segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

DESCASO COM EDUCAÇÃO: Nelma denuncia que rede Municipal de Ensino não tem infraestrutura adequada

Segundo a parlamentar, falta água, merenda, professores e recursos para o
bom funcionamento das escolas municipais de Garanhuns.

A vereadora Nelma Carvalho (PSB), conhecida por Diretora Nelma, justamente por sua atuação na educação do município, enviou aos meios de comunicação uma denúncia com fotos mostrando a situação de abandono que se encontram escolas em Garanhuns.

Segundo a parlamentar, falta água, merenda, professores e recursos para o bom funcionamento das escolas municipais de Garanhuns. O caso mais alarmante, fiscalizado esta semana pela vereadora é o da Escola Silvino Almeida Oliveira, localizada no bairro Manoel Chéu.  A escola que disponibiliza o ensino de séries inicias e finais do fundamental e a EJA (Educação de Jovens e Adultos), é formada por um complexo de três prédios, onde um serve de sede, e outros dois, de anexos (usados para educação infantil).
.

          Na sexta-feira (26), as instalações da escola foram alvo de uma fiscalização por parte da vereadora. A ideia, segundo ela, era ver de perto a dura realidade encarada pelos alunos. No Manoel Chéu, já dentro das instalações da escola, a vereadora defendeu uma ampla reforma, iniciada pela construção de um novo muro para cercar aquela unidade de ensino. O atual é muito baixo, sem contar que parte dele foi demolido para construção de uma quadra poliesportiva. Quadra essa que vem sendo erguida a quase três anos, sem que os trabalhos de execução tenham sido finalizados.

         No anexo 1, que fica no Mundaú, 30 crianças ocupam as carteiras, sendo que as salas não comportam a demanda oferecida. Este mesmo anexo ainda é responsável pela produção da merenda, que nem sempre é servida, caso por exemplo, da sexta-feira, dia da visita de Nelma. Já o anexo 2 faz uso de uma casa que antes servia de residência familiar, para abrigar o alunado, detalhe, a cozinha, adaptada, serve com uma das salas de aula.
.

         Com relação a escola Dom Mário, no Magano, as instalações estão num avançado estado de degradação. Para esse caso vale salientar que a edificação está inoperante, já que segundo informações, nenhuma atividade no âmbito educacional vem sendo efetivada na unidade. A escola está abandonada. 

Na Câmara Municipal, a vereadora irá requerer ao Governo de Garanhuns algumas intervenções para ambas escolas (Silvino Almeida e Dom Mário). A expectativa, segundo Nelma, é que a gestão se sensibilize, executando medidas em um tempo hábil, capazes de acarretar um bom funcionamento às escolas. Uma das propostas de Nelma para Dom Mário é sua utilização no âmbito cultural, com atividades, de canto, musica, teatro e dança. Com a iniciativa, um resgate social, através da cultura regional será viabilizado.
.
.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário