terça-feira, 29 de novembro de 2016

Rafael Peixoto quer trazer Incubadora de Projetos para Garanhuns

Para colocar em prática a ideia, Rafael, que hoje está afrente das articulações do PSDB, PTC e PP local,
conta na Alepe com 9 deputados e em Brasília com 3 Federais. (Fonte: Ascom PSDB Garanhuns)

Não bastasse ser chamado, desde o fim das eleições municipais de 2016 de “Rei da Chapinha”, em função de ter eleito Tonho de Belo do Cal com apenas 669 votos aqui em Garanhuns, o Presidente do PSDB local, Rafael Peixoto se deu conta do quanto seu papel pode ser decisivo diretamente na vidas das pessoas que moram ou escolheram morar em Garanhuns. Já desde o mês de junho, quando ainda não vivenciávamos a campanha política eleitoral partidária propriamente dita, Rafael já trabalhava, ainda que unilateralmente, a possibilidade da vinda de uma incubadora de projetos para cidade.

De certo, apenas a grande oportunidade de incentivar pequenos ou quase que inexistentes negócios em Garanhuns, já que entidades que em teoria deveriam atuar nessa tangente, não tem de fato, consumado sua contribuição. Rafael entende que Garanhuns está bem servida de Faculdades, sejam elas públicas ou privadas, além do próprio Instituto Técnico Federal de Pernambuco (IFPE), que de acordo com ele, forma excelentes profissionais. O que se discute internamente no PSDB Garanhuns é como o mercado local poderá acolher esses profissionais ou gerar empresas para que estes atuem.

É neste momento, que a vinda de uma, ou mais incubadoras de projetos para Garanhuns poderá refletir num breve espaço de tempo (em tese 4 anos), num aquecimento significativo para economia local. A partir da chegada desses organismos desenvolvedores de empresas, de ramos e novas atividades de trabalho, segundo defende Rafael, novas formas de empreender surgirão na cidade, algo revolucionário até bem pouco, do ponto de vista dos garanhuenses.

Para se ter uma ideia, o segmento de incubadoras de empresas no Brasil gera 53.280 empregos diretos e qualificados. Segundo o “Estudo de Impacto Econômico Segmento de Incubadoras de Empresas do Brasil”, da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o faturamento das empresas apoiadas por incubadoras ultrapassa os R$ 15 bilhões.

Em tempos de crise econômica, em que o desemprego atinge 11 milhões de brasileiros, empresas geradas em ambientes de inovação se mostram uma ferramenta essencial para ajudar o país a reverter esse quadro. Conforme a pretensa empresa receba o aporte financeiro por parte de uma incubadora de projetos, concomitantemente participe da incubação direta, o tempo de maturação de um negócio e sua curva de crescimento tendem a ser mais breve e ascendente, respectivamente.

Para colocar em prática a ideia, Rafael (foto acima), que hoje está afrente das articulações políticas do PSDB, PTC e PP local, conta na Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco com 9 deputados, dos 49 que lá tem assento. Já para o caso da Câmara Federal são três os deputados, que já adiantaram, compactuaram da iniciativa de Peixoto (Daniel Coelho e Betinho Gomes do PSDB, além de Eduardo da Fonte do PP). Além dos Deputados, Peixoto ainda deve contar com o atual Ministro das Cidades, Bruno Araújo, que também pertence ao Ninho Tucano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário