terça-feira, 22 de março de 2016

RACHOU NO MEIO: PSB impede candidatura de Raquel Lira em Caruaru. Indignada, parlamentar anuncia sua ida para o PSDB

Raquel Lira deixa o PSB com a afirmação de que teria sido impedida de lançar
sua candidatura a Prefeitura de Caruaru. Parlamentar vai para o PSDB

A deputada Raquel Lyra anunciou, na Reunião Plenária desta segunda (21), que está deixando de fazer parte do Partido Socialista Brasileiro para entrar no PSDB. “Eu não saí do PSB, me tiraram de lá”, disse a parlamentar, ao explicar que o partido decidiu que ela não poderia  disputar a Prefeitura de Caruaru por meio da legenda.

“Eu assumi a presidência do PSB em Caruaru com a garantia de que lançaria meu trabalho e meu nome para a prefeitura dessa cidade. Mas fui avisada na última segunda (14) de que não poderia mais ser candidata, sem qualquer direito ao contraditório”, relatou. O motivo apresentado para a mudança, segundo Raquel Lyra, foi uma exigência do PDT de Pernambuco, que, hoje, está à frente da gestão do município, em troca, do apoio à reeleição do prefeito do Recife, Geraldo Julio.

“Da escola que venho, aprendi que política se faz com palavra, compromisso e coerência. Não participarei deste acordo, vou preservar minha dignidade e independência. Caruaru exige respeito”, reagiu a deputada. No seu discurso, a parlamentar relembrou que era filiada ao PSB desde 2007, fazendo um histórico de suas contribuições ao partido, além da aliança histórica de sua família com a família Arraes, iniciada em 1959.

“Passados esses fatos, não olharei pelo retrovisor. Agradeço aos companheiros do PSB que muito me ensinaram ao longo dessa jornada”, declarou. Sobre a missão em seu novo partido, a deputada afirmou que “o PSDB, neste momento, compreende, respeita e valoriza a minha vontade de alcançar as mentes e corações com um projeto coletivo de cidade”.

REAÇÕES - Em aparte, Antônio Moraes, presidente estadual do PSDB, deu boas-vindas a Raquel Lyra, elogiando o trabalho dela como presidente da Comissão de Justiça da Casa. Segundo o tucano, a parlamentar “será a primeira mulher prefeita de Caruaru, tornando-se um marco para a cidade”. Os deputados socialistas Miguel Coelho, Lucas Ramos e Clodoaldo Magalhães se solidarizaram com a colega que está de saída do partido. “O PSB perde muito. Acho constrangedor que, num momento de crise de representatividade, o partido tenha agido dessa forma”, avaliou Magalhães.

“Com a sua saída, morre um pedaço do PSB, e isso em um Estado completamente falido de lideranças”, considerou Romário Dias. “Ao agir com honradez e dignidade, Raquel Lyra mostrou que é uma pessoa firme”, elogiou o líder oposicionista, Sílvio Costa Filho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário