quinta-feira, 21 de julho de 2016

TSE limita em R$ 261 mil reais, gastos de candidatos a prefeito de Garanhuns. Vereadores poderão gastar quase R$ 23 mil

O índice de atualização dos limites máximos de gastos foi de 33,8%, o que corresponde
ao INPC acumulado de outubro de 2012 a junho de 2016. (G1 Portal de Notícias).

O Tribunal Superior Eleitoral limitou em R$ 261.235,70 mil os gastos de candidatos a prefeito em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, no primeiro turno das Eleições 2016. O município não tem segundo turno. Para vereadores, o máximo permitido é de R$ 22.711,20 mil. O teto de orçamentos das campanhas foi divulgado na quarta-feira (20). Segundo o Tribunal, 85.556 mil pessoas estão aptas para votar em Garanhuns. O TSE atualizou os valores de acordo com a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, do IBGE. O índice de atualização dos limites máximos de gastos foi de 33,8%, o que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2012 a junho de 2016.

Para os municípios de até 10 mil eleitores e com valores fixos de gastos de R$ 100 mil para prefeito e R$ 10 mil para vereador, o índice de atualização aplicado foi de 8%, que corresponde ao INPC acumulado de outubro de 2015 a junho de 2016, já que esses valores fixos foram criados com a promulgação da lei nº 13.165, de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário