sexta-feira, 1 de abril de 2016

OPORTUNIDADE MILITAR: Força Aérea Brasileira abre 70 vagas em três cursos de formação de Oficias

Interessados em participar devem ter ensino médio completo e não completar 23 anos de 
idade até 31 de dezembro do ano da matrícula no Curso. (Aprova Concursos)

A Força Aérea Brasileira (FAB) está com concurso público aberto para preenchimento de 70 vagas para três cursos de formação de oficiais da Aeronáutica do ano de 2017. Do total de vagas, 55 são destinadas para ambos os sexos e 15 apenas para candidatos do sexo masculino. As vagas são para os cursos de formação de oficiais aviadores (CFAV), formação de oficiais intendentes (CFOINT) e de formação de oficiais de infantaria (CFOINF), sendo que este último só podem participar candidatos do sexo masculino.

Os cursos são ministrados em Pirassununga (SP), com duração de quatro anos, em regime de internato. Aos concluintes é conferida a graduação de Bacharel em Administração, com ênfase em Administração Pública. O candidato aprovado e matriculado no curso ganhará a condição de Cadete da Aeronáutica, considerado militar da militar da ativa, com precedência hierárquica prevista no Estatuto dos Militares. Após a conclusão do curso com aproveitamento, será nomeado Aspirante-Oficial da Aeronáutica.

Os interessados em participar da seleção devem ter ensino médio completo e não possuir menos de 17 anos, nem completar 23 anos de idade até 31 de dezembro do ano da matrícula no Curso (2017). As inscrições devem ser feitas pela internet no site http://concursos.epcar.aer.mil.br entre os dias 5 a 25 de abril de 2016. O valor da taxa de inscrição é de R$ 70,00. 

        A prova escrita está prevista para o dia 10 de julho de 2016, nas organizações militares de apoio localizadas nas cidades de Belém/PA, Recife/PE, Salvador/BA, Natal/RN, Rio de Janeiro/RJ, Belo Horizonte/MG, Barbacena/MG, São Paulo/SP, Curitiba/PR, Campo Grande/MS, Pirassununga/SP, Porto Alegre/RS, Brasília/DF, Manaus/AM, Porto Velho/RO e Boa Vista/RR.

TRANSPARÊNCIA: Governo do Estado disponibiliza na internet indicadores socioeconômicos da gestão

O sistema será disponibilizado em módulos que serão incrementados e atualizados 
continuamente. A plataforma na internet oferecerá uma interface mais simples para consulta

A Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) disponibiliza online, a partir desta sexta-feira (1ª), os indicadores do Governo de Pernambuco.  São informações socioeconômicas, financeiras, ambientais e de infraestrutura. O objetivo é dar transparência aos resultados das ações da gestão estadual. O sistema será feito em módulos, que serão incrementados e atualizados continuamente. “Nós produzíamos um relatório anual estático com todos os indicadores do Estado, o qual podia ser acessado via internet, mas não era um instrumento de fácil utilização. Agora, temos uma interface mais simples, dinâmica e acessível”, afirma o secretário executivo de Desenvolvimento do Modelo de Gestão, Maurício Cruz.

No primeiro módulo, disponível no site da Seplag (www.seplag.gov.br), poderão ser acessados os indicadores do PE 2035, projeto de planejamento de longo prazo para o Estado, e do Modelo de Gestão Todos por Pernambuco. Nos próximos dias, por exemplo, novos dados serão inseridos. Do PE 2035, estão disponíveis 89 indicadores, distribuídos por cinco eixos – coesão social, educação de qualidade, instituições de qualidade, prosperidade e qualidade de vida – e por 14 áreas de resultados. Podem ser verificadas a nota do Ideb do Estado, a taxa de homicídios, a pauta de exportação, a situação das rodovias.

Já do Modelo de Gestão, o cidadão pode inicialmente ter acesso a 17 indicadores, aqueles convergentes com os do PE 2035. Eles estão disponíveis de acordo com a estrutura do Mapa da Estratégia de Pernambuco, dividido em quatro eixos e 12 objetivos estratégicos. Podem ser acessados, por exemplo, o volume de investimentos realizados no Estado, os valores do Produto Interno Bruto (PIB). Na próxima atualização do sistema, serão inseridos dados relacionados ao Modelo de Gestão.

NA QUINTA (31): Caravana do MPPE lança em Garanhuns, Projeto que visa Enfrentamento à Violência contra o Idoso (PEVI)

A iniciativa, Protocolo de Enfrentamento à Violência ao Idoso (PEVI), propõe a construção de uma 
referência para as atuações no município, com a definição de competências institucionais.

Representando mais uma conquista para os idosos do município de Garanhuns, no interior do estado de Pernambuco, na manhã desta quinta-feira (31), foi realizado o lançamento do Protocolo de Enfrentamento à Violência ao Idoso (PEVI). O projeto pioneiro foi desenvolvido pela Caravana da Pessoa Idosa – programa do Ministério Público de Pernambuco -, em parceria com o Governo Municipal de Garanhuns. O encontro foi realizado na sede do MP em Garanhuns.

Na solenidade de lançamento, o Dr. Domingos Sávio Pereira Agra (foto ao centro), titular da 2ª Promotoria de Justiça e Defesa da Cidadania do MP de Pernambuco aqui em Garanhuns, fez parte da mesa diretora, que contou ainda com outras autoridades. Sávio tem sido um fiel defensor dos mais idosos, participando e conduzindo ativamente de bates e formatações de ações que visam o benefício de pessoas que fazem parte dessa parcela da sociedade.

A iniciativa, Protocolo de Enfrentamento à Violência ao Idoso (PEVI), propõe a construção de uma referência para as atuações no município, com a identificação e definição de competências institucionais. Para construir a cartilha diversas discussões foram realizadas para debater sobre a realidade municipal, a Rede de Atenção existente e as dificuldades gerais de atuação no atendimento à população idosa vítima de violência no município.

A partir das reuniões, realizadas anteriormente, ficou decidido que o Núcleo de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa de Garanhuns (Neviga) passa a ser a principal referência para o recebimento e identificação dos casos de violência contra a pessoa idosa. Com a identificação dos casos, o Neviga registra as informações em banco de dados e procede com os encaminhamentos necessários. Todas as situações ainda serão comunicadas ao Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa. 

ÁGUA E EDUCAÇÃO PARA O AGRESTE: Em Belo Jardim, Paulo entrega Escola Técnica e libera R$ 1,9 milhão para sistema adutor

Nova ETE será composta por seis blocos interligados, com auditório, biblioteca, 
bloco de serviços, quadra e um bloco pedagógico e administrativo. (Secretaria de Imprensa-PE)

O governador do estado Paulo Câmara inaugurou, na manhã desta sexta-feira (01.04), no município de Belo Jardim, no Agreste, a 32° unidade de ensino profissionalizante de Pernambuco. A Escola Técnica Estadual (ETE) Edson Mororó Moura recebeu um investimento de R$ 8,7 milhões e tem capacidade para atender 1.080 alunos. Além do aporte feito pelo Governo, o ginásio recebeu R$ 600 mil do Grupo Moura para estruturação de laboratórios. O acordo consolidou mais uma importante ação integrada entre a administração pública e o setor privado. Além de beneficiar a população do município, o prédio vai receber estudantes de outras seis cidades da região.

Composta por seis blocos interligados, a escola conta com auditório, biblioteca, bloco de serviços, quadra e um bloco pedagógico e administrativo composto por 12 salas de aula e oito laboratórios. Dos 1.080 estudantes, 540 estão matriculados na modalidade integral e 540 na subsequente. Além dos habitantes do município, a ETE Edson Mororó Moura vai favorecer as cidades Tacaimbó, Água Fria, Sanharó, Pesqueira, Fazenda Nova e Brejo da Madre de Deus e os povoados de Serra do Vento e Mutuca, ambos em Belo Jardim.

Os cursos ofertados são de Desenvolvimento de Sistemas e Administração, na modalidade Integral; e Química e Rede de Computadores, para os estudantes que já concluíram o Ensino Médio. A partir de agosto, estarão disponíveis as formações em EAD nas áreas de Recursos Humanos, Logística, Administração, Informática e Segurança do Trabalho. O secretário estadual de Educação, Frederico Amâncio, disse que o Estado terá, no fim da gestão de Paulo Câmara, 46 unidades técnicas. O auxiliar do governador lembrou que antes do Governo Eduardo Campos eram apenas seis escolas do perfil. "Esse investimento na ampliação da rede profissionalizante representa um investimento no futuro do Estado", completou o Secretário Frederico Amâncio.

MAIS ÁGUA PARA O AGRESTE – Após visitar as instalações da unidade e descerrar a placa inaugural, o governador assinou a ordem de serviço para a implantação do Sistema Adutor, a partir da Barragem de Tabocas, que fica próxima ao Distrito de Serra dos Ventos, em Belo Jardim. A partir de um aporte de R$ 1,9 milhão, o Governo, através da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), vai reforçar o abastecimento de água para 70 mil habitantes da região.

A obra, que será finalizada dentro de seis meses, será mais um complemento ao Sistema Integrado de Belo Jardim. A barragem possui capacidade para acumular 1,2 milhão de metros cúbicos e atualmente está com 75% do seu volume total. Belo Jardim é abastecida pelas barragens de Bituri e Pedro Moura, que se encontram em colapso. Diante disso, essa intervenção vem para suprir uma demanda da região que sofre com uma seca há cinco anos.

CASO CAIXA PRETA DA CÂMARA DE VEREADORES: Pereira Filho no Combate repercute a preparação para o Inquérito Civil Público

Clique em player e confira a repercussão do caso Caixa Preta da Câmara de Vereadores
de Garanhuns no Programa Combate, apresentado por Pereira Filho na 87 FM.


CASO CAIXA PRETA DA CÂMARA DE VEREADORES: Pereira Filho e o Programa Combate repercutem na 87 FM o procedimento preparatório para abertura de Inquérito Civil Público
Publicado por Gidi Santos em Quinta, 31 de março de 2016