.

.

terça-feira, 22 de março de 2016

AVANÇO PARA EDUCAÇÃO: Ministério Público de Pernambuco apresenta projeto Abraçando a Escola em Garanhuns

No lançamento, estiveram presentes os Promotores de Justiça, Aguinaldo Fenelon
(idealizador do projeto), Domingos Sávio Pereira Agra e Marinalva Almeida

Garanhuns - O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) promoveu nesta quinta-feira (17), no auditório da Promotoria de Justiça de Garanhuns, a apresentação do projeto institucional Abraçando a escola para um grupo de 112 gestores e educadores da rede municipal de ensino. Durante o encontro, o secretário-geral do MPPE e idealizador do projeto, promotor de Justiça Aguinaldo Fenelon, detalhou as bases do projeto, que tem entre seus objetivos principais a redução da evasão escolar e dos conflitos entre aluno e professor.

Após a apresentação do projeto, Fenelon proferiu palestra sobre Enfrentamento à corrupção, mostrando que os jovens precisam tomar conhecimento, desde cedo, sobre a ilegalidade de pequenos atos que fazem parte da cultura do chamado jeitinho brasileiro, como furar fila ou colar a prova na sala de aula. “Essas práticas constituem atos de corrupção e devem ser combatidas desde cedo”, observou.

Para o coordenador da sede da Promotoria de Garanhuns, promotor de Justiça Domingos Sávio (foto abaixo), “este projeto é bem-vindo em Garanhuns e chega num momento pertinente para dar visibilidade à escola pública, dentro de um processo de construção de paz que não se limita às unidades de ensino”.
.

Por sua vez, a promotora de Justiça Marinalva de Almeida abordou questões relativas ao comportamento dos alunos na sala de aula e disse aos gestores e educadores que não devem ficar acuados diante de ameaças ou agressões de alunos ou pais de alunos. “Se isso acontecer, procurem o Ministério Público ou o Conselho Tutelar porque sabemos como agir nesses casos. Primeiro vamos conversar com o aluno e seus pais para, só depois de esgotado o diálogo, partirmos para o registro do ato infracional”, explicou a promotora. (MPPE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário