segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

BLOG DO GIDI SANTOS: QUASE 1 MILHÃO DE ACESSOS e agora somos .COM.BR


Da Redação
Arte/Imagem: Gidi Santos e Flávio Thayan

O Blog do Gidi Santos foi fundado no ano de 2009, entretanto por motivos superiores ainda naquele mesmo ano paralisamos nossas atividades. Em 2015 retornamos e com todo gás passamos a publicar artigos, comentários e crônicas quase que diariamente. Agora, após um ano de intensa atividade, nos profissionalizamos ainda mais, ao compor uma equipe atuando em todos os cantos da cidade e ao mudar nosso domínio para: .COM.BR

Para os que gostam de números, estamos prestes a estabelecer uma marca significativa: 1 milhão de acessos, o que numa média durante o ano que retornamos, 2015, nos garante 3 mil acessos diários. Isso é o mesmo que dizer que fomos vistos 8 vezes por toda a cidade de Garanhuns, fato que nos coloca no hall dos blogs mais acessados e influentes da cidade e região.

Esse momento é de comemoração, pois através dos números podemos massificar nosso trabalho, pautado na ética e na seriedade; no compromisso com a notícia verdade.

Publicamente gostaríamos de agradecer à todos os leitores, amigos e simpatizantes pela confiança, credibilidade e respeito dirigidos a nós. Com a chegada de 2016, quando promovemos a mudança no domínio do blog para .COM.BR ao mesmo tempo em que nos aproximamos da marca de 1 milhão de acessos, uma sensação nos domina, A DE DEVER CUMPRIDO. Essa sensação nos impulsiona a continuar, algo que faremos com a mesma determinação e compromisso de sempre.

A todos, os meus sinceros agradecimentos.
(Gidi Santos)

JORNALISTA DE GARANHUNS É ELEITA EM BRASÍLIA, Coordenadora Estadual do Sistema Único de Assistência Social (SUAS)

Jornalista foi eleita na Conferência Nacional de Assistência Social em Brasília para 
Coordenação Estadual do SUAS. Na ocasião a Presidente Dilma participou do evento.

Da Redação
Imagens / Divulgação

A 10º Conferência Nacional de Assistência Social ocorreu ano passado em Brasília entre os dias 7 e 10 de dezembro e em seu desfecho posicionou Garanhuns em um lugar de destaque, de influência e de muita importância para Pernambuco. A Jornalista e Assistente Social Selma Melo (foto acima) foi eleita na ocasião a Coordenadora Estadual dos Usuários do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) para o biênio 2016/2018.

Organizando ações de Assistência Social, o SUAS, atua entre outros com a Proteção Social Básica e a Proteção Social Especial. A Básica destina-se à prevenção de riscos sociais e pessoais, por meio da oferta de programas, projetos, serviços e benefícios a indivíduos e famílias em situação de vulnerabilidade. Já a Proteção Social Especial, está direcionada à famílias e indivíduos que já se encontram em situação de risco e que tiveram seus direitos violados por ocorrência de abandono, maus-tratos, abuso sexual, uso de drogas, entre outros aspectos.

Em 2005, quando o Sistema Único de Assistência Social foi estabelecido, uma gama de benefícios assistenciais foram devidamente inseridos no campo da proteção da família brasileira. Além disso ficou definido naquele mesmo ano que o SUAS também gerenciaria a vinculação de entidades e organizações ao Sistema, promovendo às mesmas, certificação que lhes garante a inserção no Cadastro Nacional de Entidades e Organizações de Assistência Social.

REUNIÃO COM EXECUTIVA NACIONAL DO SUAS E COM 
A MINISTRA DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME
.

Após uma reunião que ocorrerá nos próximos dias com a Executiva Nacional do Sistema Único de Assistência Social e com a Ministra do Desenvolvimento Social e Combate a Fome, Tereza Campello (foto acima), a jornalista Selma Melo será empossada como Coordenadora Estadual. A partir daí, terão início os trabalhos de garantia, efetivação e ampliação dos Direitos Sociais.

Segundo informações da jornalista, a Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS de 1993, bem como o SUAS criado em 2005, são ferramentas legítimas que proporcionam as garantias para a execução de políticas voltadas aos direitos sociais. Em conversa com o blog do Gidi Santos a gestora frisou que todas essas garantias servirão de orientação no tempo em que permanecerá à frente da coordenação (biênio 2016/2018). “A Assistência Social é um direito do cidadão e dever do Estado. A Constituição Federal de 1988 garante isso. A LOAS e a CF serão nossa orientação para a gestão da Coordenadoria dos Usuários do Sistema Único de Assistência Social”, frisou.

Sobre a coordenação, 2016 é o seu ano de criação. Em razão disso, a jornalista Selma Mello é a primeira na história de Pernambuco a exercer a gestão. Quanto ao ativismo político, a profissional de imprensa deve assumir em breve o diretório Municipal do Partido da Mulher Brasileira (PMB), fato que dará maior emponderamento às mulheres da Suiça pernambucana.

.

SHOWS IRREGULARES: Ministério Público Federal em Garanhuns ajuíza ação de improbidade administrativa contra ex-Prefeito de Ibimirim


Com informações do
Ministério Público Federal

O Ministério Público Federal (MPF) em Garanhuns (PE) ajuizou ação de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Ibimirim, Antônio Marcos Alexandre (o Padre Marcos, foto acima), por dispensa irregular de licitação na contratação de shows para festividades juninas no município. Também estão sendo processados, por envolvimento no esquema, o responsável pela empresa Manuca Produções e atual vice-prefeito de Custódia, Emmanuel Fernandes Freitas de Góis, os integrantes da Comissão Permanente de Licitação (CPL) à época dos fatos Cosma Odilon de Vasconcelos, Simone de Lima Figueiredo e Lúcia Lino dos Santos, bem como a empresa Manuca Produções. A responsável pelo caso é a procuradora da República Maria Marília Calado de Moura.

Segundo as apurações, o ex-prefeito contratou, de maneira irregular, atrações artísticas para a Festa de Santo Antônio de Pádua, que aconteceu entre os dias 1º e 12 de junho de 2009, no município. Os recursos utilizados foram provenientes de convênio firmado com o Ministério do Turismo, no valor de R$ 154 mil.

O MPF apurou que a empresa Manuca Produções não empresariava exclusivamente os artistas contratados, conforme exige a lei. A empresa atuava apenas como intermediária nas negociações entre os artistas e a prefeitura. As investigações revelaram que não existiam condições para contratação por meio de dispensa de licitação, modalidade permitida apenas nos casos em que o contrato é firmado diretamente com o artista ou com seu empresário exclusivo, pela impossibilidade de concorrência nessas situações.

Na ação, o MPF enfatiza que a conduta dos acusados impossibilitou a concorrência, causou dano aos cofres públicos e violou os princípios da Administração Pública. Caso sejam condenados pela Justiça Federal por improbidade administrativa as punições possíveis são ressarcimento integral do dano, corrigido monetariamente, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por até oito anos, pagamento de multa e proibição de contratar com o Poder Público, bem como de receber benefícios e incentivos fiscais ou creditícios por até cinco anos.

Processo nº 0800004-65.2016.4.05.8310
28ª Vara Federal em Pernambuco