sábado, 5 de novembro de 2016

Garanhuns adere ao Novembro Azul, contra o câncer de próstata

Em 2011, 13.129 mil brasileiros morreram em decorrência da doença. Isso significa dizer 
que o câncer de próstata é o mais prevalente em homens. Fotos: Aquiles Soares (Secom - PMG)

Apesar de ter surgido na Austrália no ano de 2003, o combate ao câncer de próstata também ocorre aqui em Garanhuns. Em 2003, o país do canguru foi pioneiro no que tange a disseminar a importância do movimento. No Brasil, o responsável pelo surgimento da ação em defesa da vida, se assim podemos dizer, foi o Instituto Lado a Lado pela Vida. A ideia, sobretudo do novembro azul, é quebrar o preconceito masculino de ir ao médico e, quando necessário, fazer o exame de toque. Mais do que uma simples campanha de conscientização, de educação, o novembro azul coloca na prática, ações com médicos especialistas no confronto direto a essa mazela, que afeta grande parte da população masculina brasileira (cerca de 61.200 homens em 2016), de acordo com informações extraídas do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Para se ter uma ideia, em 2011, 13.129 mil brasileiros morreram em decorrência da doença. Em valores absolutos, isso significa dizer que o câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres. O câncer de próstata é a segunda principal causa de morte por câncer em homens, seguido apenas pelo câncer de pulmão. Cerca de 1 homem em 36 morrerá de câncer de próstata, segundo levantamento do INCA.

Em Garanhuns, a campanha a essa patologia “Novembro Azul” foi aberta oficialmente na última segunda-feira, dia 31 de outubro. A solenidade de abertura foi realizada na Câmara de Vereadores e na ocasião, alguns profissionais da área de saúde estiveram presentes. O anfitrião, foi o Secretário de Saúde do município, Alfredo de Góis (foto abaixo) que no momento ressaltou a importância da ação. “Nós sabemos que os homens sempre têm uma resistência em procurar algum atendimento médico. Então essa campanha tem o intuito de chamar a atenção não somente desse público, como também de toda a sociedade para uma conscientização maior sobre os cuidados com a saúde. O câncer é um problema sério e merece muita atenção, até porque se for descoberto em sua fase inicial, a probabilidade de cura é bem maior. Estamos com muitas ações e esperamos alcançar ainda mais pessoas do que no ano passado”, afirmou Alfredo.
.

Para efeito de informação, o câncer de próstata ocorre principalmente em homens mais velhos. Cerca de 6 em cada 10 casos são diagnosticados em homens com mais de 65 anos, sendo raro antes dos 40, mas não impossível ou ainda improvável. A média de idade no momento do diagnóstico é de cerca de 66 anos. Desta forma, recomenda-se que a prevenção passe a ser feita a partir dos 45 anos se existe risco elevado para o surgimento do câncer, ou seja, casos de câncer de próstata na família. Se não existem, o homem deve visitar o urologista anualmente a partir dos 50 anos e realizar o exame de toque e de PSA, principais meios para detectar a doença precocemente, quando as chances de cura são maiores e os tratamentos, menos invasivos.

De acordo com informações da Prefeitura Municipal de Garanhuns, o objetivo principal da campanha é a valorização da saúde do homem e a conscientização, para detecção precoce do câncer de próstata, mas não apenas isso. Segundo a PMG, outros exames serão oferecidos até o dia 30 de novembro, que é quando se encerra o movimento aqui na cidade; entre eles: teste rápido para detecção de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST,s), avaliação nutricional, avaliação odontológica e exames laboratoriais. Os atendimentos, testes e exames, de acordo com o Governo de Garanhuns, estão sendo disponibilizados em toda rede municipal de saúde.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário