terça-feira, 24 de maio de 2016

GREVE TENDE A SER DESCARTADA: Alepe aprova lei que concede 12% de aumento aos servidores do Detran-PE

Integrantes do Sindicato dos Servidores do Detran (Sindetran) acompanharam a
reunião do colegiado nesta manhã e aplaudiram a decisão. (Alepe)

Ponto das negociações entre Governo e servidores para prevenir novas paralisações no Departamento Estadual de Trânsito (Detran), um aumento de 12% nos salários dos funcionários da instituição recebeu parecer favorável da Comissão de Justiça nesta terça (24). O reajuste, contido no Projeto de Lei nº 837/2015, de autoria do Poder Executivo, está abaixo dos 33% reivindicados pelos trabalhadores no início do movimento, mas foi aceito pela categoria em assembleia na última sexta (20). Este ano, as interrupções do atendimento no órgão já somam 35 dias.

Relator da matéria, o deputado Romário Dias (PSD) destacou que o acordo foi firmado entre a direção do Detran e representantes dos seus 1,3 mil servidores efetivos. “Isso faz parte de uma ampla discussão, por melhorias das condições de trabalho e do atendimento à população”, ressaltou. Presidente da Comissão, a deputada Raquel Lyra (PSDB) considerou que a proposição, que tramita em regime de urgência, permite “a normalização dos trabalhos em um órgão que, quando para, dificulta em muito a vida do cidadão.”

Integrantes do Sindicato dos Servidores do Detran (Sindetran) acompanharam a reunião do colegiado nesta manhã e aplaudiram a decisão. Presidente da entidade, Alexandre Bulhões avaliou que as negociações “resolveram o impasse” com a categoria. “Continuaremos o diálogo com o Governo, mas está suspensa a hipótese de greve no Detran com a aprovação desse projeto”, afirmou.

ALEPE: Relatório da CPI das Faculdades Irregulares poderá ser aproveitado pelo Conselho Nacional de Educação

Relatório final da CPI da Alepe, que investiga cursos de extensão oferecidos como
graduação universitária em algumas faculdades, será apresentado semana que vem. (Alepe)

O relatório final da CPI das Faculdades Irregulares da Alepe poderá servir como base para novas regulamentações do Ministério da Educação sobre cursos superiores. Na reunião realizada nesta segunda (23), a Comissão recebeu Márcia Ângela Aguiar, integrante da Câmara de Ensino Superior do Conselho Nacional de Educação (CNE).  Ela levará as conclusões da investigação feita pela Alepe para o CNE, órgão que auxilia o Ministério da Educação a decidir sobre regulação, autorização e credenciamento de instituições de Ensino Superior espalhadas pelo país.

“No momento em que esta CPI mostra que pessoas oferecem cursos de extensão que são apresentados como graduação universitária, isso mexe diretamente com uma regulação já existente no CNE”, declarou Márcia Aguiar. “Precisamos aperfeiçoar as normas do Ensino Superior para não deixar nenhuma brecha para as atividades irregulares que investigamos na CPI. Isso pode tanto vir de uma nova regulamentação como de uma alteração da Lei ”, considerou a relatora da CPI, deputada Teresa Leitão (PT).

“O MEC não disciplina qual o percentual de um curso de extensão que pode ser aproveitado num curso superior, o que se torna uma brecha para fraudes”, apontou o procurador federal Alfredo Gonzaga Falcão Júnior, também presente na reunião.  Ele avaliou que as provas levantadas pela CPI deverão ser avaliadas com cautela pelo Ministério Público Federal. “Há modelos de negócios investigados que são claramente fraudulentos, enquanto outros poderão se submeter a Termos de Ajustamento de Conduta”, avaliou o procurador.

Prefeito Izaías reajusta salários dos professores da rede municipal

O reajuste publicado em Diário Oficial, será retroativo ao dia 1 de janeiro de 2016. (Fonte: Secom-PMG)

Os professores da Rede Municipal de Ensino de Garanhuns tiveram seus vencimentos reajustados em 11,36% para o nível 1A. Para os demais profissionais do magistério foi concedido reajuste de 9% de forma linear. O reajuste salarial sancionado pelo Prefeito Izaías Régis, depois de apreciação e votação na Câmara de Vereadores de Garanhuns. O reajuste, foi publicado nessa segunda-feira (23), na edição do Diário Oficial dos Municípios/ Amupe.

Será instituído o valor de R$ 2.135,64 como piso salarial para os professores que atuam em sala de aula realizando 200 horas/aula. De acordo com o Secretário de Administração Bruno Gomes o valor foi definido depois de várias reuniões com representantes do Governo Municipal, Professores, Câmara de Vereadores e Sindicato dos Servidores Públicos de Garanhuns.

O reajuste será retroativo ao dia 1 de janeiro de 2016. “Os professores receberão retroativos a começar deste mês e será dividido em 8 parcelas, ou seja, o pagamento será de maio até o mês de dezembro”, garante o Secretário de Administração do Governo de Garanhuns, Bruno Gomes

EM GARANHUNS: Idosa é vítima de golpe no bairro Heliópolis

"Eles pegaram meu cartão, me levaram no carro e se passaram por advogados, se
dizendo meus amigos”, disse a idosa a Redação do Programa Combate.

De acordo com informações do radialista Alyson Novato (foto) e do Programa Combate, ancorado na 87 FM pelo também radialista, Pereira Filho, uma senhora, de nome Maria Helena, residente no bairro da liberdade aqui em Garanhuns, foi vítima de um golpe, na tarde do último dia 27 de abril deste ano. Segundo a própria Helena, que buscou o programa Combate para fazer a denúncia, ela estava nas proximidades da loja Sobral Calçados, situada no bairro de Heliópolis, onde na ocasião esperava sua advogada. Em contato com a redação do combate, dona Helena revelou ao repórter Alysson Novato Ws, que dois indivíduos de estatura mediana, abordaram-na, entregando-lhe um panfleto.

"Eles pediram que eu lesse um papel, e perguntaram o que eu estava esperando. Eu disse que estava aguardando minha advogada! Um deles, bem vestido, disse ser advogado, e que resolveria o meu problema. O outro, vistando (parecendo) ser mais velho, disse ser morador de Capoeiras-PE. Em seguida me obrigaram a entrar em um carro, eu entrei. Eles disseram que meu papel era muito importante, e que eu tinha que acreditar neles", disse, desesperada a redação Combate, dona Maria Helena.

Ainda segundo a idosa, esses mesmos homens, tomaram-lhe de assalto um cartão magnético, utilizado por ela para receber sua aposentadoria. Em seguida eles se dirigiram a agência bancária onde dona Helena é cliente, no centro da cidade. Lá, sacaram cerca de R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) e pasmem, ainda efetuaram empréstimos pessoais em nome dela. "Eles pegaram meu cartão, me levaram no carro e se passaram por advogados, se dizendo meus amigos. Só que eles estavam armados. Eu fiquei com tanto medo que se fiz amiga deles. Fizeram empréstimos em meu nome, e sacaram R$: 2.500,00 reais da minha conta", disse a senhora indignada.
.