quinta-feira, 24 de novembro de 2016

INFORME ALEPE: Deputados não concordam com reajuste que pagará 26 mil reais a delegados e apenas 13 mil a coronéis da PM

Segundo o deputado Joel da Harpa, os oficiais da PM elaboraram uma pauta de
reivindicações e vão se reunir com representantes da SDS para tratar do tema.(ALEPE).

Na Reunião Plenária desta quinta (24), o deputado Joel da Harpa (PTN-foto acima) repercutiu a nota publicada na imprensa sobre um projeto de lei formulado pelo Executivo para reajustar os salários dos delegados da Polícia Civil. O parlamentar parabenizou a categoria, mas mostrou-se preocupado com a disparidade entre os vencimentos dos delegados e dos coronéis da Polícia Militar.

Segundo o deputado, caso a matéria seja aprovada, os delegados em fim de carreira vão passar a receber rendimentos de R$ 26 mil, enquanto a remuneração dos coronéis, na mesma situação, chega a R$ 13 mil. “Os oficiais da PM elaboraram uma pauta de reivindicações e vão se reunir com representantes da Secretaria de Defesa Social para tratar do tema”, anunciou Joel da Harpa.

Já o deputado Aluísio Lessa(PSB-foto abaixo) destacou que o reajuste dos salários dos delegados é resultado de uma ação judicial provocada pela categoria e julgada favoravelmente pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). De acordo com o parlamentar, o projeto de lei do Governo do Estado cumpre a determinação da Justiça. O acréscimo salarial só deve entrar em vigor em 2018. “As atribuições de delegados e coronéis são diferentes, portanto, as remunerações das duas categorias não podem ser iguais”, frisou.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário