terça-feira, 17 de maio de 2016

APROVADO: Projeto de Álvaro Porto garante meia entrada para professores das redes municipais em eventos

Além dos professores, o novo projeto contempla diretores, coordenadores 
pedagógicos, supervisores e titulares de cargos de apoio nas escolas das redes municipais

A volta da meia-entrada em eventos de cultura, lazer e entretenimento para professores das redes municipais em Pernambuco foi aprovada nesta terça-feira (17.05) pela Assembleia Legislativa. O projeto de lei que institui a inclusão desses profissionais entre os beneficiários do desconto é de autoria do deputado Álvaro Porto (PSD) e altera texto de 2007 (nº 13.247), que limitara o benefício aos professores do Sistema Estadual de Ensino.  Com a aprovação, foi resgatada a amplitude do projeto de lei nº 12.258/2002, que primeiro tratou da questão no Estado. 

Além dos professores, o novo projeto contempla diretores, coordenadores pedagógicos, supervisores e titulares de cargos de apoio nas escolas. E inclui ainda servidores de outros órgãos ligados à Educação, a exemplo da Universidade de Pernambuco, Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Conservatório Pernambucano de Música e Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente.  O projeto segue agora para sanção do governador Paulo Câmara.

Polícia Militar da PB anuncia Concurso para Formação de Oficiais

O Concurso terá validade de um mês, contados a partir da primeira homologação do resultado 
do concurso, podendo ser prorrogado por igual período. (Fonte: PCI Concursos)

Foi publicado na última quinta-feira, 12, o edital do Concurso Público que a Polícia Militar do Estado da Paraíba vai realizar com o objetivo de preencher vagas 30 vagas no Curso de Formação de Oficiais, sendo 25 para homens e 5 para mulheres. Podem se inscrever candidatos que tenham altura mínima de 1,65m, se do sexo masculino, e de 1,60m, se do sexo feminino; 18 anos, no mínimo, e 30 anos, no máximo no ano da matrícula do curso (até 31 de dezembro de 2017), e concluído o ensino médio ou correspondente.

Para participar, também é necessário estar inscrito no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM 2016), cujo etapa servirá como Exame Intelectual. Ao ingressar no Curso o candidato é denominado como Cadete do CFO PM, e ao terminá-lo com aproveitamento, será declarado Aspirante-a-Oficial PM, podendo chegar a 2º Tenente. Durante o Curso de Formação de Oficiais/2017 é pago uma bolsa cujo valor varia de R$ 2.194,54 a R$ 2.721,51. Após a conclusão os valores podem chegar até R$ 5.867,62.

As inscrições para o Concurso devem ser realizadas no site da Polícia Militar (www.pm.pb.gov.br), a partir das 9h do dia 04 de julho de 2016 até às 9h do dia 08 de agosto de 2016. Para efetivar a participação é necessário efetuar o pagamento da taxa no valor de R$ 50,00. Este certame é composto de cinco fases: Exame Intelectual (Provas Escritas - ENEM 2016); Exame Psicológico; Exame de Saúde; Exame de Aptidão Física; e Avaliação Social (Somente para os convocados para a matrícula no CFO). O Concurso terá validade de um mês, contados a partir da primeira homologação do resultado do concurso, podendo ser prorrogado por igual período.

Instituto Federal de Alagoas abre 185 vagas em dois editais

As inscrições vão até 12 de junho de 2016 no site www.copeve.ufal.br/sistema.
As taxas custam de R$ 50,00 a R$ 90,00. (Blog Aprova Concursos)

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas(IFAL) publicou dois editais que somados oferecem 185 vagas para todos os níveis de escolaridade. Os salários podem chegar a R$ 3,6 mil e as inscrições vão até o dia 12 de junho.

No edital 59/2016 a oferta é de 108 oportunidades divididas entre os cargos de Assistente de Aluno, Assistente em Administração, Técnico de Laboratório (Agroecologia, Agroindústria, Agropecuária, Aquicultura, Edificações, Eletroeletrônica, Eletrônica, Física, Hospedagem, Informática, Mecânica, Meio Ambiente, Química, Segurança do Trabalho, Soldagem) e Técnico (Tecnologia da Informação, Contabilidade, Edificações/Construção Civil, Eletrotécnica, Enfermagem e Segurança do Trabalho).

Já o edital 60/2016 oferece 77 vagas distribuídas entre as funções de Administrador, Analista de Tecnologia da Informação, Arquivista, Auditor, Bibliotecário/Documentalista, Economista, Enfermeiro, Jornalista, Nutricionista, Pedagogo, Programador Visual, Técnico em Assuntos Educacionais, Auxiliar de Biblioteca e Auxiliar em Administração. As remunerações vão de R$ 1.739,04 a R$ 3.666,54, acrescidas ainda de R$ 458,00 de auxílio-alimentação.

As inscrições vão até 12 de junho de 2016 no site www.copeve.ufal.br/sistemaAs taxas custam de R$ 50,00 a R$ 90,00. Os candidatos serão avaliados com prova objetiva previstas para os dias 25 de setembro de 2016 (edital 59/2016) e 23 de outubro(edital 60/2016). Os certames tem validade de dois anos, prorrogáveis por igual período. O instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (IFAL), está localizado na capital alagoana, Maceió, na rua Mizael Domingues, 75 – Centro, esquina com a Rua Barão de Atalaia e pode ser contactado através do número (82) 3194-1150.

Informações sobre o concurso do IFAL
• Inscrições: 13/05/16 a 12/06/16
• Cargo: Diversos
• Vagas: 185
• Salário: até R$ 3.666,54
• Taxa de Inscrição: R$ 50,00 a R$ 90,00
• Provas: 25/09/16 a 23/10/16
• Nível: todos
• Editais:Clique 59/2016 e 60/2016

Universidade Federal de Alagoas abre concurso com 72 vagas

 Para participar, interessados devem acessar o site da instituição que é o www.copeve.ufal.br/sistema até 
o dia 12 de junho e se cadastrar. As taxas de participação são de R$ 60, R$ 70 e R$ 100. (JC Online)

Estão abertas desde a quarta-feira (12) as inscrições para três concursos públicos da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) que devem selecionar 72 profissionais nos cargos de técnico-administrativos para compor o quadro de efetivos da instituição. Podem participar profissionais de níveis médio e superior e a remuneração varia de  R$ 1.739,04 a R$ 3.666,54, com jornada de trabalho de 20h a 40h/semana.

No primeiro edital, há vagas para os cargos de administrador (4),  analista de tecnologia da informação (2), arquiteto e urbanista (1), biólogo (1), engenheiro florestal (1), engenheiro de prevenção e combate a incêndio (1), físico (1), geógrafo (1), médico pediatra, médico neonatologista (2), psiquiatra (1), veterinário/anestesiologia  (1), veterinário para clínica cirúrgica de pequenos, médios e grandes animais (1 oportunidade para cada), nutricionista (3) e técnico em assuntos educacionais (4).

O segundo concurso da Universidade oferece oportunidades para os cargos de  músico (1), técnico de laboratório nas áreas de biologia (4), biotecnologia (1), química (4), reprodução animal (1), informação (3), agropecuária (4), alimentos e laticínios (1), eletroeletrônica (1), eletrotécnica (1), herbário (1), radiologia (2), refrigeração (1) e assistente de laboratório (3).
Já o último edital oferece oportunidades para os cargos de assistente em administração (13), auxiliar de enfermagem (2), técnico em arquivo (1), técnico em secretariado (2), auxiliar em administração (2).

  Para participar, interessados devem acessar o site da instituição (www.copeve.ufal.br/sistema/) até 12 de junho e se cadastrar. Taxas de participação são de R$ 60, R$ 70 e R$ 100 a depender do cargo escolhido. Expectativa é de que as provas aconteçam em 21 de agosto em Maceió e nas cidades de Arapiraca e Delmiro Gouveia.

UNIÃO POR GARANHUNS: Comissão Especial do Fig defende que Festival não sofra cortes na programação em 2016

Grupo que vem defendendo continuidade dos dez dias para o Festival de Inverno de Garanhuns
em 2016 é formado por diversas frentes de lideranças, a exemplo de empresários e partidos políticos.

A recém formada “Comissão Especial do Fig”, encabeçada através dos empresários Mário Faustino e Edival Veras (ambos do PSB), trabalha para que o Festival de Inverno de Garanhuns em sua 26ª edição não sofra cortes, sobretudo no que diz respeito ao formato, atrações e duração em que tradicionalmente o evento ocorre na cidade. O grupo, formado por empresários, jornalistas, advogados e artistas, conta com aval de alguns partidos coirmãos do PSB, caso por exemplo do PSDB, PTC, DEM, PRP, PDT, PSD e PP. 

       Diante da real possibilidade da perda de dois dias do evento, Edival e Mário vem construindo propostas que serão levadas ao conhecimento do Governo de Pernambuco. Ontem (16), o grupo esteve reunido. A ideia: deliberar e somar esforços para uma saída alternativa a questão.

Para o Presidente da Comissão, Mário Faustino, o Festival é algo muito próprio dos agrestinos e representa um incremento essencial na economia regional, o que o torna o acontecimento festivo mais importante de nossa microrregião. ”O Fig, está para nós como o Carnaval está para o país, ou seja, ele é o evento que mais fomenta economicamente o Agreste Meridional. Diminuir dois dias da programação oficial fará com que retrocedamos no tempo, fadando o Festival a uma queda em sua visibilidade”, defendeu Mário na reunião.

Pré-candidato a Prefeito de Garanhuns pelo PSDB, Ivan Júnior defendeu que Parcerias Públicas Privadas, as chamadas PPP, devem ser trabalhadas, se não em 2016, mas em 2017. De acordo com o Tucano, a captação de recursos de empresas, através da Lei de incentivo fiscal a cultura (Rouanet) pode ser uma alternativa frente a diminuição dos subsídios repassados pela gestão Paulo Câmara. Outras ideias foram debatidas na noite desta segunda e serão apresentadas como formas de sugestões já na próxima semana ao Secretário de Turismo, Esporte e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.

        Segundo informações levantadas pelo Blog do Gidi Santos, o Governo do Estado deverá reduzir em R$ 4,5 milhões o valor do investimento no FIG, que no ano passado foi de pouco mais de R$ 8 milhões. Para este ano, estão reservados no orçamento estadual apenas R$ 3,5 milhões para o Evento. O reflexo desses cortes poderá ocasionar a redução de 10 para 8 dias no formato tradicional do Fig.
.