domingo, 29 de maio de 2016

Ministro Bruno Araújo do PSDB enfrenta os primeiros protestos

Durante o protesto, o grupo, que englobava diversos movimentos, como o Nacional de 
Luta pela Moradia (MNLM), chegou a bloquear a via e ateando fogo em pneus. (Folha e Pernambuco).

Membros de movimentos sociais e urbanos de moradia, capitaneados pelas frentes Brasil Popular e Povo sem Medo, realizaram protesto na manhã da última sexta-feira (27), contra as primeiras medidas tomadas pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB). O grupo se concentrou na avenida Agamenon Magalhães, em frente ao escritório político do tucano, recém empossado e reivindicou a saída do presidente interino, Michel Temer.

“A gente veio aqui protestar contra as primeiras medidas tomadas por ele (Bruno Araújo) que revoga o Minha Casa, Minha Vida. São 11 mil casas que iam beneficiar o povo de Pernambuco e, especificamente, o povo do Recife. Tinham vários projetos em andamento que estavam dentro dessas 11 mil casas em Pernambuco, especificamente. Por conta disso, nosso protesto”, afirmou Felipe Cury, da Frente Brasil Popular. Segundo Cury, o ato foi, também, um pedido de saída de Temer. “Não só pela questão da moradia especificamente, mas principalmente porque não reconhecemos o governo Temer. A nossa pauta hoje é fora Temer, fora Bruno Araújo e fica Minha Casa, Minha Vida”, disse.

O grupo, que engloba movimentos como o Nacional de Luta pela Moradia (MNLM) e o de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas, chegou a bloquear a via e ateou fogo nos pneus, mas protestou, no geral, de forma pacífica. O Corpo de Bombeiros foi acionado e a avenida foi liberada para a passagem dos carros. No ato, os manifestantes chegaram a receber ameaças de um homem de dentro do empresarial onde reside o Ministro Bruno Araújo.

Inscrições no SISU começam nesta segunda-feira, 30 de maio

As inscrições poderão ser feitas de segunda-feira (30) a 2 de junho. O número de vagas 
aumentou 1,5% as oferecidas no segundo semestre do ano passado. (Fonte: www.sisu2016.com)

Começaram na segunda (30), as inscrições para o processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada – SISU 2016, edição 2º semestre. O programa é uma iniciativa do Governo Federal em parceria com o Ministério da Educação (MEC), onde instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para cursos de graduação a estudantes que realizaram as provas da última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

As inscrições terminam as 23h59min do dia 02 de junho. Para se inscrever os candidatos devem acessar o site SISU 2016 e informar o número da inscrição e a senha cadastrada para participar do Enem 2015. Nesta edição do Sisu, serão oferecidas 56.422 vagas para cursos distribuídos em 65 instituições de ensino superior espalhadas pelo Brasil.

No ato da inscrição o participante deve informar duas opções de curso obedecendo a sua ordem de preferência. Por exemplo, se os cursos pretendidos forem Odontologia e Direito, sendo Direito o curso de maior interesse do candidato, este na hora de realizar a inscrição deve informar o curso como sendo a sua primeira opção. Vale lembrar que durante o período de inscrições (30 de maio a 02 de junho) os candidatos podem alterar as opções, já que o sistema irá considerar válida, a última opção informada.