domingo, 22 de maio de 2016

INTERLOCUTOR DE PAULO CÂMARA: Mário Faustino viabiliza terreno para construção da Escola Técnica Estadual de Garanhuns

A obra da nova ETE/Garanhuns, que já foi licitada, deve custar aos cofres do Governo
de Pernambuco cerca de R$ 11 milhões de reais. (Foto: Divulgação)

Atuando como um interlocutor do Governador Paulo Câmara, junto ao Governo Municipal de Garanhuns, o empresário e ex-vereador Mário Faustino, vem trabalhando para viabilizar um terreno onde possa ser erguida as instalações da nova Escola Técnica Estadual de Garanhuns, Ariano Vilar Suassuna. Semana passada, Mário foi recebido no Governo local pelo Gerente de Patrimônio, José Gundes e seu imediato, o Secretário adjunto, Alcides Rodrigues (foto acima). Em pauta, a formação de uma parceria entre os executivos, que corrobore esforços para a construção da ETE/Garanhuns.  

A obra, que já foi licitada, deve custar aos cofres do Governo de Pernambuco cerca de R$ 11 milhões de reais, mas não deve, a princípio, contar com uma contrapartida em subsídios financeiros por parte do Governo local. Apesar disso, de acordo com Mário, o executivo garanhuense pode desempenhar um papel crucial para que a unidade de ensino, em um curto prazo, esteja em pleno funcionamento. Para Mário, com a consolidação da doação do terreno, os trabalhos de execução da obra tendem a começar ainda em 2016.

“Estamos em busca de um terreno junto a Prefeitura por acreditar que esse, além de ser o primeiro passo, servirá de motivador ao início dos trabalhos de execução da obra ainda este ano, já que ela está, inclusive, licitada. Mantive contato com o Governador, que foi contundente ao me dizer que a partir da aquisição do terreno, nós teremos andamento na implantação da escola”, garante Mário. Durante a semana, ainda de acordo com Faustino, o terreno a ser doado será definido.

A Escola Técnica Estadual Ariano Vilar Suassuna é um antigo anseio da população de Garanhuns. A unidade escolar foi solicitada em 2013, através do requerimento nº 612/13, de autoria do Vereador da base governista , Audálio Ramos Filho (PSC-foto abaixo). Aquela época, para surpresa de Audálio e dos garanhuenses, o Governo de Pernambuco, por intermédio do então Secretário Estadual de Educação, Ricardo Dantas, respondeu de forma positiva e célere ao pedido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário