quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

EM PRONUNCIAMENTO NA CÂMARA DE VEREADORES, Izaías faz sérias e duras acusações ao Governo de Pernambuco, que segundo ele, “mandou Assistência Social do Dom Moura esconder uma ambulância”


Da Redação
Imagem: Internet

O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis Neto (PTB), polêmico em suas falas, fez duras e sérias acusações ao Governo de Pernambuco esta semana. Na abertura dos trabalhos do Legislativo municipal Izaías criticou a atitude do governo do Estado, que segundo ele, teria orientando ao serviço de Assistência Social do Hospital Regional Dom Moura que escondesse uma ambulância. “Eu quero dizer aos senhores e as senhoras que o governo do estado mandou a Assistência Social esconder uma ambulância e peça (pedir) a ambulância ao município. Como se o município tem (tivesse) mais dinheiro que o governo do Estado. Mande esconder a ambulância, peça ao município”, frisou Izaías na Câmara, ainda afirmando que uma assistente social do próprio Hospital teria repassado a informação.

Sobrou até para o Carnaval de cidades vizinhas, que através do governo Paulo Câmara recebe subsídios. O Jazz também foi lembrado e segundo Izaías o estado teria prometido um repasse na ordem de R$ 120 mil reais ano passado para o GJF, entretanto até o momento não teria repassado nenhum valor. Régis ainda revelou que o montante que seria investido na edição 2016 do Jazz estaria em torno de R$ 700 mil reais, valor esse que de acordo com o gestor impediria o pagamento dos servidores da prefeitura de Garanhuns no mês de fevereiro. Para Izaías, o governo do estado olha para Garanhuns com os olhos “tronchos”. “Quero dizer à vocês que o governo do Estado olha para Garanhuns com os olhos dobrados. Com os olhos tronchos. E não é pra olhar para Izaías, porque Izaías tem lado e respeita o lado de quem é do outro lado”, cravou o chefe do executivo, aproveitando ainda para criticar os repasses da administração Paulo Câmara há alguns carnavais de cidades vizinhas: “enquanto tudo isso acontece, nós assistimos aqui bem pertinho, carnavais. Onde no Jazz, prometeram RS 120 mil reais o ano passado e ainda hoje não pagaram”, finalizou.

A expectativa fica agora por conta do Governo de Pernambuco, que deve se pronunciar nos próximos dias frente a fala de Izaías. Desde já, o Blog do Gidi Santos deixa o espaço aberto para o Governo do Estado.

         Ouça:


IZAÍAS RÉGIS DIZ EM ENTREVISTA QUE "Governo do Estado mandou a Assistência Social do Dom Moura esconder uma ambulância e peça (pedir) a ambulância ao município"
Publicado por Gidi Santos em Quarta, 3 de fevereiro de 2016

EM ENTREVISTA COLETIVA, GERSINHO DIZ QUE processo que definiu empresa responsável pela obra da Câmara foi absolutamente legal e que acusações do vereador Alcindo Correia são "irresponsáveis e levianas"


Da Redação
Arte / Imagem Gidi Santos

Na manhã desta quarta-feira, 3 de fevereiro, o Presidente da Câmara de Vereadores de Garanhuns, Gerson José de Carvalho Souza Filho, o Gersinho Filho (SDD), convocou toda a imprensa local para uma coletiva. Em  pauta, a reforma do prédio que serve atualmente para as instalações do Parlamento garanhunense. Na ocasião, durante pouco mais de 20 minutos o chefe do Legislativo apresentou seu posicionamento quanto a reforma, bem como fez algumas considerações acerca das recentes queixas apresentadas pelo governista, também vereador, Alcindo Correia (PSDC).

É que Alcindo veio a público, ontem (2), para dizer de sua insatisfação em todo o trâmite que ocasionou a referida reforma. Em uma entrevista exclusiva concedida por Alcindo a radialista Iolanda Óliver, da rádio Sete Colinas FM ele foi enfático, disse que não concorda com a obra, que não participou das conversas que ocorrem internamente e que estaria sendo ameaçado de morte, vez que se expôs, alegando estar disposto a abrir o que o próprio chamou de “Caixa Preta da Câmara”, numa alusão a possíveis irregularidades que viriam ocorrendo no Poder Legislativo garanhuense.

Utilizando o Plenário da Casa Raimundo de Moraes o Presidente Gersinho deixou claro que todo o processo que envolveu a licitação que escolheu a empresa vencedora do certamente, consequentemente, a responsável pela obra, foi totalmente legal. Gersinho garantiu que não tem nada a esconder e se colocou a disposição de qualquer Cidadão para repassar informações quanto à licitação e ao andamento das obras de reforma da Casa Raimundo de Moraes.

Quanto a fala de Alcindo, que repercutiu inclusive pelo Agreste Meridional, o Presidente afirmou que ela (a fala) foi leviana e irresponsável, e que analisa com o jurídico da Câmara, bem com o Conselho de Ética da casa uma sanção punitiva ao mesmo. Já quanto ameça de morte a que Alcindo mencionou, Gersinho se mostrou solidário, afirmando que acionará inclusive, a União dos Vereadores de Pernambuco (UVP). O chefe do Parlamento Local ainda dispensou espaço para cravar que o vereador Alcindo Correia, deve buscar auxílio das esferas de polícia e de justiça, para que as medidas cabíveis sejam tomadas.

Confiram, abaixo, o áudio da entrevista coletiva desta manhã de quarta-feira, 3 de fevereiro, onde o Presidente da Câmara de Vereadores fala sobre a reforma e as queixas de Alcindo Correia.



EM COLETIVA DE IMPRENSA Gersinho Filho DIZ QUE ACUSAÇÕES DO VEREADOR Alcindo Correia SÃO IRRESPONSÁVEIS E LEVIANAS
Publicado por Gidi Santos em Quarta, 3 de fevereiro de 2016

CAMPEÃO DE AUDIÊNCIA: Programa Combate e o Pereira Filho