quarta-feira, 18 de março de 2015

SENADOR FERNANDO BEZERRA COELHO SINALIZA APOIO AO MUNICÍPIO DE IATI


O Prefeito de Iati, Padre Jorge (PTB), foi recebido em audiência pelo Senador Fernando Bezerra Coelho em Recife. A agenda foi intermediada pelo assessor do senador no Agreste Meridional, Júlio César Sampaio.

Durante o Encontro, o Prefeito Iatiense relatou as dificuldades vivenciadas pelo Município, sobretudo no tocante a precariedade no abastecimento d´água e solicitou o apoio do Senador na viabilidade de ações emergenciais, visando minimizar o sofrimento daquela população. O Padre Jorge também solicitou o apoio político de Fernando Bezerra no tocante à liberação das obras de conclusão da Creche Municipal, entre outras demandas.

"Saímos bastante satisfeitos desse Encontro com o Senador. Ele sinalizou que nos apoiará e já colocou sua assessoria a nossa disposição para elaborarmos projetos e buscarmos as ações mais emergenciais, assim como se comprometeu a nós auxiliar na solução das pendências das obras da Creche. Foi um contato muito proveitoso. O primeiro de muitos outros. Tenho certeza que Iati só terá a ganhar com as ações do Senador Fernando Bezerra Coelho", pontuou o Padre Jorge, após o Encontro.

PREFEITURA DE LAJEDO CRIA COMUNICAÇÃO DIRETA ENTRE PREFEITO E POPULAÇÃO ATRAVÉS DO PROGRAMA "BATE PAPO COM ROSSINE"


Em lajedo, a prefeitura local desenvolveu um mecanismo de diálogo com sua população. Trata-se do  “Bate Papo com Rossine”. O novo programa da Prefeitura Municipal,  foi até a comunidade Bonito no último dia 4 de março, para ouvir queixas, pedidos e elogios do povo. Com a presença dos secretários, vereadores e populares, o prefeito Rossine se colocou à disposição para ouvir a população e responder às questões colocadas como de obras, infraestrutura e segurança.

Em questionário aplicado no local, uma das secretarias que recebeu mais destaque positivo da população foi a Secretaria de Agricultura. Em breve o programa será aperfeiçoado, trazendo inúmeras formas de comunicação entre a população e o governo local.

AÇÃO ITINERANTE DISCUTIRÁ SEGURANÇA PÚBLICA EM 10 COMUNIDADES DE GARANHUNS


Inicia hoje (18), em Garanhuns, no Agreste Meridional de Pernambuco, uma série de fóruns comunitários que têm o objetivo principal de discutir, junto à população, questões relacionadas à Segurança Pública. Ao todo, 10 localidades receberão a ação itinerante – polos escolhidos por conta de risco social pelo 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM), comandado pelo tenente-coronel João Emmanuel Leite. Nesta quarta-feira, a comunidade Manoel Chéu é quem recebe a caravana. O encontro começa às 19h30min, em frente à Associação de Moradores, localizada na rua Oscar Francisco.

A ação conjunta é resultado da parceria entre a Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT) e a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE). Também participarão outros órgãos que integram o Sistema de Segurança e Justiça:  Polícia Civil do Estado (PCPE), Grupamento do Corpo de Bombeiros Militar (CBMPE), poder Judiciário e o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), bem como representantes dos poderes Executivo e Legislativo municipais.

A Polícia Militar, um dos órgãos que está à frente, informou que a ideia é que os encontros sejam uma vez por semana. “Nossa expectativa é que possamos concluir esse cronograma em dois meses e meio e assim possamos, em seguida, atuar de forma direta com a necessidade de cada lugar por meio de um plano de ação”, pontua o tenente-coronel do 9º BPM, João Emmanuel Leite.

Os eventos também servirão para sensibilizar a população quanto a importância da participação social na política de prevenção à violência, culminando na formação do Conselho Municipal de Segurança Pública Comunitária.

Foto: Divulgação

NA CAPITAL DO AGRESTE ABORDAGEM SOCIAL APROXIMA MORADORES DE RUA A REDE DE ASSISTÊNCIA


A Secretaria da Criança, do Adolescente e de Políticas Sociais realiza semanalmente serviço de abordagem social. O trabalho consiste na identificação das pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social, tendo por objetivo a garantia de direitos e criação de vínculos entre os serviços ofertados pela rede de assistência social do município e o usuário.     

O serviço acontece da seguinte forma: primeiro, equipes de técnicos em abordagem social identificam os locais de abrigamento das pessoas que vivem em situação de rua. Em seguida, os profissionais buscam a aproximação dessas pessoas. Na oportunidade, os técnicos dialogam a respeito da situação, dos riscos e necessidades dos mesmos e ofertam os serviços disponibilizados pela rede de assistência do município. No período diurno, o serviço acontece durante todos os dias da semana, e uma vez por semana no horário da noite.     

Entre os serviços oferecidos está o acolhimento, através do Albergue Municipal, local onde as pessoas podem fazer higienização, se alimentarem e dormir em lugar seguro e confortável, além de contarem com atendimento psicossocial. Os técnicos também fazem orientações sobre os serviços que devem ser procurados caso necessitem emitir segunda via de documentos que foram perdidos ou localizar familiares.

O Albergue Municipal acolhe para pernoite 30 pessoas e desde a sua fundação, o número de indivíduos dormindo nas ruas de Caruaru caiu 80%.

De acordo com o levantamento dos locais com maior incidência de pessoas em estado de vulnerabilidade social, foi observado que nas feiras livres existentes no município é frequente a presença de crianças trabalhando. Nesses casos, os responsáveis são identificados e orientados para que o fato não volte a se repetir. Caso a situação se repita, o Conselho Tutelar é acionado. O Estatuto da Criança e do Adolescente estabelece sanções para as famílias que inserem a criança no trabalho. No período noturno, foi observado que adultos e jovens buscam abrigo em prédios públicos.

Para a assistente social, Cíntia Medeiros, o serviço coloca as pessoas em situação de vulnerabilidade frente aos serviços que são disponibilizados pela rede de assistência municipal. “A aproximação de rua é uma atividade que busca identificar situações de risco social e violação dos direitos e ofertar serviços socioassistenciais que possibilitem a superação da situação vivenciada”, observou a profissional.

ARCOVERDE AMPLIA ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO PARA CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIAS


A secretaria de Educação de Arcoverde pautada pela necessidade da inclusão de crianças e adolescentes com deficiências iniciou, desde 2013, o ingresso de estudantes na rede municipal.

Tudo começou timidamente, com apenas um aluno e de lá pra cá a procura só tem aumentado. Desde o início do ano letivo, a rede de ensino do município está oferecendo o atendimento especializado a 35 estudantes com deficiências psicomotoras, neurológicas e outras paralisias. Todos estes  com os laudos previamente apresentados.

São 27 professores para atender a este público, que estão distribuídos em 13 escolas municipais - entre estas escolas, três estão situadas na zona rural.

Existem depoimentos de mães satisfeitas com os avanços dos filhos, que depois da inserção na escola conseguem interagir com os colegas e desempenhar melhor as atividades diárias.

“É preciso olhar para o aluno de forma individualizada e colaborativa, contemplando suas habilidades e dificuldades no aprendizado em grupo. O ritmo de cada um é individual, seja de uma criança com deficiência ou não.”, esclarece o secretário de Educação de Arcoverde, Kerlley Lafayete. Ele acredita que a excelência do atendimento gerou toda a repercussão para o crescimento na procura do serviço.

 “A educação inclusiva é uma meta do nosso governo, mesmo com a limitação do número profissionais especializados, temos realizado um esforço para atender a demanda.”, declara a prefeita Madalena Britto.

Transporte -  O projeto de inclusão se estende e ainda realiza, através de convênio com a Gerencia Regional de Educação-GRE, o transporte escolar de estudantes com deficiencia.

Um micro-ônibus com acesso para cadeirante é cedido pelo estado e o município fornece dois cuidadores e dois motoristas para atender a demanda das escolas públicas. A parceria foi firmada no ano passado e garante o translado seguro dos alunos durante o período da manhã e da tarde.

“Poder oferecer um pouco mais de dignidade a essas crianças e adolescentes é o mínimo que podemos fazer. Sabemos que todos são diferentes entre si, independente da raça, da condição social ou da deficiência que possui, mas são iguais em um aspecto: precisam aprender.”, finaliza a prefeita Madalena Britto, que tem na educação o carro da gestão.

Foto: Israel Leão - Ascom PMA

CRIAÇÃO DA FRENTE LGBT GERA DEBATE NO PLENÁRIO DA ASSEMBLEIA


O Plenário da Assembleia votou, nesta terça (17 de março), a criação da Frente Parlamentar pela Cidadania LGBT. A proposta recebeu 23 dos 25 votos necessários para aprovação, que dependeria de maioria absoluta entre 49 deputados. Dez parlamentares foram contra a proposta. Um intenso debate precedeu a votação da matéria, que opôs deputados favoráveis à Frente e a bancada evangélica da Casa. 

O presidente da Comissão de Cidadania e propositor da Frente LGBT, deputado Edilson Silva, do PSOL, afirmou que a presença de seis membros da bancada evangélica no colegiado impossibilita o debate sobre a cidadania LGBT. O parlamentar frisou que o que estava em votação era apenas a criação de um espaço de diálogo, e adiantou que seria favorável à criação de uma frente parlamentar evangélica. 

O líder do Governo, Waldemar Borges, do PSB, explicou que o tema envolve questões de foro íntimo e religioso, e por isso a bancada governista votaria de acordo com as posições de cada deputado. O parlamentar externou o voto favorável à Frente, argumentando que o segmento LGBT é diferenciado e sofreu perseguições ao longo da história. 

O representante da bancada evangélica, deputado Pastor Cleiton Collins, do PP, afirmou que os evangélicos não têm a intenção de restringir o debate de direitos, mas que as políticas públicas devem abranger a todos. Ele argumentou também que os movimentos LGBT são intolerantes ao acusarem os evangélicos de homofobia. 

Adalto Santos, do PSB, afirmou que a bancada evangélica não é homofóbica, apesar de ser contrária à criação da Frente Parlamentar pela Cidadania LGBT. Ele explicou que o grupo defende princípios morais e éticos que estão fragilizados na sociedade. 

André Ferreira, do PMDB, afirmou que todas as pessoas merecem respeito, independentemente da opção sexual. Ele acredita que a criação da Frente Parlamentar proporcionaria benefícios para a população LGBT, o que, na opinião dele, fere o princípio da igualdade.

Teresa Leitão, do PT, rebateu o posicionamento do peemedebista, afirmando que os homossexuais não dispõem de privilégios, mas sim de estigmas e discriminação. Ela lembrou a morte do adolescente de 14 anos, no último dia nove, espancado na escola por ser filho adotivo de um casal homossexual. 

Professor Lupércio, do Solidariedade, se posicionou contrariamente à criação da Frente e defendeu que, em uma democracia, os deputados têm o direito de escolha. Ele afirmou que se o Governo criou uma Secretaria para discutir a situação da comunidade LGBT, deveria criar também um órgão de combate às drogas.

SECA E CRISE HÍDRICA MAIS UMA VEZ SÃO TEMAS DE AUDIÊNCIA PÚBLICA NA ALEPE


Representantes do Governo Federal e Estadual debateram durante toda manhã desta segunda-feira (16/03),na Alepe, a grave situação da seca e os principais efeitos que a estiagem vem causando ao Estado. O tema que há 15 dias também foi motivo de audiência pública convocada pela deputada Raquel Lyra, foi mais uma vez o assunto que dominou a agenda dos parlamentares com a audiência pública convocada pelo deputado estadual Miguel Coelho (PSB). O plenário da Alepe ficou lotado com prefeitos e vereadores das áreas mais afetadas do Estado. O objetivo foi traçar estratégias integradas para enfrentar a maior Seca das últimas décadas.

O presidente da Amupe, José Patriota participou da reunião e também falou das questões urgentes a serem tomadas. ”São muitas crises que nos preocupa, entre elas a crise moral e hídrica. Quanto à crise hídrica precisamos reconhecer que muitos investimentos já foram feitos. Tecnologias testadas estão sendo apontadas dia a dia por organizações e entidades não governamentais, mas não se tem recursos para aplicá-las, tudo ainda é muito pouco, a situação hídrica está cada vez mais precária, lamentavelmente o Nordeste não tem investimentos federais do tamanho do seu peso, apesar de anos e mais anos de convivência com a estiagem, estamos cada vez mais pobres de recursos. Temos uma deficiência histórica”. Desabafou Patriota.

“Patriota disse ainda que o Nordeste precisa de prioridade,” percebe-se claramente que quando se agrava a crise da água é que acordamos. Os órgãos que deveriam estar fortalecidos para nos ajudar como o DNOCS está com o pessoal se aposentando, a Sudene

que  tanto se falou em fortalecer, está acabada, a Codevasf está aí a duras penas e aí fica a pergunta e os Municípios como ficam? É preciso se criar um sistema de responsabilidade entre a União, estados e municípios com recursos necessários. Não existe um programa de mobilização de acesso a água. Os municípios não têm fonte de recursos para projetos, é preciso se trabalhar de forma integrada e as soluções simples estão próximas da população que vive no município.Ressaltou

Pernambuco, segundo o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), é o estado mais afetado pela estiagem no Nordeste. A falta de chuvas já colocou diversos reservatórios de água em colapso, principalmente, em cidades do Sertão e Agreste. Além disso, a estiagem já afetou a produção agrícola e aumentou o número de queimadas no estado.

        “É de conhecimento público que mais de 110 municípios pernambucanos estão sofrendo com algum tipo de racionamento, que mais de 70 cidades já decretaram estado de emergência e que mais de 20 barragens estão operando com o volume morto. Por isso, é importante envolver todas as esferas públicas e definir uma linha de atuação integrada de enfrentamento à Seca”, explica Miguel Coelho.

Vários deputados usaram a tribuna. A audiência reuniu ainda representantes do Ministério da Integração Nacional, DNOCS, Secretaria de Agricultura, Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC) entre outras instituições relacionadas ao tema. Prefeituras, câmaras municipais, sindicatos rurais e movimentos sociais também estavam presentes.

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O CONCURSO PÚBLICO DA UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO (UPE); INTERESSADOS TEM ATÉ O DIA 16 DE ABRIL PARA SE INSCREVEREM


De segunda (16/03) até o dia 16 de abril, a Universidade de Pernambuco (UPE) está com inscrições abertas para o Concurso Público de Provas e Títulos para Docente (CPD). As vagas são para professor auxiliar, assistente e adjunto do quadro de pessoal da instituição, para atuação nos cursos de educação superior, em níveis de graduação e pós-graduação, dos diversos campi da universidade.

O concurso selecionará candidatos para o provimento de 49 vagas para cargos de professor universitário, com carga horária de 40 horas semanais, pelo regime  jurídico estatutário. A taxa de inscrição custa R$ 180,00 e deverá ser paga através de depósito bancário. Os salários variam de R$ 2.791,20,21 a R$ 4.638,02 e haverá também gratificações.

As provas serão realizadas a partir do dia 18 de maio deste ano, com cronograma a ser definido em cada unidade de educação. A homologação e publicação do resultado final do concurso será divulgada a partir de 01 de julho, de acordo com a conclusão do processo em cada unidade. Leia o edital completo com todos os detalhes da seleção clicando aqui.

A Comissão Permanente de Concursos Acadêmicos da UPE (CPCA) divulgou, também, comunicado acerca do período de inscrição do certame. Confira aqui.

CURSO REÚNE EM CARUARU INSTRUTORES DE AUTOESCOLAS DO AGRESTE


O município de Caruaru sediou, na última segunda-feira (16/02), a abertura do 1º Curso de Formação de Instrutores de Autoescolas de Pernambuco, que traz como tema A bicicleta como modal de transporte. Promovido pela Secretaria Estadual das Cidades (Secid), por meio do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran/PE) e do Programa Pedala PE, o evento se estende até 20 de março, com o objetivo de orientar condutores do Agreste do Estado ao convívio saudável com os ciclistas.

De acordo com o diretor-presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro, que, na ocasião, representou o secretário das Cidades, André de Paula, a capacitação possui carga horária de 4h/aula e está sendo ministrada por técnicos de educação do Órgão e do Pedala PE, beneficiando 2.541 instrutores – nos turnos da manhã, tarde e noite.

“Essa ação é mais um passo para materializar o compromisso do Governo Paulo Câmara com o ciclista. Vale destacar que no mês de abril o pátio de exames práticos do Detran/PE contará com bicicleta para que os candidatos à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) possam ser avaliados com relação aos cuidados que deverão ter com ciclista, a exemplo da preservação da distância regulamentar de 1,5 m exigida pela legislação de trânsito”, explica Charles Ribeiro.

A autarquia, segundo Ribeiro, também investirá no aperfeiçoamento dos condutores de transporte escolar e fará parcerias com as prefeituras para reforçar nos municípios a educação de trânsito. “Queremos ver, num futuro próximo, esses investimentos refletidos na melhoria dos condutores e da mobilidade urbana”, acrescenta o presidente do Detran/PE.

CIDADANIA: Representando José Queiroz, prefeito de Caruaru, o presidente da Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes (Destra), coronel Jailson Pacheco, destacou que o curso marca a promoção da sociabilidade e da cidadania, considerando que a capacitação é a melhor forma de prevenção.

Além da coordenadora do Escritório da Bicicleta de Pernambuco, Rosaly Almeida, que apresentou um vídeo institucional abordando a temática do evento, estiveram presentes o diretor-geral adjunto do Detran/PE, Sebastião Marinho; o presidente do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores (CFCs), Igor Valença; o coordenador da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Caruaru, Luciano Ferro, e os coordenadores de Articulação Municipal e de Educação de Trânsito da Casa, Lázaro Medeiros e Luciana Carvalho.

O 1º Curso de Formação de Instrutores de Autoescolas de Pernambuco foi lançado na capital, em fevereiro passado, reunindo profissionais da Região Metropolitana do Recife (RMR) e Zona da Mata pernambucana. Após o pólo Agreste, serão capacitados os instrutores do Sertão, no período de 24 a 27 de março, no município de Petrolina.

PERNAMBUCO AMPLIA ATUAÇÃO NA CADEIA PETROQUÍMICA MUNDIAL


O governador Paulo Câmara participou, na segunda-feira (16), da solenidade que marcou o início das operações das novas linhas de produção (P4) da Terphane, indústria especializada na produção de filmes de poliéster, situada no Cabo de Santo Agostinho. Ao lado de Nancy Taylor, CEO da Corporação Tredegar, controladora da empresa, e José Bosco Silveira Júnior, vice-presidente da Tredegar e responsável mundial da marca, o chefe do Executivo estadual visitou as novas instalações. Com a expansão, a empresa aumentou sua capacidade de produção em 28 mil toneladas/ano. Agora, a capacidade total instalada da Terphane em Pernambuco praticamente dobrou, saltando de 36 para 65 mil toneladas/ano.

A ampliação da planta pernambucana durou cerca de dois anos, gerou 80 novas vagas de trabalho e teve um aporte de US$ 80 milhões. O valor representa o maior investimento realizado pela Tredegar em seus 25 anos de história. Com área construída de 12 mil m2, a expansão é dedicada aos processos de fabricação e metalização de filmes biorientados de poliéster. Após fazer um "tour" pela linha de produção de fabricação de filme, o governador Paulo Câmara destacou a confiança da empresa no Estado e parabenizou a política de sustentabilidade "que tudo recicla".

“Fico muito feliz em ver uma empresa que acreditou em Pernambuco não apenas nos últimos oito anos, quando as condições estruturais do Estado permitiram a atração de muitos investimentos, mas há muito tempo atrás. Temos aqui uma empresa que posso considerar pernambucana, composta por pernambucanos qualificados e que dá exemplo de como se produzir filmes de poliéster para todo o Mundo. Pernambuco se orgulha de poder dizer ao mundo que aqui temos infraestrutura, pessoas qualificadas e políticas tributárias de atração de investimentos", cravou Paulo Câmara ao destacar a consolidação de outros polos no Estado, à exemplo do automotivo, de petróleo e gás e de alimentos.

Atuando no Estado há cerca de 40 anos no Estado, a Terphane é uma das cinco maiores exportadoras de Pernambuco. Apenas em 2014, a companhia foi responsável por 5,15% do total de embarques internacionais de Pernambuco. O vice-presidente da Tredegar destacou o diferencial competitivo da mão-de-obra pernambucana na cadeia petroquímica mundial.


"Apesar de contar com matérias-primas que são comodities na indústria, a fabricação do filme de poliéster é tecnologia e conhecimento. Não só tecnologia de equipamentos, mas conhecimento das pessoas que operam as máquinas e desenvolvem os filmes. Contando com o que nós já tínhamos de tecnologia e experiência em Pernambuco, essa foi nossa aposta. Reforçar essa planta e não simplesmente abrir outra unidade em outro lugar do mundo onde você não teria essa vantagem competitiva que temos por estar há tanto tempo produzindo e desenvolvendo produtos aqui", justificou, ao destacar que a expansão hoje a mais moderna linha de produção de poliéster do mundo.

Secretário de Desenvolvimento Econômico, Thiago Norões salientou a "missão" que recebeu do governador Paulo Câmara para assegurar a continuidade do crescimento do Estado. "Nós temos não só o trabalho de buscar novos investimentos e mercados para os produtos pernambucanos no Brasil e no mundo, mas temos também, e principalmente, o dever de olhar para as empresas que já estão aqui instaladas. Procurar, com os instrumentos que já dispomos, fazer com que elas se tornem mais eficientes, tenham um melhor ambiente de negócios, identifiquem convergências que permitam que elas cresçam e continuem ocupando o mesmo lugar na nossa economia", explicou.

Além de expandir a capacidade de atendimento, a ampliação da planta pernambucana vai permitir a expansão global dos negócios da Terphane, ampliando a competitividade em mercados na América Latina, América do Norte, Europa, África e Oceania. Também participaram da solenidade a presidente da Tredegar Films, Mary Jane Hellyar, e os secretários estaduais Thiago Norões (Desenvolvimento Econômico), Antônio Figueira (Casa Civil) e Ennio Benning (Imprensa).

HISTÓRIA - Instalada desde 1976 no Estado, a Terphane é especializada na produção de filmes de poliéster. Desde 1982, iniciou exportações, inicialmente para a América do Sul. A empresa faz parte do Grupo Tredegar desde 2011, empresa norte-americana de capital aberto com faturamento aproximado de US$ 1 bilhão.

Atualmente, os produtos desenvolvidos e produzidos pela Terphane, também conhecidos como Filmes Biorientados de Poliéster (BOPET), são amplamente utilizados nas mais diversas aplicações industriais: cabos elétricos, telhas industriais, embalagens flexíveis para alimentos, líquidos envasados a quente, produtos esterilizados, alimentos refrigerados ou não e prontos para consumo, dentre outros.


         Fotos: Aluisio Moreira