoor. Foram produzidos comerciais com depoimentos de pais e responsáveis pelas crianças.

Pernambuco é o primeiro estado a notificar a mudança de padrão de microcefalia em todo o país. Tem, atualmente, 336 casos da malformação confirmados. O governador do estado, Paulo Câmara, destaca que a iniciativa é importante para levar a discussão para a sociedade. Segundo ele, é preciso garantir os direitos e o respeito e a dignidade para essas crianças. O trabalho contará também com um hotsite. Clicando na página, os internautas poderão deixar mensagens,  por meio de vídeos, fotos e textos, para os bebês com microcefalia que estão nascendo em Pernambuco.

O portal contará ainda com as peças da campanha, fotos das famílias e perguntas e respostas sobre microcefalia, para trabalhar os estigmas sociais relacionados ao tema, além de toda a rede de atendimento descentralizada do estado.

Rede de saúde - No final de 2015, o estado contava com apenas duas instituições que atendiam as crianças com microcefalia:  O Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) e a Associação de Apoio à Criança Deficiente (AACD). Historicamente, Pernambuco registrava 12 casos da malformação, em média, por ano.

Atualmente, 24 unidades em todo o estado já prestam algum tipo de atendimento relacionado à microcefalia. A partir deste mês, a UPAE de Limoeiro, no Agreste, e o Hospital Regional Fernando Bezerra, em Ouricuri, no Sertão, vão iniciar o trabalho de reabilitação das crianças. Até outubro do ano passado, uma criança precisava percorrer, em média, 420 quilômetros para ter um atendimento para microcefalia. Atualmente, de acordo com a Secretaria de Saúde de Pernambuco, essa distância foi reduzida para menos de 60 quilômetros de distância.

Pesquisa - Pernambuco também tomou uma iniciativa pioneira no Brasil de fomento à pesquisa científica nessa área. Neste sentido, foram investidos R$ 3 milhões, de recursos das secretarias estaduais de Ciência e Tecnologia e da Saúde, via Facepe, para fomento a estudos que buscam identificar e conhecer melhor o vírus zika.
.

Pernambuco registra 59 casos da doença influenza A H1N1

Os dados, que compreendem ao período de 1º de janeiro a 25 de junho, foram divulgados 
nesta segunda-feira (4), pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). (Folha - PE)

Dos 878 casos da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) já notificados este ano, em PE, 59 tiveram diagnósticos confirmados para influenza A H1N1. Além disso, foram registrados 65 casos de SRAG com evolução para óbitos, dos quais 14 mortes foram confirmadas para a influenza A H1N1, sendo 5 no Recife, 1 em Olinda, 1 em Caruaru, 1 em Palmares, 2 em Jaboatão dos Guararapes, 1 em Petrolândia, 1 em João Alfredo, 1 em São Lourenço da Mata e 1 em Petrolina. Os dados, que compreendem os meses de janeiro a junho, foram divulgados nesta segunda-feira (4), pela Secretaria Estadual de Saúde.

Outras 36 mortes foram por SRAG não especificada e 1 por outros vírus respiratórios. Os demais óbitos estão sendo investigados, podendo ter sido provocados por diversos vírus, como adenovírus, vírus sincicial respiratório, influenza (A H1N1, AH3 Sazonal, B e vários outros subtipos), parainfluenza (1, 2 e 3), e diversas bactérias, além de outros agentes etiológicos, como fungos. De acordo com o boletim da influenza, no mesmo período de 2015, foram notificados 655 casos de SRAG, sem confirmação para influenza A H1N1.

Foram realizadas 308 coletas de pacientes com SG. Desses, 43 resultados deram positivo para influenza A H1N1. No mesmo período de 2015, não foi confirmado caso de síndrome gripal por influenza A H1N1.
.

VISITA CORTESIA: Ministro da Saúde vem a Pernambuco e participa de homenagem ao ex-Governador Eduardo Campos

Placa em homenagem ao ex-governador foi descerrada no Hospital Mestre Vitalino,
em Caruaru, no Agreste de PE, nesta manhã. (Foto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco)

Em Pernambuco, onde visita, nesta segunda-feira (04), unidades de saúde nos municípios de Caruaru, no Agreste, e do Recife, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, participou de homenagem ao ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB). Uma placa em homenagem ao ex-governador foi descerrada no Hospital Mestre Vitalino, no Agreste, nesta manhã. O reconhecimento foi dado a Campos, pois ele teria sido um dos grandes idealizadores da unidade de saúde.

Entretanto, por causa da campanha eleitoral de 2014, na qual ele concorreu à Presidência da República, o socialista não pôde inaugurar o Hospital Mestre Vitalino e nem ter o seu nome colocado na placa.

Agenda - O ministro ainda deve visitar, em Caruaru, a UPAE Ministro Fernando Lira. No Recife, Barros visitará o Hospital da Mulher e o Instituto Materno Infantil Professor Fernando Figueira. Também na Capital, o ministro participa de reunião com prefeitos, gestores de saúde e entidades de classe local.
.

Prefeitura de Caruaru paga cachê de R$ 575 mil à Wesley Safadão

O valor do cachê, o maior entre os artistas contratados para a festa, gerou críticas nas redes 
sociais. Cantor prometeu doar o valor para instituições filantrópicas da cidade. (Diário PE)

O polêmico cachê para uma apresentação do cantor Wesley Safadão no São João de Caruaru, em 25 de junho (sábado), foi pago nesta sexta-feira. "A Fundação de Cultura de Caruaru informa que pagou o cachê do cantor Wesley Safadão na última sexta-feira, 01 de julho. A liquidação do contrato foi efetuada com recursos recebidos dos patrocinadores do São João 2016", diz o comunicado oficial enviado para a imprensa.

O cachê, R$ 575 mil, o maior entre os artistas contratados para a festa, gerou críticas nas redes sociais. Uma ação popular impetrada pelos advogados Angelo Dimitre Bezerra da Silva, Ewerton Bezerra da Silva e Marcelo Augusto Rodrigues da Silva na terça-feira anterior à festa exigiu o cancelamento da apresentação e foi acatada pelo juiz José Fernando Santos de Souza, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Caruaru na manhã do dia seguinte.

Com base em publicações na internet, os advogados comparavam a remuneração paga pela prefeitura caruaruense a um cachê, de R$ 195 mil, a ser bancado pela Prefeitura de Campina Grande por uma apresentação do artista no mesmo dia. Mas nem o contrato com o município paraibano havia sido celebrado nem a data do show era a mesma - Safadão estava escalado para cantar no Parque do Povo no dia 1º de julho. 

A prefeitura recorreu, e o show foi autorizado porque o Tribunal de Justiça julgou frágeis as informações sobre o cachê do show em Campina Grande e considerou possível a hipótese da defesa de os patrocinadores serem a fonte do dinheiro para quitar o valor - e não os cofres públicos. Na noite da apresentação, o Pátio de Eventos Luiz Gonzaga atingiu a capacidade máxima (100 mil pessoas) e chegou a ser fechado, por motivos de segurança, segundo a gestão municipal. Algumas pessoas tentaram invadir o espaço através das entradas destinadas aos artistas e à equipe de produção.

Wesley comentou a celeuma no palco, recordou a primeira apresentação realizada em Caruaru, para uma plateia de apenas 200 pessoas, e prometeu doar o cachê, integralmente, a instituições filantrópicas da cidade. "De todo o meu cachê, eu não vou pegar um centavo. Sabe por quê? Porque música é isso, eu amo o que eu faço. Deus já me abençoou demais. Tá? E todo o meu cachê vai ser revertido para as instituições de caridade aqui de Caruaru. A gente provou o que tinha que provar. É dinheiro, né? Então tá. Eu vou receber o meu cachê? Vou. Mas vai ser todo doado. E eu fiz questão de falar isso em público", garantiu.
.