quinta-feira, 16 de junho de 2016

Funase abre inscrições para contratar advogados em Pernambuco

As oportunidades, de acordo com o edital lançado, são para as cidades de Caruaru (5 vagas); 
Vitória de Santo Antão (01), Timbaúba (01) e Garanhuns (1). Salário é de R$ 3,300 reais. (JC Online)

Estão abertas, a partir desta quinta-feira (16), as inscrições para o processo de seleção simplificada da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), que irá selecionar oito profissionais da área de advocacia para atuar nos municípios de Caruaru, Vitória de Santo Antão, Timbaúba e Garanhuns, A remuneração é de R$ 3,300 reais e os candidatos podem se inscrever até o dia 5 de julho.

Podem se candidatar, profissionais graduados em Direito com inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e com experiência mínima de um ano na área jurídica, seja no serviço público ou privado. Para participar da seleção, é necessário preencher um formulário de inscrição disponível no site da Funase, o www.funase.pe.gov.br, que deve ser encaminhado em seguida, junto a documentação exigida pelo edital via Sedex para Avenida Rosa e Silva, 773, Bairro dos Aflitos, Recife, Pernambuco. Os resultados preliminares serão divulgados no dia 20 de junho. Os recursos, poderão ser impetrados entre os dias 21 e 25 do mesmo mês. Já o resultado final, sairá no dia 9 de agosto.

As oportunidades, estão assim distribuídas: Caruaru (5 vagas); Vitória de Santo Antão (01), Timbaúba (01) e Garanhuns (1). Os contratos devem ter duração de 24 meses, a contar da homologação, podendo ser renovados por até 6 anos, no máximo. Para acessar o edital e imprimir o formulário de inscrição da seleção, clique AQUI.

São João de Pernambuco com mais policiais nas ruas em 2016

Serão lançados quase 25 mil servidores das Polícias Militar, Civil, e Científica além de militares do 
Corpo de Bombeiros, que irão trabalhar durante o período de 04 a 29 de junho. (Fonte: SEI)

A Secretaria de Defesa Social – SDS divulgou, em coletiva de imprensa, o esquema de segurança para o São João 2016. Serão lançados 24.234 servidores das Polícias Militar, Civil, e Científica além de militares do Corpo de Bombeiros, que irão trabalhar de forma integrada durante o período de 04 a 29 de junho. Para auxiliar o trabalho das polícias, 100 câmeras de videomonitoramento do Centro Integrado de Operações de Defesa Social – CIODS, instaladas em alguns polos de animação, um Centro Integrado de Comando e Controle Móvel – CICCM e uma Plataforma de Observação Elevada – POE darão apoio às operações durante os festejos juninos deste ano.

“Apesar da redução dos polos e dos números de dias de festa, este ano serão empregados, em média, 932 profissionais de segurança por dia de evento, 100 a mais do que em 2015”, afirmou o Secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, referindo-se ao esquema de segurança montado em 2016. Pela primeira vez no São João de Caruaru, o CICCM, foi instalado no Pátio do Forró e vai monitorar as 14 câmeras da Plataforma de Observação, como também outros 14 equipamentos do Departamento de Estradas e Rodagens – DER.

Atuando preventiva e ostensivamente, nos principais polos juninos, a Polícia Militar vai lançar 19.664 militares no período de 04 a 29 de junho. Cidades como Recife, Caruaru, Limoeiro, Arcoverde e Petrolina, dentre outras, terão reforço no policiamento.  “Através de um grupo de trabalho instituído pela SDS, realizamos várias reuniões com as prefeituras e as promotoras de eventos a fim de identificar o fluxo de pessoas e também o grau de risco de cada evento, para que pudéssemos empregar o efetivo de forma precisa”, destacou o comandante geral da PMPE, coronel Carlos D’Albuquerque.

FPM destinará R$ 161,3 milhões adicionais à Pernambuco em julho

O Fundo de Participação dos Municípios (FPM), maior fonte de receita dos pequenas 
cidades, é formado por 23,5% da arrecadação do IR e do IPI. ( Amupe )

Os 184 municípios de Pernambuco receberão R$ 161,3 milhões a mais, no próximo mês, de recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), calcula a Confederação Nacional de Municípios (CNM). Tais recursos correspondem ao adicional de 1% da arrecadação do Imposto de Renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) destinada ao FPM, aprovado pela Emenda Constitucional 84, de dezembro de 2014, cujo relator foi o senador Armando Monteiro (PTB).

A Emenda Constitucional 84 criou o adicional em duas parcelas, de 0,5% em julho de 2015 e mais 0,5% agora, perfazendo 1%, que se repetirá doravante todo mês de julho. “Numa conjuntura de grave escassez de recursos públicos, causada em grande parte pela queda na arrecadação tributária, devido à desaceleração da atividade econômica, este adicional atenua a situação de fragilidade fiscal dos municípios”, avalia Armando. 

A CNM estima em R$ 3,2 bilhões o adicional de 1% do FPM a ser repartido entre os mais de 5.500 municípios brasileiros no mês que vem. O FPM, maior fonte de receita dos pequenos municípios, é formado por 23,5% da arrecadação do IR e do IPI.