.

.

sexta-feira, 25 de março de 2016

GREVE DO DENTRAN: Silvio Costa defende aumento para servidores. Rodrigo Novaes diz que gratificação já foi oferecida

Debate entre parlamentares foi intenso na ALEPE durante a tarde da terça-feira (22).

A discussão sobre a greve no Departamento de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), ocorrida na Reunião Plenária da tarde da última terça-feira (22), foi marcada tanto por cobranças ao Governo para que solucione a questão, quanto por pedidos de sensibilidade da parte dos servidores do órgão. Na terça, a paralisação completou 18 dias. Os funcionários do Detran reivindicam aumento de 33% nos salários, reajuste do auxílio-alimentação e gratificação por insalubridade para vistoriadores. O movimento já foi declarado abusivo por duas decisões do Tribunal de Justiça de Pernambuco, que ainda estabeleceu multas contra o sindicato da categoria.

Líder da Oposição, o deputado Sílvio Costa Filho (PRB) defendeu o aumento para os grevistas, observando que o Detran possui receitas próprias que, apesar do momento difícil da economia, registram números crescentes há oito anos. O parlamentar fez um apelo às secretarias estaduais de Administração e das Cidades, para que articulem uma saída para as negociações. “A paralisação gera transtornos à população, e os servidores estão sem aumento há anos”, queixou-se.

O deputado Rodrigo Novaes (PSD) fez contraponto aos argumentos do oposicionista, citando as decisões judiciais contrárias ao movimento e lembrando que o Governo, antes da greve, já havia revisado o plano de carreira da classe e criado uma gratificação por produtividade no atendimento. “Agora, o reajuste pedido é de somente 33%”, ironizou. “Algo totalmente fora da realidade em que vivemos, fruto da má condução da política econômica pelo Governo Federal.” Para Novaes, é preciso “sensibilidade” dos trabalhadores, para “reconhecer o esforço da administração estadual em honrar os pagamentos neste momento, e avançar na valorização dos servidores quando for possível”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário