segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

PARA IVAN JÚNIOR “a gestão de Izaías não tem planejamento e o Jazz tem que voltar. Já oposição, larga com 18 mil votos na eleição de outubro”


Da Redação
Imagem / Internet

O administrador de empresas e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do município, hoje, pré-candidato a prefeito de Garanhuns, Ivan Júnior, acredita que o bloco de oposição em Garanhuns larga na corrida eleitoral de outubro com no mínimo 18 mil votos. A projeção apresentada por Ivan se apoia em dados recentemente levantados pelo seu próprio partido, o PSDB, além de outros indicativos divulgados. Para Ivan, o cenário apresentado nestes levantamentos sugere dizer que a disputa está aberta, portanto, ameaçando o “favoritismo” de Izaías. “Essa eleição não é tão fácil como Izaías pensa. Agora vai depender muito da oposição fazer uma grande união”, frisou o democrata na entrevista concedida com exclusividade ao jornalista Gidi Santos.

Demonstrando vasto conhecimento e ampla habilidade para confrontar os dilemas vividos em Garanhuns, o pré-candidato falou durante alguns minutos ao blog. Na oportunidade, ele fez uma profunda análise da atual gestão, considerando-a ineficiente e sem planejamento. Além da análise, o tucano enumerou diversas propostas de seu programa de governo. O Passe Livre é uma delas. Na ideia, os alunos das escolas municipais de Garanhuns passariam a utilizar o serviço de transporte público na cidade sem nenhum ônus.

Um grande evento de Jazz e Blues também deve ser novamente articulado. Abrir o inverno de Garanhuns; esse é o intuito. Segundo o tucano, o “Jazz” é um produto que deu certo, que tem que voltar e que precisa ser ampliado nesse retorno. “Eu posso te dizer que eu já fiz um contato com um dos investidores privados e ele já sinalizou a disponibilidade desse evento para 2017. Ele está sendo um dos braços de investimentos das Olimpíadas do Rio”, disse Ivan, se referindo a um dos empresários que possivelmente investirão numa nova formatação do Jazz em Garanhuns.

É consenso também para Ivan que a cidade precisa firmar sua vocação, sua identidade. “Nós não temos uma verdadeira definição das características de Garanhuns. Nós somos o que? Uma cidade turística, educacional, empresarial, cultural, com tradição em bacia leiteira? Nós precisamos afirmar nossa vocação”, frisou.

       Vale lembrar que Ivan faz parte atualmente do "chapão" oposicionista. Nesse bloco estão o PSDB, PSB, PRP, PPS e PSD, sem falar nos que, em tempo, se unirão aos citados. Vale ressaltar ainda que, a ideia do "chapão" é afunilar um único nome para as eleições de outubro. Nesse processo o jovem empresário vem se destacando, fazendo crescer a cada dia as apostas em torno do seu nome .

Nenhum comentário:

Postar um comentário