quarta-feira, 23 de novembro de 2016

NA ALEPE: Joel da Harpa repercute enquete onde as pessoas decidiram socorrer um bandido ao invés de um policial

Joel da Harpa mostrou-se indignado com a Rede Globo e com parte da sociedade 
“que defende traficantes de drogas”. (Com e informações e imagens da Alepe).

O deputado Joel da Harpa (PTN) repercutiu, durante a Reunião Plenária desta segunda (21), uma enquete veiculada no programa Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo, na última quinta (17), que gerou polêmica nas redes sociais. O programa indagou os convidados sobre “quem salvar primeiro”: um traficante em estado grave ou um policial levemente ferido. A maioria, na ocasião, respondeu que socorreria antes o criminoso.

Em seu pronunciamento, o parlamentar levantou uma faixa com a frase: “Eu escolho salvar o policial”. Para contextualizar, ele lembrou o elevado número de mortes envolvendo esses profissionais no País. “Cerca de 400 policiais foram assassinados no Brasil em 2015. Em Pernambuco, na última semana, cinco foram atingidos por armas de fogo em tentativas de assalto, e dois, mortos. Isso tem preocupado às corporações e a todos nós”, afirmou.

O deputado citou, ainda, a queda de um helicóptero da Polícia Militar no último sábado, durante operação policial na comunidade da Cidade de Deus, no Rio de Janeiro, provocando a morte de quatro PMs. No dia seguinte, sete jovens foram encontrados mortos na localidade. “Há vários áudios circulando nas redes sociais em que os traficantes comemoram a queda da aeronave. Eles são os causadores das maiores mortes dessa nação e estão exterminando nossos adolescentes com as drogas”, ressaltou.

Joel da Harpa mostrou-se indignado com a Rede Globo e com parte da sociedade “que defende traficantes de drogas”. “Os policiais de todo o Brasil têm ficado ressentidos com essa atitude da emissora. Eu, com certeza, salvaria o policial e não salvaria, e nem salvo, o traficante”, concluiu.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário