terça-feira, 19 de janeiro de 2016

EXCLUSIVO: COORDENADOR DA COMPESA ESCLARECE rompimento asfáltico ocorrido na rua Antônio Penante e diz que Estatal é a responsável por dano causado a via

Na rádio Jornal o Coordenador disse que nem a Compesa nem a Prefeitura
seriam responsáveis pelo rompimento do pavimento.

Da Redação
          Imagens / Assessoria Haroldo e Gidi Santos

    O Coordenador da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) em Garanhuns, Ednaldo Peixoto, veio a público nesta segunda-feira (18) para esclarecer o rompimento asfáltico ocorrido na última quinta-feira (14) na rua Antônio Penante. Logo após a informação ser veiculada em primeira mão e com exclusividade através do Blog do Gidi Santos, a Secretaria de Serviços Públicos e Obras distribuiu uma nota oficial, onde estabeleceu à Compesa toda a responsabilidade pelo dano causado a via.

Segundo informações do Coordenador da companhia, Ednaldo Peixoto, colhidas pelo repórter Aurimar Ferreira da Rádio Jornal de Garanhuns, havia uma problema de abastecimento na antiga Travessa Pau Pombo, razão pela qual uma intervenção foi realizada para interligar uma rede de abastecimento a outra. Desta maneira uma vala foi aberta, ao mesmo tempo em que a prefeitura de Garanhuns foi comunicada do procedimento iniciado. Ainda de acordo com Ednaldo a comunicação à prefeitura se deu em razão de existir um convênio entre ambas, onde a estatal executaria a abertura da vala (s) e a prefeitura se encarregaria de fechá-la (s), fazendo a reposição de paralelos ou asfalto, no chamado ‘Convênio de Encontro de Contas”, onde a Compesa paga a Prefeitura pelos serviços de execução de obras.
.

       Falando para toda cidade através das ondas da rádio da Jornal de Garanhuns, Ednaldo ainda esclareceu que a Compesa finalizou o trabalho já na quarta-feira, 13 de janeiro, e que a prefeitura até que iniciou os trabalhos para que o rasgo fosse fechado na quinta-feira (14). Segundo Ednaldo, ainda na quinta, parte do cimento responsável pelo fechamento da vala foi aplicado pela prefeitura, sendo que, antes mesmo que o produto pudesse petrificar, vinheram as chuvas, arrastando todo o material colocado. Com a remoção do cimento houve uma infiltração por debaixo do pavimento, levando o mesmo ao rompimento quase que integral. “A prefeitura fez o serviço, só que fez na quinta-feira. Onde colocaram o cimento não foi petrificado e veio a chuva no final da tarde e arrastou todo material que eles haviam colocado. Então houve a infiltração por baixo do asfalto e provocou toda aquela cratera (aquelas crateras) que você presenciou lá”, frisou Ednaldo ao repórter Aurimar Ferreira. Ainda na entrevista (que pode ser conferida logo abaixo), o coordenador afirmou que o rompimento não foi culpa nem da Compesa, nem da Prefeitura.

Apesar da informação trazida por Ednaldo na rádio Jornal, ontem (18), uma questão não ficou bem esclarecida. De quem seria, afinal, a responsabilidade pelo dano causado a via? Da Compesa que terminou o serviço e comunicou a prefeitura para que a mesma iniciasse o fechamento da vala? Ou da prefeitura, que iniciou os trabalhos no rasgo para que o mesmo fosse fechado? Para Ednaldo a responsabilidade é da Compesa. Em entrevista exclusiva ao Blog do Gidi Santos na manhã desta terça-feira (19) o coordenador afirmou que tudo foi culpa da estatal. “Na verdade os responsáveis somos nós, quando eles começaram o serviço na quinta-feira não dava tempo para eles (prefeitura) terminarem. Tanto que a Compesa é que vai pagar o serviço todinho (todo) daquele estrago”, frisou Ednaldo em conversa com o Jornalista Gidi Santos.
.

          No sábado (16), dois Vereadores de Garanhuns estiveram na rua em questão. Um em defesa do povo (Nelma-foto abaixo), outro em defesa da Gestão de Izaías (Haroldo Vicente-foto acima). Nelma (PR) esteve a pedido de um morador, que inconformado com a situação acionou a parlamentar. Na oportunidade o mesmo morador aproveitou para pedir que fosse instalado uma lombada na Antônio Penante, bem como sinalização na rua Orlando Wanderlei, algo que Nelma irá solicitar em regime de urgência na Câmara. Já Haroldo, líder do governo aproveitou o imbróglio para defender a gestão de Izaías, afirmando que a Compesa teria sido a causadora do prejuízo, fato confirmado pelo coordenador da estatal, Ednaldo Peixoto.
.










Entrevista concedida ao radialista Aurimar Ferreira Pelo Coordenador da Compesa Ednaldo Peixoto.
Publicado por Gidi Santos em Terça, 19 de janeiro de 2016










Entrevista concedida ao jornalista Gidi Santos pelo Coordenador da Compesa em Garanhuns, Ednaldo Peixoto.
Publicado por Gidi Santos em Terça, 19 de janeiro de 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário