segunda-feira, 13 de junho de 2016

Secretário da Casa Civil garante que Festival terá dez dias, inclusive o Palco Mestre Dominguinhos. Izaías: “Não vou contratar este ano”

“Se o Ministério Público não disser se houve ou não superfaturamento, nós não vamos contratar. Eu 
não vou contratar artistas para depois dizerem que eu superfaturei”, garantiu Régis ao Blog.

O Blog do Gidi Santos manteve contato telefônico exclusivo com o chefe do executivo local, o Prefeito Izaías Régis Neto do PTB, para que ele registrasse sua posição diante da que foi adotada e anunciada oficialmente mais cedo pelo blog, onde o Secretário da Casa Civil de Pernambuco, Antônio Figueira, garantiu à Comissão Especial do Fig, que o Festival de Inverno de Garanhuns, este ano, contará sim com dez dias em sua programação oficial, seja no palco principal, instalado na praça Mestre Dominguinhos (com atrações, nordestinas), seja nos outros pólos (mais de dez), espalhados pela suíça pernambucana.

Ao falar a nossa redação, o Prefeito fez questão de frisar que comemora a decisão tomada pelo Governo de Pernambuco, mas fez questão de registrar também que não irá realizar novas contratações para a praça Mestre Dominguinhos este ano, caso a segunda Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania do Ministério Público de Pernambuco aqui em Garanhuns, não conclua os trabalhos de investigação do inquérito civil instaurado pelo órgão, que apura uma denúncia dos vereadores de oposição, onde ele (Izaías) é acusado de ter, supostamente, superfaturado os contratos das atrações trazidas ano passado pela Prefeitura local; a Banda Capital Inicial e a cantora Ana Carolina.

“Eu não disse que não mais vou contratar. Eu disse o seguinte: como eu fui acusado de superfaturamento pelos vereadores da oposição, e eu sou consciente disso; de que, a denúncia que os vereadores fizeram não tem nenhuma procedência, se o Ministério Público não disser que houve superfaturamento, se não houve, que ele também diga, nós não vamos contratar. Eu não vou contratar artistas para depois dizerem que eu superfaturei”, garantiu Régis em contato com o jornalista Gidi Santos.
.

Apesar de frisar que a não conclusão do inquérito do MP, era o principal fator para não mais contratar para este ano, atrações para praça Mestre Dominguinhos, Izaías ainda guardou artilharia para voltar a criticar duramente a posição defendida pelos vereadores da base oposicionista em Garanhuns, Cláudio Taveira, Paulo Leal, Nelma Carvalho e Sivaldo Albino, que de acordo com ele, “inventaram a denúncia que foi dirigida ao MP”.

“O que eles (os vereadores da oposição) fizeram foi crime, porque eles pediram (os orçamentos) em nome de pessoas que não existem. São denúncias inventadas, criadas, mau feitas, inclusive. Nossas provas são cabais. Que os quatro vereadores de oposição tem que fazer oposição, tem! Mas que seja uma oposição limpa, sincera, honesta, que eu acho bom, que me corrige, mas oposição inventada, não!. Eu quero que eles provem!”, bateu Izaías.

Ainda de acordo com o Prefeito, com a proximidade da realização do Festival, fica inviável, que os trâmites necessários para essas contratações possam ser concluídos. Num segundo momento, o Prefeito Izaías, de forma serena, também colocou que o momento agora é de somar esforços entre o Governo do Estado e o Governo local para que juntos (município e estado) possam realizar um grande Festival.

O posicionamento do Governo do Estado é corretíssimo, inclusive nós vamos para a Fundarpe nos encontrar com Secretário de Cultura de Pernambuco Marcelino Granja e com a Presidente da Fundarpe, Márcia Solto esta semana. O momento agora é de união e nós estamos a inteira disposição do Governo do Estado, nos colocando numa parceria da maneira que for possível”, finalizou Izaías.

                                   Confira, abaixo, clicando em player, a entrevista exclusiva, concedida
                               ao Blog do Gidi Santos, pelo Prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, do PTB.

  

Secretário da Casa Civil garante que Festival de Inverno e palco da Praça Mestre Dominguinhos terão dez dias de atrações este ano

Notícia foi dada à Comissão Especial do Fig, na tarde desta segunda-feira (13), no Palácio do Campo das
Princesas em Recife, pelo Chefe da Casa Civil do Governo de de Pernambuco, Antônio Figueira.

O Festival de Inverno de Garanhuns, realizado pelo Governo do Estado de Pernambuco aqui na cidade desde 1991, e que este ano, está envolvido em uma grande polêmica, desencadeada pelos vereadores de oposição e o Prefeito Izaías Régis; terá sim dez dias em sua programação oficial, bem como na praça Mestre Dominguinhos, onde é instalado o palco principal do mega evento.

A notícia é oficial e foi dada à Comissão Especial do Fig, na tarde desta segunda-feira (13), no Palácio do Campo das Princesas, em Recife, pelo Chefe da Casa Civil de Pernambuco, Antônio Figueira. À comissão, presidida pelo empresário e ex-vereador Mário Faustino e ao Blog do Gidi Santos, com exclusividade, Figueira garantiu o seguinte: “O formato original do Festival de Inverno de Garanhuns, onde tradicionalmente dez dias são dedicados a programação oficial está garantido. Está garantido também as dez noites de shows na Praça Mestre dominguinhos”.

        O advogado, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Garanhuns, Alexandre Marinho, defendeu após o término da reunião, que a abertura do diálogo com o Governo do Estado foi a maior conquista da Comissão. “Mais importante do que garantir os dez dias foi à abertura desse canal de dialogo entre a sociedade de Garanhuns e o Governo Estadual. Essa foi sem dúvidas a grande conquista, já que podemos discutir não apenas o FIG, mas as demais ações do Governo em Garanhuns”, disse Alexandre. A defesa de Marinho também foi compartilhada por Mário Faustino. “O Governo do Estado vai abrir as portas pra gente. Onde tiver um problema, vamos poder equacionar”, garantiu Mário.

Com a garantia dada pelo Chefe da Casa Civil, a população de Garanhuns comemora, já que o Prefeito Izaías já havia garantido que não contrataria atrações nacionais para se apresentar este ano na Praça Mestre Dominguinhos, caso o inquérito que tramita no MP local, que apura as denúncias dos vereadores de oposição contra ele (Izaías) de suposto superfaturamento não fosse concluído.

Além de Figueira, estiveram representando o Governo de Pernambuco na audiência, o Dr. Ivan Rodrigues, Secretário de Planejamento e Gestão da pasta, e a Presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Márcia Souto, que na ocasião também representava o Secretário de Cultura de Pernambuco, Marcelino Granja. Representando a Comissão Especial do Fig, estiveram: o Presidente, Mário Faustino e os empresários Edival Veras, Ivan Júnior e Zé Mário, além do advogado e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Garanhuns, Alexandre Marinho.

      Compõe ainda a comissão, mas não puderam comparecer a audiência, por motivos superiores; o acadêmico de engenharia, John Capitó, o Maçom e Professor, Ricardo Marques de Noronha, o Deputado Estadual Claudiano Martins e seu assessor direto, Saulo Malta, o "Saulinho" e o Jornalista, editor deste blog, Gidi Santos. Semana passada, parte da Comissão já havia garantido junto ao Secretário de Cultura Marcelino Granja, que a 26ª edição do Festival mantivesse dez dias em sua programação oficial, que ocorre em diversos polos espalhados pela cidade (relembre AQUI). Agora o Secretário da Casa Civil garantiu que a praça Mestre Dominguinhos também terá dez dias de shows artísticos.

        O 26º Festival de Inverno de Garanhuns será realizado este ano, no período de 21 a 30 de julho e contará com atrações da região Nordeste, como ficou definido nos editais lançados pela Fundarpe. A realização também contará com oficinas, shows, cortejos, performances, intervenções, recitais, vivências criativas, espetáculos, desfiles, palestras, debates, exposições, mostras, encontros, ações de patrimônio cultural e outras atividades artístico-culturais.
.

GARANHUNS: PSD orienta filiados sobre nova legislação eleitoral e se fortalece para disputar vagas na Câmara de Vereadores

Linha de frente do partido conta com Roberval da Cohab 2, Vera da Saúde e o empresário Álvaro Fernandes, 
que já disputou, inclusive, duas eleições na cidade, sendo uma para vereador e outra para Prefeito.

O Partido Social Democrático (PSD), vem promovendo encontros desde o mês de novembro do ano passado, buscando orientar seus filiados e pleiteantes a uma vaga na Câmara de Vereadores, sobre a nova legislação eleitoral vigente; que preconiza por exemplo, que a partir deste ano, o período determinado à campanha eleitoral, antes de 90 dias, seja agora, de apenas 45, a ocorrer entre 16 de agosto a 30 de setembro.

Em nível local, a legenda é presidida pelo articulador político, Roberval Monteiro, o popular “Roberval da Cohab 2”; que atualmente é suplente de vereador. O PSD, do Deputado Federal eleito, hoje Secretário das Cidades do Governo de Pernambuco, André de Paula, é recém chegado a Garanhuns e região, porém, contando com algumas adesões de peso, já que os Portos; Felipe, Prefeito da cidade de Canhotinho, e Álvaro, Deputado Estadual, são novos filiados”.

Á nossa redação, o presidente local dos socialistas, Roberval Monteiro, revelou que vem sendo trabalhadas “costuras” políticas para composição de uma coligação, e que possivelmente, já no início do mês de julho, o PSD deverá defini-la. “É precipitado, antes de 90 dias, decidirmos uma coligação, mas já em julho, teremos novidades. O que posso adiantar é que nossa linha de frente conta com nomes já experientes e testados em eleições passadas, como Vera da Cohab 2 e Álvaro Fernandes”, garante Roberval, que também é pré-candidato a vereador pelo partido e compõe também, a linha de frente da legenda.

        Pertencente ao bloco da base do Governo Paulo Câmara no estado, o PSD, tende este ano, a colocar o número máximo de candidatos permitidos por lei nas ruas, para as eleições de outubro, já que conta com o respaldo e fortalecimento do Presidente Estadual da legenda, o secretário das Cidades, André de Paula, que deve acompanhar de perto as eleições municipais de Garanhuns.
.