sábado, 11 de junho de 2016

DECISÃO DA JUSTIÇA: ‘Japonês da federal’ é solto, volta a trabalhar, mas terá de usar tornozeleira eletrônica

Ishii continuará atuando na Polícia Federal em um cargo interno, mas por enquanto,
o órgão não especificou qual será a função dele. (Fonte: www.oolho.com.br)

O policial federal Newton Ishii, conhecido popularmente como o "Japonês da Federal", colocou nesta sexta-feira, 10 de junho, tornozeleira eletrônica por ter sido condenado a quatro anos, dois meses e 21 dias de prisão, já que facilitou a entrada de contrabando no país. A pena será cumprida no regime semiaberto harmonizado, ou seja, o agente ficará em sua residência com algumas restrições da Justiça – deverá estar em casa entre 23h e 5h durante a semana e está impedido de sair nos fins de semana.

Ishii continuará atuando na Polícia Federal em um cargo interno. Por enquanto, a PF ainda não especificou qual será a função. Conforme a decisão, o agente não poderá sair de Curitiba e Região Metropolitana sem a prévia autorização da Justiça. A medida alternativa foi adotada, segundo a  juíza Luciani Maronezi, em virtude da falta de vagas no sistema penitenciário para o cumprimento do regime semiaberto tradicional.

Além disso, conforme a decisão, o réu, o Policial Federal, Newton Ishii é primário; não cometeu crime mediante violência ou ameaça grave, bem como não possui outro fato que desabone a sua conduta de agente. O monitoramento ocorrerá até 21 de outubro deste ano, quando deverá ser revisto o regime. Quando Ishii foi condenado, em 2009, ele era aposentado e, portanto, a Justiça não fez nenhuma determinação relacionada a trabalho. Depois da condenação, o Tribunal de Contas da União (TCU) considerou a aposentadoria dele irregular por causa da contagem de tempo de serviço

Governador vistoria obras da Adutora do Rio São Francisco. Projeto semelhante é defendido por Mário Faustino para Garanhuns

Governador Paulo Câmara acompanhou o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho em 
vistoria a estação de bombeamento do Projeto de Integração do Rio São Francisco.

O governador Paulo Câmara acompanhou, nesta sexta-feira (10.06), o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, que veio ao Estado conferir o andamento das obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco. A vistoria contemplou a Estação de Bombeamento 1 (EB-1), que integra o Eixo Norte do projeto, situada em Cabrobó, município do Sertão do São Francisco. O chefe do Executivo estadual defendeu a celeridade da conclusão das adutoras como caminho efetivo para que as águas do "Velho Chico" cheguem até a casa dos pernambucanos que sofrem com a seca.

"É uma obra muito importante para a resolução definitiva dos problemas hídricos do nosso Estado. Os dois canais da Transposição estão quase prontos e, em breve, a gente deve ter eles em pleno funcionamento. Agora, o nosso desafio é fazer com que a água chegue na casa das pessoas. Estamos conversando com o ministro, no sentido de acelerar as obras das adutoras e a água chegar tanto no Sertão, quanto no Agreste pernambucano", destacou o governador.

Entregue em 2015 pelo Governo Federal, a EB-1 é a primeira elevatória do Eixo Norte. A estrutura bombeia a água do Rio São Francisco por 51,6 km até a segunda estação (EB-2) desse eixo, também situada em Cabrobó. Cada bomba da EB-1 tem capacidade para elevar a água do nível do rio em até 36 metros. A vazão é de 12,4 metros cúbicos por segundo. O ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, ressaltou a parceria com Pernambuco. "Nós estamos, junto com o Governo do Estado, avançando para que se garanta a funcionalidade e o acesso ao abastecimento de água para população", explicou. 

Para Garanhuns, uma obra semelhante vem sendo viabilizada pelo empresário e ex-vereador Mário Faustino, do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Semana passada, Faustino (foto abaixo de branco) esteve com com o Diretor Estadual de Articulação e Meio Ambiente da Companhia Pernambucana de Saneamento Básico (Compesa), Aldo Santos. Com Aldo, Mário tratou sobre um pedido de sua autoria, para que a adutora Garanhuns/Jucati, que interligará a rede de Jucati com o sistema de abastecimento de Garanhuns, possa levar água há algumas áreas rurais aqui do município, caso por exemplo de São Vicente, Papa Terra, Povoado Cachoeirinha do Francisco e o distrito de São Pedro.

De acordo com Faustino, o projeto da estatal prevê que a estrutura da adutora, passará necessariamente por essas comunidades, o que torna o pedido viável, de baixo custo e de alto benefício àquela áreas rurais. Quanto as barragens que alimentarão a adutora, são elas: a de Inhumas, que comporta ao total quase 8 milhões de metros cúbicos, e está atualmente com 4 milhões e 400 mil; 55% de sua capacidade, e a do Cajueiro (Mundaú II - imagem acima), que pode estocar 19 milhões de metros cúbicos de água, sendo que nos dias de hoje, 75% de sua capacidade está preenchida, cerca de 14 milhões e 600 mil metros cúbicos de água.
.

Sertão do São Francisco ganhará primeira Escola Técnica Estadual. Em Garanhuns, Mário Faustino trabalha para que ETE saia do papel

Diante da população local, o governador Paulo Câmara ressaltou que a construção
da unidade de ensino dialoga com a nova forma de fazer educação.

Eixo prioritário do Governo de Pernambuco, a educação profissionalizante inaugura uma nova fase no Sertão do São Francisco. O governador Paulo Câmara esteve no município de Cabrobó, nesta sexta-feira (10), para lançar o edital de licitação que garante a construção da primeira Escola Técnica Estadual do Sertão do São Francisco. Quando estiver concluída, em 2018, a unidade de ensino será a 41ª do Estado. Atualmente, 36 estão em pleno funcionamento atendendo os jovens pernambucanos.

Diante da população da cidade, o governador Paulo Câmara ressaltou que a construção da unidade de ensino dialoga com a nova forma de fazer educação, implantada desde a gestão do ex-governador Eduardo Campos. "Pernambuco tinha apenas seis escolas técnicas em 2007. Eu já tive oportunidade, como governador, de inaugurar oito escolas técnicas. Nosso planejamento prioriza isso. Onde tem escola técnica, a educação melhora a formação da mão de obra. Isso garante oportunidade de empregos para esses jovens, ao mesmo tempo, que garante a ida deles à boas universidades”, frisou.

Com um investimento total de R$ 13,1 milhões (sendo R$ 7,5 milhões recursos do Estado e R$ 5,6 milhões de contrapartida do Governo Federal), quando estiver concluída, a unidade de ensino vai atender 1.280 estudantes nas modalidades subsequente (ensino técnico para os concluintes do ensino médio), integrado (ensino médio junto com o técnico) e Educação à Distância (EAD). Além de Cabrobó, também serão beneficiados outros cinco municípios sertanejos. São eles: Orocó, Santa Maria da Boa Vista, Belém do São Francisco, Terra Nova e Parnamirim.

Em Garanhuns, o empresário e ex-vereador Mário Faustino encampa uma luta para que a ETE/Ariano Vilar Suassuna seja erguida na cidade. É que Faustino conseguiu recentemente, atuando como um interlocutor do Governo de Pernambuco, um terreno junto ao Governo de Garanhuns, que servirá à implantação da unidade de ensino aqui na cidade. Duas semanas atrás, Mário foi recebido em audiência pelo Prefeito Izaías, que logo em seguida liberou o terreno, entregue através da atual Secretária de Educação de Garanhuns, Janecélia Marins (foto abaixo).

Já na próxima semana, a pedido do Deputado Estadual Claudiano Martins, Faustino será recebido em uma audiência pública pelo Secretário de Educação do Estado, Fred Amâncio. Na ocasião, Mário fará a entrega oficial do terreno ao Governo de Pernambuco, que a partir de então deve definir um cronograma para edificação da escola, já que a obra já se encontra licitada, devendo custar aos cofres públicos, de acordo com a secretaria de Educação, cerca de R$ 11 milhões de reais.
.