quarta-feira, 13 de abril de 2016

Mário Faustino Trabalha para que água da adutora Garanhuns/Jucati chegue as comunidades rurais da cidade

O projeto de Faustino será encaminhada através de Sandoval Cadengue a Antônio Figueira, 
atual Secretário da Casa Civil do Governo do Estado de Pernambuco.

Com o abastecimento d´água prejudicado há dois anos, a cidade de Jucati, no Agreste Meridional de Pernambuco, será contemplada com uma obra de emergência no valor de 11 milhões de reais para resolver o problema de desabastecimento. O projeto consiste em uma interligação da rede de Jucati com o sistema de abastecimento de Garanhuns sustentado pelas Barragens de Inhumas e Cajueiro.  A informação foi dada no mês de março, pelo secretário Nacional de Defesa Civil, general Adriano Pereira, ao presidente da Compesa, Roberto Tavares.  Ao todo serão destinados 33 milhões de reais para Pernambuco. O recurso foi conseguido pelo Governador Paulo Câmara como fruto de um compromisso firmado entre  ele e a presidenta Dilma Rousseff .

Além de Jucati, a verba vai contemplar também os municípios de Jupi, Itaíba e Surubim.  O município de Jupi receberá água a partir da barragem de Pau Ferro, localizada em Quipapá. Também será feita uma obra para atendimento de uma parte da zona rural de Itaíba, que hoje não é abastecida  pela Compesa e se encontra sem alternativas. A Compesa ainda não deu detalhes de como a obra emergencial que vai levar água de Garanhuns para Jucati será operacionalizada.

Nesse contexto aparece o ex-vereador de Garanhuns e membro da comissão atual do PSB local, Mário Faustino (foto acima de branco), que através de um projeto de sua autoria, trabalha junto a Casa Civil do Governo Paulo Câmara, para que algumas comunidades rurais de Garanhuns possam ser alcançadas com parte desta água, já que de acordo com ele, a estrutura da adutora Garanhuns/Jucati, passará necessariamente por comunidades locais, caso por exemplo de São Vicente, Papa Terra, Povoado Cachoeirinha do Francisco e do distrito de São Pedro.
.

O projeto de Faustino será encaminhada através de Sandoval Cadengue a Antônio Figueira, Secretário da Casa Civil do Governo do Estado. A ideia, de acordo com Mário é que a vinda dessa água possa gere um incremento para que o homem do campo possa atuar de forma a produzir para comercializar, ao invés de apenas para consumo próprio. Ao falar com exclusividade ao Blog do Gidi Santos, Mário defendeu uma política pública de valorização aos trabalhadores do Campo. Criticou a atual gestão e disse que o Governo Izaías esqueceu das famílias da zona rural.

Na quinta-feira (7), uma comitiva composta pelo ex-vereador Mário Faustino e pelo pré-candidato a vereador Ricardo Marques de Noronha (PSB) esteve na sede da Compesa em Garanhuns (foto acima). Os dois estiveram em uma reunião com o Gerente Regional, Igor Galindo e com o Coordenador do órgão em Garanhuns, Ednaldo Peixoto, para levar uma solicitação que trará benefícios no abastecimento de água para algumas localidades de Garanhuns e região.

Já na segunda-feira (11) a comitiva, desta vez formada por Mário Faustino, Júlio César Sampaio e Ricardo Marques de Noronha, esteve com o Gerente da Casa Civil de Pernambuco Sandoval Cadengue, para viabilizar o fornecimento de água da Compesa para as comunidades rurais de Garanhuns. Zé de Bié, Eraldo Caxiado e Artur Moura não estiveram presentes, todavia também fazem parte do projeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário