quinta-feira, 24 de março de 2016

ELEIÇÕES 2016 EM ARCOVERDE: PSB e Paulo garantem apoio a Madalena Britto, mas pleito de outubro deve ser acirrado

Com a participação de Eduíno, Zeca e Júlio Cavalcanti e apesar de Madalena ser trabalhada 
pelo Governo do estado, por lá (Arcoverde) a briga promete e promete muito.

A Prefeita de Arcoverde, Madalena Britto (PSB) foi recebida pelo Governador Paulo Câmara na manhã da última quarta-feira (23), no Palácio do Campo das Princesas, em Recife. Na ocasião o chefe do Executivo estadual aproveitou para reforçar seu apoio a Prefeita nas eleições de outubro próximo. No Palácio, Câmara demonstrou sua determinação em reconduzir Madalena à Prefeitura e ainda defendeu que a corrida eleitoral em Arcoverde é uma das prioridades para o PSB. “Nosso compromisso está mais firme do que nunca: a reeleição da prefeita Madalena Britto em Arcoverde é uma das prioridades do PSB em 2016”, defendeu Paulo.

O secretário da Casa Civil, Antônio Figueira junto ao Chefe de Gabinete, João Campos e da Secretária de Saúde de Arcoverde, Andreia Britto, participaram da reunião. No encontro a prefeita Madalena defendeu a unidade socialista em torno de sua candidatura a reeleição e se mostrou tranquila quanto ao apoio de seu partido. “Estou muito tranquila com relação ao total apoio do nosso partido, o PSB, à nossa reeleição. Nunca tivemos e nem temos dúvida alguma sobre a unidade dos socialistas em torno de nossa pré-candidatura”, frisou.

Ainda no Palácio do Campo das Princesas, o Governador Paulo Câmara confirmou mais uma visita ao Município, marcada para o dia 03 de abril deste ano. No dia em questão, Paulo irá participar da Festa da Divina Misericórdia, um dos mais importantes eventos do calendário religioso do Estado de Pernambuco.

OPOSIÇÃO FORTE NA CIDADE DE ARCOVERDE:
.

     Contudo, a oposição na cidade de Arcoverde deve ser por demais combativa, já que numa única eleição, Madalena terá dois grandes grupos opositores. Um é o do Deputado Estadual eleito pelo PHS, hoje no PP, Eduíno Brito (foto acima de preto), que ganha mais espaço a cada dia. Saiu de vereador daquela cidade para se tornar deputado e contando com uma votação expressiva (pouco mais de 30 mil pessoas votaram em Eduíno).

O segundo grupo, se refere ao deputado federal e maior líder político vivo da cidade e região, Zeca Cavalcanti do PTB (foto abaixo a direita), que na retaguarda, conta com o deputado estadual e seu irmão, Júlio Cavalcanti (a esquerda na foto); dois que sabem bem como fazer política, como fazer o processo andar. Prova disso foi a votação de ambos em 2014 (Zeca, 97.057 e Júlio 47.685).

Com a participação de Zeca e Júlio Cavalcanti e apesar de Madalena ser trabalhada pelo Governo do estado, por lá (Arcoverde) a briga promete e promete muito, já que Zeca foi prefeito daquela cidade por duas ocasiões, elegeu Madalena em 2012 e fez seu irmão Júlio, duas vezes deputado estadual. E que ninguém esqueça de Eduíno, pois assim foi em 2014, e o homem se tornou deputado. 

          Por lá, um voto pode decidir o páreo
.

DEM E PSB: Mendonça descarta ameaça de rompimento entre partidos, caso Priscila Krause seja candidata em Recife

A aproximação entre o PSB e o DEM no Recife ocorreu em 2015, quando o
partido passou a integrar a administração municipal com uma secretria. (Blog da Folha)

O deputado federal e presidente do Democratas em Pernambuco, Mendonça Filho, rebateu as declarações do presidente do PSB, Sileno Guedes, e afirmou que a aliança estadual entre os dois partidos está sendo tratada diretamente entre ele e o governador Paulo Câmara (PSB). A afirmação rebate as declarações de Sileno de que o DEM deveria romper com o Governo do Estado, após lançar a candidatura da deputada estadual Priscila Krause à Prefeitura do Recife.

“Essa aliança foi formada em 2014 com o então governador Eduardo Campos e Paulo Câmara, na época apresentado como candidato a governador, com a minha pessoa. Ficou acordado que a aliança política estadual não estaria condicionada ao processo eleitoral no Recife”, disse.

A aproximação entre o PSB e o DEM no Recife ocorreu em 2015, quando o partido passou a integrar a administração municipal com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Na ocasião, Mendonça disse ao prefeito Geraldo Julio (PSB) que o partido poderia apoiá-lo à sucessão, mas tudo dependeria da possibilidade de uma eventual candidatura de Priscila.

Em janeiro, Mendonça procurou Geraldo Julio e colocou o cargo da secretária Roseana Amorim à disposição, em função do início do ano eleitoral e do fato de o DEM ainda não ter definição se teria ou não candidatura própria. Na ocasião, o prefeito pediu para postergar a decisão até o prazo de filiações. O DEM decidiu, então, apoiar a candidatura de Priscila para prefeita do Recife.

CONCURSO PÚBLICO: Prefeitura de Garanhuns divulga resultado final do exame psicotécnico da Guarda Municipal

Também será feita a convocação para o Curso de Formação, que consiste na
quarta etapa, desta segunda fase do concurso. (Secom-PMG)

A Secretaria de Administração, por meio da Comissão do Concurso Público de Garanhuns, divulga, hoje (24), no Diário Oficial dos Municípios de Pernambuco/Amupe, o resultado final do exame psicotécnico realizado para os candidatos que estão concorrendo às vagas para o cargo de guarda municipal. O resultado também estará disponível no portal da prefeitura: ww.garanhuns.pe.gov.br.  

Também será feita a convocação para o Curso de Formação, que consiste na quarta etapa, desta segunda fase do concurso, sendo convocados para se submeterem a essa etapa os candidatos considerados aptos nas outras fases, em uma quantidade equivalente a até duas vezes o número de vagas oferecidas, incluindo as reservadas para as pessoas com deficiência.

O curso de formação será realizado com a matriz curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e terá início na próxima segunda-feira (28), no auditório Manoel Elpídio de Melo, na Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga), às 7h30min. Os selecionados deverão estar munidos do documento original de identidade e xerox da mesma, e de uma foto 3x4.

NÃO GOSTOU: Vinda de Raquel Lira para o PSDB faz Presidente do Diretório do partido em Caruaru pedir desfiliação

Alegando que não existiu diálogo no próprio partido, ele condena a “imposição errônea” de
uma pré-candidatura majoritária, “além de impositiva, natimorta”. (Blog da Folha)

Enquanto a deputada estadual Raquel Lyra (PSDB) discursava na Assembleia Legislativa, afirmando que foi expulsa do PSB e falando da ida para o PSDB, o presidente tucano em Caruaru, Raffiê Dellon, divulgou nota em que acusa a legenda de ter se transformado em “Asilo Político da Velha Política” e comunica a sua desfiliação da sigla.

“Não distante, nas vésperas da Semana Santa, onde temos as figuras de Judas, de Barrabás, não haveria momento mais propício para golpearem, sem o mínimo de diálogo dos postulantes a filiação partidária ao PSDB para com o Diretório Municipal, atropelando uma história de 10 anos de pura militância e doação, uma pré-candidatura, lançada pelo próprio PSDB Estadual e um trabalho todo construído por várias mãos”, atacou o presidente municipal. 

          Alegando que não existiu diálogo no próprio partido, ele condena a “imposição errônea” de uma pré-candidatura majoritária, “além de impositiva, natimorta”.

“Não se pode destruir com os pés o que foi feito pelas mãos. Saio do PSDB para dar sequência em continuar quebrando paradigmas, lutando a favor dessa Cidade que tanto amo e que escolhi pra viver, que é, parafraseando Nelson Barbalho, o País de Caruaru”, encerra a nota, assinada como “Presidente Eleito do Diretório Municipal do PSDB de Caruaru”.

Leia a íntegra da nota de Raffiê Dellon:

Nota sobre meu posicionamento diante dos últimos
fatos em relação ao PSDB de Caruaru

O que me faz ter entusiasmo de todos os dias fazer Política é ser contrário a essa busca do poder pelo poder, do personalismo puro, algo que deveria ter no mínimo dois limites: o do respeito e o da coerência. É nesse aspecto que lamento, profundamente, a transformação do PSDB de Caruaru em Asilo Político da Velha Política.

Não distante, nas vésperas da Semana Santa, onde temos as figuras de Judas, de Barrabás, não haveria momento mais propício para golpearem, sem o mínimo de diálogo dos postulantes a filiação partidária ao PSDB para com o Diretório Municipal, atropelando uma história de 10 anos de pura militância e doação, uma pré-candidatura lançada pelo próprio PSDB Estadual e um trabalho todo construído por várias mãos.

Ora, se não existiu diálogo com o próprio partido, na esfera local, como pleitear dialogar ou governar uma cidade com quase 400 mil habitantes? Eu aprendi, não precisando de nenhum apadrinhamento político, que espaço político não se doa, se conquista. Desperdiçaram todo um trabalho coletivo para a imposição, errônea, de uma pré-candidatura majoritária, além de impositiva, natimorta.

O PSDB que comecei a militar há 10 anos atrás, com 14 anos de idade, não era esse. Nesse partido fui Presidente Municipal da Juventude do PSDB, Presidente Estadual da Juventude do PSDB, Vice-Presidente Nacional da JPSDB e candidato, em 2013, a Presidente Nacional da JPSDB. Sozinho, sem apoio algum da legenda em Pernambuco, ou do político X ou Y. Perdi de modo eleitoral por apenas um voto, mas, politicamente ganhei.

Foi no PSDB também que recebemos Aécio Neves em Caruaru pela primeira vez, no início de 2014, onde poucos o conheciam ou queriam o prestigiar, eu estava lá, organizando e planejando toda a recepção. Foi aqui também que fizemos o único comitê presidencial do PSDB em 2014, onde ninguém queria se quer falar do 45, de Aécio Neves, eu estava lá, coordenando, me doando, sem recíproca alguma, mas fazendo por que eu acreditava.

Nos piores e mais amargos momentos do PSDB, eu estava lá, segurando a bandeira e defendendo com unhas e dentes aquilo que eu acreditava. Se existisse uma relação de dívida entre filiado e partido, não teria saldo que coubesse para mim. Escutando há pouco Beth Carvalho, ela me dizia: “Lhe pagaram com traição a quem sempre lhe deu a mão”. Que remete a própria leitura do livro bíblico de Timóteo: “Combati o bom combate, acabei a carreira e guardei a fé”. Estaria indo contra os meus valores se concordasse ou fosse conivente com um projeto exclusivamente pessoal, com ausência enorme de discursão da Cidade, de Ideias e de Coletividade.

Farei Política até o fim da minha vida por que eu acredito que essa é a arte de transformar a vida das pessoas, da sociedade, é nesse raciocínio que o dia que eu trocar a minha coerência e os meus princípios por caprichos partidários eleitorais, eu deixo de viver. Não se pode destruir com os pés o que foi feito pelas mãos. Saio do PSDB para dar sequência em continuar quebrando paradigmas, lutando a favor dessa Cidade que tanto amo e que escolhi pra viver, que é, parafraseando Nelson Barbalho, o País de Caruaru.

Raffiê Dellon
Presidente Eleito do Diretório Municipal do PSDB de Caruaru