segunda-feira, 30 de maio de 2016

Governador aciona maior complexo de energia eólica do estado

São 216 megawatts de capacidade instalada, beneficiando cerca de 550 mil famílias. Já os investimentos,
foram na ordem de R$ 1,2 bilhão no maior complexo eólico de Pernambuco. (Sei / Pernambuco)

Nesta segunda-feira, 30 de maio, em comemoração a I Semana de Energia de Pernambuco, após regulamentação da Lei, em 2015, e ao Dia Mundial da Energia (29), o governador Paulo Câmara acionou, remotamente, diretamente do Palácio do Campo das Princesas, em Recife, um dos 126 aerogeradores do complexo Ventos de São Clemente, localizado na região do Agreste pernambucano. Com capacidade instalada de 216 MW, este é, atualmente, o maior complexo eólico em funcionamento no Estado.

        O Complexo Eólico São Clemente, um dos maiores do País, é formado por oito parques eólicos distribuídos entre os municípios pernambucanos de Caetés, Venturosa, Pedra e Capoeiras. Ventos de São Clemente é o segundo complexo eólico inaugurado pela Casa dos Ventos, em Pernambuco. O primeiro foi Ventos de Santa Brígida, inaugurado em 2015, na região de Caetés. Juntos, Santa Brígida e São Clemente, são responsáveis por 15% da energia gerada em todo o Estado. Ao todo, são 550 mil famílias beneficiadas pela energia gerada, e consequentemente distribuída. 

Com a criação do novo, e maior parque eólico de Pernambuco, cerca de 100 famílias da região tornaram-se parceiras da companhia, pelo arrendamento de terrenos para a implantação do complexo. Esse modelo permite às famílias preservar a propriedade e o uso da terra para suas atividades agrícolas, além de receber mensalmente uma quantia calculada a partir da energia gerada. No caso de São Clemente, estima-se que o total pago anualmente aos moradores está na casa dos R$ 2,5 milhões de reais, algo que deve estimular efetivamente a economia local.

Além dos parques eólicos de São Clemente e de Santa Brígida, a companhia Casa dos Ventos, está investindo em outro complexo situado em terras pernambucanas. Trata-se da "Ventos de Santo Estevão", com capacidade para geração de 142 megawatts. Este terceiro complexo, está localizado na Chapada do Araripe, divisa com Piauí, e tem operação prevista para iniciar em maio de 2017.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário