domingo, 11 de janeiro de 2015

EMPOSSADA NOVA MESA DIRETORA DA CODEAM (COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO DO AGRESTE MERIDIONAL); PREFEITO DE INAJÁ, LEONARDO MARTINS É O NOVO PRESIDENTE


Foi empossada na noite da última sexta-feira (9), a nova mesa diretora da Codeam (Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional). Realizada na sede da entidade, a solenidade marcou a transição dos cargos de primeiro e segundo escalão de comando e contou com a presença de diversas autoridades. Prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, vice-prefeitos, presidentes de Câmaras Legislativas, Sociedade Civil, Ministério Público, AMUPE (Associação dos Municípios de Pernambuco), Polícia Militar, Casa Civil, entre outros.

Passava das 20 horas quando a Prefeita de Jupi, Celina Brito, em pronunciamento oficial passou o cargo que ocupou durante dois anos (biênio 2013/14) formalmente ao colega prefeito da cidade de inajá (mais novo Presidente eleito da Codeam), Leonardo Xavier Martins.

Celina Brito em seu discurso ressaltou que esteve a frente da comissão de maneira honrosa e fez tudo que esteve ao seu alcance. Falou brevemente das reivindicações junto ao Ministério da Integração Nacional, algumas que estão caminhando e outras que no momento oportuno serão apreciadas pela população com devida resolução. Ressaltou a questão da saúde às mulheres no Agreste através da Codeam com resultados expostos pela internet e o número de 7,500 mulheres atendidas em meio a sua gestão. “Saio daqui com minha cabeça erguida, não fiz tudo que queria fazer, mas fiz tudo que pude fazer”, pontuou. Antes de finalizar, agradeceu ao seu Secretário Executivo Eudson Catão (ex-Prefeito de Palmerina), a todos os funcionários da Codeam Consórcio e Comissão de Desenvolvimento. Despediu-se e registrou que estará a disposição da nova direção para o bem comum do Agreste e do estado de Pernambuco.

          João Campos e Prefeito de Inajá e agora presidente da Codeam, Leonardo Xavier Martins.

Impedido de ser candidato na última eleição por questões internas, Leonardo Xavier ameaçou acionar a justiça comum do estado para um parecer jurídico à causa. Convencido por seus pares colegiados prefeitos, Xavier achou por bem não fazê-lo. Após o biênio 2013/14, Leonardo mostrou força, articulação, envergadura, para além de ser o prefeito eleito mais jovem de seu município, ser também da Codeam.

A nova composição dirigente comandará os trabalhos na casa pelo biênio 2015/16. Eleita pelo voto direto dos prefeitos (sendo 26 do Agreste Meridional) a nova direção ficou assim:

Presidente - Leonardo Xavier Martins
(Prefeito de Inajá)
Vice Presidente - Lucineide Almeida da Silva (Neide Reino)
(Prefeita de Capoeiras)
Secretário Geral - Izaías Régis Neto
(Prefeito de Garanhuns)
Tesoureiro - Gilvan de Albuquerque Araújo
(Prefeito de Manari)
Diretor de Saúde - Manuel Ricardo de Andrade Lima Alves
(Prefeito de Saloá)
Diretor de Resíduos Sólidos e Patrimônio - Felipe Porto de Barros Wanderley Lima 
(Prefeito de Canhotinho)
Diretor de esportes, Cultura e Direitos Humanos - José Genaldi Ferreira Zumba
(Prefeito de São João)
Diretor de Articulação Institucional - Marco Antônio Leal Calado
(Prefeito de Angelim)
Conselho Fiscal - Ronaldo Ferreira de Melo
(Prefeito de Brejão)
Sandro Rogério Martins de Arandas - Prefeito de Ibirajuba;
Agnaldo José dos Santos – Prefeito de Jurema;
Suplentes do Conselho Fiscal: Ernandes Albuquerque Bezerra
(Prefeito de Venturosa)
Danilo Cavalcante Vieira – (Prefeito de Bom Conselho)
Manoel Tomé Cavalcante Neto - (Prefeito de Tupanatinga)
Secretaria Executiva - Sandoval Cadengue de Santana

PREFEITO DE CAETÉS "ROUBA" A CENA:

O atual prefeito do município de Caetés, Armando Duarte, um dos inscritos da comissão, solicitou fala durante a solenidade. Duarte aproveitou a vinda do Senador Fernando Bezerra cobrou-lhe mais segurança e afirmou não haver sequer um policial militar para o serviço de patrulhamento ostensivo na cidade. O Prefeito convidou todos os presentes e em especial o novo presidente empossado, Leonardo Xavier, para uma Audiência Pública que tratará desse tema e será realizada em sua cidade.

CLAUDOMIRA ANDRADE; CENA POLÍTICA GARANHUNENSE:

Claudomira Andrade, (PRP), candidata aos cargos de vereadora no pleito de 2012 e deputada federal em 2014, bastante cotada por analistas políticos à disputa do Palácio Celso Galvão em 2016, circulou pelos corredores e auditório da Codeam. Bastante prestigiada, evitou falar de política, pelo menos por hora. Considerou que nesse momento precisa continuar questões que foram “descontinuadas” diante do empenho de uma campanha extremamente compromissada.

“Esse momento é tempo de refletir, amadurecer o que foi feito, analisar os erros e focar no trabalho para em breve, se assim for obra do povo, enveredar novamente por caminhos que nos levarão a servir Garanhuns. Um até breve”, finalizou.
                      
                                    O SENADOR FERNANDO BEZERRA COELHO:

Fernando Bezerra Coelho, Senador da República, eleito pelo estado de Pernambuco esteve presente ao evento com sua caravana. Caravana esta que tem visitado cada canto e recanto do estado ouvindo e se aproximando gradativamente das pessoas. Falando para um auditório lotado, Bezerra lembrou a fundação da Codeam nos idos de 1969, quando o então Governador de Pernambuco era seu tio, Nilo Coelho. Fernando Bezerra desejou sorte a Leonardo e explanou que muitas missões lhe foram dadas e serão cumpridas, que os palanques foram desmontados após a eleição, que a união entre opostos na política determinará a força que cada estado da federação terá daqui para frente. O senador ao finalizar se dispôs a ser interlocutor dos Garanhuenses no Senado Federal.

Júlio César Sampaio, ex-secretário de Turismo de Garanhuns.

Júlio César Sampaio, ex-secretário de Turismo de Garanhuns na gestão Luiz Carlos de Oliveira é o nome que receberá e transmitirá ao senador questões pertinentes. Júlio é parte integrante do Gabinete de FBC que funcionará aqui em Garanhuns, através do mesmo.

LEONARDO XAVIER MARTINS (PREFEITO-PRESIDENTE):

O prefeito de Inajá falou de sua alegria em dirigir a CODEAM, das parcerias que irá buscar com a finalidade de engradecer a mesma e honrar os votos recebidos. Deixou claro que o trabalho será muito duro devido a crise, principalmente na bacia leiteira, que está preparado, juntamente a sua vice, Neide Reino, e demais membros empossados. Agradeceu a todos que o incentivara e caminhara ao seu lado e em especial, ao ex-prefeito de Brejão, Sandoval Cadengue, amigo, por quem tem verdadeira admiração.

DEPUTADO CLAUDIANO MARTINS FILHO
      
      O deputado estadual Claudiano Martins Filho, se dirigindo a FBC fez coro quanto as dificuldades vividas na bacia leiteira da região Agreste. Em determinado momento citou o fato de naquele dia, seu pai, ex-deputado estadual, Claudiano Martins ter jogado fora cerca de 3 mil litros de leite em razão da desvalorização e por consequência a não venda do produto. Martins ainda aproveitou o momento para reconhecer a importância econômica, social e estratégica de Garanhuns, considerando que o prefeito da terra de Simôa é o Governador do Agreste.
              
                                                          FALA GIDI SANTOS:
         
      O líder mor de nossa cidade não me pareceu efetivamente entrosado e a vontade na Codeam. Com expressão de preocupação e fala sucinta, durante pouco mais de 3 minutos tão somente disse que a partir de agora, findada a eleição, todos devem se unir em favor geral da sociedade. Soou como uma tentativa de aproximação do PSB Paulo Câmara, através de FBC; afinal de contas se isso não acontecer, Garanhuns ficará mais quatro anos sem acesso ao governo do estado.
         
         Sinalizando como vitória dos Garanhuenses, Régis fez menção ao novo Reitor da UPE, Pedro Falcão empossado semana passada na capital Recife. “Pela primeira vez na história Garanhuns tem um nome como Reitor da UPE, isso é uma vitória e um privilégio para todos nós”, disse Izaías.
.

Na mesa composta de autoridades, lá estava João Campos, filho do ex-governador de Pernambuco, morto em acidente aéreo, Eduardo Campos; desejou sucesso a caminhada do colega Leonardo Xavier, citou anseios e desejos da população e tratou de política. Com isso João aumentou ainda mais as especulações nos bastidores de que em 2016 será candidato a prefeito do Recife em chapa composta com o nome do atual Prefeito Geraldo Júlio como vice. Impossível? Não. Improvável? Não. Na capital é possível vivenciar manobras políticas dessa natureza. Em um passado bem recente (2012) o PT foi péssimo exemplo, quando arrancou democraticamente de João da Costa sua legitimidade por disputar eleição para um segundo mandato de prefeito. João bem avaliado, foi impedido por decisão do partido de sair candidato a reeleição. No seu lugar, o PT acabou por escolher o nome de Maurício Rands na época Deputado Federal. Por fim Rands não saiu candidato, decidiu se afastar da política, o PT perdeu a eleição e desmoralizou sua conjuntura partidária.

Antes que eu esqueça, o leite...Poderia ter sido doado.

CAI O DESEMPREGO, MAS SALÁRIOS SÃO BAIXOS; CÂMARA DOS DEPUTADOS DEBATE REDUÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO DE 44 PARA 40 HORAS


A taxa de desemprego nas regiões metropolitanas vem caindo desde que começou a ser medida. De 12,3% em 2003, caiu para 5,4% em 2013 e estava em 4,7% em outubro de 2014.

A taxa nacional foi de 6,8% no terceiro trimestre de 2014 e mostrou ligeira queda em relação ao terceiro trimestre de 2013 (6,9%), conforme pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que o emprego no Brasil está crescendo de forma quantitativa e qualitativa, com aumento de empregos com carteira assinada e do rendimento real.

Mas o Ipea constata que os brasileiros estão longe de alcançar a situação de pleno emprego. “Mercado informal grande, pessoas com subocupação e rendimentos médios baixos que não condizem com uma situação de pleno emprego”, disse a técnica de Planejamento e Pesquisa Maria Andreia Lameira. O salário médio foi de R$ 2.129 em outubro último, contra R$ 1.980 em outubro de 2013.

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), 80% das vagas criadas na economia são remuneradas em até dois salários mínimos. A quantidade de empregados domésticos representa cerca de 7% das ocupações nas regiões metropolitanas.

Em comparação com outros países, a taxa de desemprego no Brasil está entre as mais baixas. Levantamento do site Trading Economics mostra poucos países em situação melhor, como a Suíça (3,2%), o Japão (3,5%) e a China (4,1%). Alguns estão em situação semelhante ou pouco pior, como México (4,7%), Alemanha (4,9%), Rússia (5,1%) e Estados Unidos (5,8%). Os países da Zona do Euro, por outro lado, estão com a taxa de desemprego média de 11,5%.
Pauta trabalhista

Divergências entre representantes de empresários e de trabalhadores impediram a votação da chamada pauta trabalhista na legislatura encerrada em 2014.

Entre as propostas que tramitam na Câmara estão a redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais, o fim do fator previdenciário, a regulamentação da terceirização de mão de obra e a política de valorização do salário mínimo.

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) é contrária à redução da jornada de trabalho. Além de reduzir as horas trabalhadas, a proposta prevê a elevação da hora extra de 50% para 75% sobre o valor da hora normal.

A gerente-executiva de relações de trabalho da CNI, Sylvia Lorena, afirmou que não vê necessidade de alteração na legislação, pois a Constituição já permite a redução da jornada por meio da negociação coletiva.

“O argumento de que isso geraria empregos não se sustenta. O que gera emprego é o desenvolvimento econômico, o crescimento e a qualificação profissional”, avaliou Lorena.

Para o deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP), da Força Sindical, a redução da jornada é ganho na qualidade de vida. “As pessoas trabalham mais nas primeiras horas, e na medida em que vão cansando, têm menos produtividade”, disse.

Outro destaque da “pauta trabalhista” é a regulamentação dos direitos dos empregados domésticos, que vai assegurar a eles o pagamento do FGTS – previsto em emenda constitucional.

SENADO ARQUIVARÁ PROJETO QUE CRIMINALIZA HOMOFOBIA


A Secretaria-Geral da Mesa deve concluir este mês o processo de arquivamento definitivo do projeto de lei que criminaliza a homofobia (PLC 122/2006). A proposta, apresentada na Câmara em 2001 e em tramitação há oito anos no Senado, será arquivada de acordo com as regras do Regimento Interno da Casa.

       O regimento determina que todas as propostas tramitando há mais de duas legislaturas sejam arquivadas. Entretanto, essas proposições ainda podem tramitar por mais uma legislatura, caso seja aprovado em Plenário requerimento de pelo menos 27 senadores. Ao final da terceira legislatura, se não houver decisão, a proposta deve ser arquivada definitivamente, situação em que se encontra o PLC 122/2006.

De acordo com a presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), senadora Ana Rita (PT-ES), os movimentos sociais não devem se opor ao arquivamento, por considerarem que o projeto acabou estigmatizado com o nome de "PLC 122", o que poderia atrapalhar o andamento. Segundo Ana Rita, o caminho é um novo projeto, com outro número e melhorias na redação.

— A ideia é manter o 122 arquivado e construir uma nova proposta. Uma proposta que, inclusive, atenda melhor o próprio movimento LGBT — explicou.
Código Penal

       Já a senadora Marta Suplicy (PT-SP), que foi relatora da proposta na CDH em 2011 e 2012, afirmou que vai lutar para incluir o tema na discussão do novo Código Penal (PLS 236/2012). Assim que retornou ao Senado, depois de exercer o cargo de ministra da Cultura, Marta apresentou emendas à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) visando tornar a identidade de gênero e a orientação sexual agravantes de vários crimes.

— Vou buscar apoio dos senadores para manter as emendas e levar ao Plenário um Código Penal que puna a homofobia tanto quanto já prevemos punições a outras discriminações, como a racial, étnica, regional, de nacionalidade. É um escândalo ao crime de homofobia ser ignorado como preconceito — afirmou.
O PLC 122 altera a Lei 7.716/1989, que tipifica “os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. O projeto inclui entre esses crimes a discriminação por gênero, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero.

A proposta enfrenta resistências, principalmente de lideranças religiosas, que afirmam que a matéria viola o direito à liberdade de expressão e temem ficar sujeitas a penas que vão de um a cinco anos de reclusão.

De autoria da ex-deputada federal Iara Bernardi (PT-SP), o PLC 122 foi aprovado na Câmara em dezembro de 2006. Enviado ao Senado, foi aprovado pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) em 2009, mas não chegou a ser votado pela Comissão de Direitos Humanos (CDH), por falta de acordo entre os senadores.

— Infelizmente, o PL 122 não foi aprovado na Comissão de Direitos Humanos e numa manobra dos opositores ao projeto de combate à homofobia foi incorporado à discussão do Código Penal. Nessa comissão, ele sumiu, como se nunca tivesse existido. Quando levado à CCJ, o relator manteve essa omissão — lamentou Marta.
         
           Fonte: Agência Senado
           Foto: Reprodução / José Cruz/Agência Senado

EDUCAÇÃO E ATENDIMENTO SERÃO METAS PRIORITÁRIAS DA NOVA DIREÇÃO DO DETRAN-PE

Cerimônia de posse de Charles Ribeiro, novo Presidente do DETRAN-PE.

“Vamos trabalhar os principais artigos do DETRAN: a educação de trânsito e o atendimento, com o objetivo de beneficiar o contribuinte. ”, afirmou Charles Ribeiro, durante discurso quando foi empossado na Presidência do DETRAN na última segunda-feira (05-01-2015). No que diz respeito à Educação de Trânsito, Ribeiro anunciou que investirá na Escola Pública de Trânsito do DETRAN-PE (EPT).  Segundo o novo Presidente, o investimento na melhoria dos serviços prestados à população, com auxílio da Internet, aplicativos e outras tecnologias da Informação e Comunicação, será algo imperativo em sua gestão.

“Envidaremos todos os esforços para devolver ao DETRAN o nível de excelência. Faremos isso em homenagem ao grande trabalho desenvolvido por Laedson Bezerra em sua gestão à frente do DETRAN entre 1999 e 2006”, declarou Charles Ribeiro. O novo Presidente do DETRAN também elogiou a atuação de seu antecessor, Carlos Casa Nova e destacou a importância de dar continuidade a ações que reforcem a parceria entre usuário e servidores. “O fortalecimento desta parceria será reflexo da parceria entre a Direção do DETRAN e o servidor”, sublinha.

Ribeiro terminou seu discurso de posse agradecendo o apoio da família e do Governador do Estado. “Agradeço o apoio de minha esposa e minhas filhas em mais este desafio e sei que elas compreenderão os momentos em que tiver de abdicar do convívio familiar para me dedicar à promoção do bem público. Agradeço também ao Governador Paulo Câmara pelo voto de confiança. Trabalharei arduamente e estou certo que não vou desapontar”, concluiu o novo Presidente do DETRAN-PE.

A cerimônia de posse de Charles Ribeiro contou com a presença do Secretário das Cidades, o Deputado Federal André de Paula, do Secretário Executivo das Cidades, Ruy Rocha, do novo Diretor Presidente do Grande Recife Consórcio de Transportes, Francisco Papaléo, além de outras autoridades políticas e de servidores e gestores do Órgão.

O Secretário das Cidades, Deputado Federal André de Paula, destacou a importância de sua parceria com o Presidente do DETRAN: “Charles Ribeiro e eu somos parceiros de longa data. Enfrentamos juntos os bons e os maus momentos. Ribeiro tem meu total apoio e juntos teremos acesso direto ao Governador Paulo Câmera. Desta forma, poderemos dar ao DETRAN toda atenção e extrair do Órgão todo o seu potencial ”, acentuou o Secretário das Cidades.

História – Antes de assumir a Presidência do DETRAN, Charles Ribeiro esteve à frente da Gerência Geral de Relações Institucionais da Casa Civil do Governo do Estado. Ribeiro é Bacharel em Direito e servidor público de carreira da Assembleia Legislativa de Pernambuco, (ALEPE), da qual foi Diretor Geral no final da década de 90. Possui ampla experiência em Administração Pública, tendo sido Presidente da Empresa Pernambucana de Abastecimento e Extensão Rural de Pernambuco (EBAPE) e da Companhia de Abastecimento e Armazéns Gerais de Pernambuco (CEAGEPE).

ASSEMBLEIA PROMOVE CURSO DE FORMAÇÃO PARA NOVOS SERVIDORES


Os servidores recém-empossados da Assembleia, que participaram de um seminário, nesta semana, vão cumprir, a partir da próxima segunda(12 de janeiro), mais uma etapa antes do início da vida funcional. O Poder Legislativo Estadual promove cursos de formação para funcionários de várias categorias.

Os consultores legislativos e os jornalistas participarão de atividades até o final de janeiro. Serão palestras, debates e workshops com especialistas de diversas áreas, que vão ajudar os servidores a interagirem melhor com o novo ambiente profissional. Já os contadores terão atividades específicas. 

Os agentes legislativos, que vão ser lotados em vários setores da Casa, também participarão de curso voltado às suas atividades. A iniciativa vai propiciar aos participantes mais informações sobre o funcionamento do Legislativo. As atividades têm início na segunda, no auditório da Assembleia e na Escola do Legislativo, a partir das oito da manhã. 

UPE: SERVIDORES, PROFESSORES E ALUNOS TÊM DESCONTO EM CURSOS NA ASSOCIAÇÃO BRASIL-AMÉRICA (ABA)


          O ano começou com uma boa notícia para servidores, professores e alunos da Universidade de Pernambuco e do seu Instituto de Apoio, o Iaupe, que querem aprender inglês. No último dia 30/12, a Associação Brasil-América (ABA) e a UPE assinaram acordo de cooperação visando a concessão de descontos nos cursos ministrados pela escola de idiomas aos servidores e alunos da Universidade.

De acordo com o convênio, o desconto tanto para servidores quanto para alunos da UPE é de 20% no valor das mensalidades nos cursos regulares ministrados em sua própria sede, para iniciantes, intermediários e avançados. “O objetivo é melhor qualificar os profissionais e alunos na língua inglesa, para aumentar a possibilidade de intercâmbio com universidades e institutos de pesquisas estrangeiros, no sentido de ampliar as ações de internacionalização da Universidade”, destacou o assessor de Relações Internacionais da UPE, o professor José Guido Corrêa de Araújo.

Para ter direito ao benefício, o interessado deve estar regularmente vinculado ou matriculado. Se todos os requisitos forem atendidos, o desconto  terá vigência a partir do mês subsequente ao do requerimento. Para participar é necessário que o servidor da UPE e do Iaupe entregue declaração comprovando vínculo (ou cópia autenticada do contracheque do mês em curso ou do imediatamente anterior ao da data do requerimento), cópias autenticadas do RG e do CPF e ainda requerimento, devidamente protocolado, com a documentação  anexada, solicitando o benefício. Já o aluno deve entregar cópia do comprovante de matrícula no curso ministrado pela UPE e também o requerimento com os documentos exigidos e a solicitação para o desconto.

O acordo de cooperação entre a ABA e a UPE já entrou em vigor, desde a data de assinatura, e tem validade de cinco anos. O pagamento das mensalidades será sempre de responsabilidade do servidor ou aluno beneficiado.

NOVA VERSÃO DO PITEC RECEBE PROPOSTAS ATÉ 12 DE MARÇO


A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) está lançando nova versão de edital convidando empresas interessadas a apresentarem propostas para obtenção de apoio financeiro complementar para atividades de pesquisa ou de formação de recursos humanos. A iniciativa integra o Programa de Apoio a Parcerias para a Inovação Tecnológica e a Formação Qualificada (PITEC), criado pela Fundação em 2011 e que agora apresenta uma nova chamada pública cuja finalidade é tornar o Programa mais exequível.

O PITEC estimula empresas que tenham interesse e visão inovadora para fomentar a realização - nas universidades e institutos de pesquisa sediados em Pernambuco - de projetos de pesquisas científicas e tecnológicas, de desenvolvimento e inovação, em temáticas de seu interesse. Ao mesmo tempo incrementa a cooperação entre pesquisadores das instituições e aqueles de empresas inovadoras, situadas ou não no Estado.

A nova versão do edital surgiu de um estudo realizado por um grupo de trabalho constituído pela direção da FACEPE, estudo este que foi discutido e aperfeiçoado pela Câmara de Inovação e homologado pelo Conselho Superior da Fundação. A nova chamada apresenta quatro oportunidades de submissão de propostas (rodadas), assegurando recursos na ordem de R$ 8 milhões, provenientes do Tesouro Estadual, para serem executados nos anos de 2015 e 2016. 

Podem apresentar propostas empresas de qualquer porte, situadas ou não em Pernambuco, ou concentração de empresas em suas variadas formas (econômica e de integração) -, desde que possuam personalidade jurídica (CNPJ) formalmente registrada no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica - em parceria com instituições de ensino superior (IES) públicas ou privadas sem fins econômicos (somente as situadas em Pernambuco) ou instituições científicas e tecnológicas (ICTs) públicas ou privadas sem fins econômicos (também situadas em Pernambuco).

Os interessados devem encaminhar suas propostas à Facepe pelo Coordenador Geral da Proposta, via Internet, até 12 de março de 2015, por intermédio do Formulário de Solicitação para Inovação- SIN (modalidade PITEC), disponível no Sistema AgilFAP da FACEPE, a partir do dia 05 de janeiro de 2015. Para chegar ao formulário no AgilFAP, dentro da modalidade “SIN” o solicitante deverá selecionar como “natureza da solicitação” a opção “Edital 021 - 2014 - PITEC - FACEPE”. Também será necessária entrega de documentação impressa na sede da FACEPE, situada à Rua Benfica, 150, Bairro da Madalena, Recife – PE.

Confira o edital na íntegra

MESTRE GONZAGA DE GARANHUNS ESTÁ ENTRE OS HABILITADOS PARA O X CONCURSO DO REGISTRO DE PATRIMÔNIO VIVO DE PERNAMBUCO

Agora, o Conselho Estadual de Cultura irá escolher, entre 55 habilitados,
os Patrimônios Vivos do Estado.

Foi divulgada na quinta-feira (08), no portal da Secretaria Estadual de Cultura, a lista com o nome dos habilitados no X Concurso do Registro de Patrimônio Vivo de Pernambuco. O Mestre Gonzaga de Garanhuns está entre os 55 inscritos que foram selecionados para a próxima fase. Nesta etapa, os nomes serão avaliados pela Comissão de Análise e, posteriormente, serão enviados todos os habilitados para o Conselho Estadual de Cultura, com a indicação de três nomes. Após isso, o Conselho irá escolher os Patrimônios Vivos, que podem ser em acordo com os sugeridos pela comissão, ou diferentes. A lista completa com o nome dos habilitados pode ser conferida através do site  www.cultura.pe.gov.br.

Mestres e grupos de cultura popular de todas as macrorregiões de Pernambuco estão entre os candidatos ao título de Patrimônio Vivo do Estado. A documentação entregue pelos inscritos foi analisada e as que estavam de acordo com as exigências do edital, lançado no ano passado, foram habilitadas. “A Secretaria de Cultura fez a inscrição de Seu Gonzaga e, agora, aguardamos ansiosos pelo resultado da seleção. Sem dúvida seria uma grande conquista para a cultura da cidade e um verdadeiro reconhecimento pela figura ilustre que é o Mestre Gonzaga”, declara a secretária municipal de Cultura, Cirlene Leite.

Lei do Patrimônio Vivo – A Lei de Patrimônio Vivo reconhece ainda em vida o trabalho dos mestres, mestras e grupos de Pernambuco na construção de patrimônios culturais. A Lei prevê a concessão de bolsas vitalícias no valor de R$ 1.080,61 mensais para pessoas físicas e R$ 2.161,22 mensais para grupos como incentivo do Governo de Pernambuco a realização e perpetuação de suas atividades. Além disso, os registrados na Lei do Patrimônio Vivo assumem a missão de transmitir os seus saberes a aprendizes em eventos ou em programas de ensino e aprendizagem promovidos pela Secult-PE e Fundarpe.

FACULDADES COM ADESÃO AO SISU - PROCURE POR REGIÃO


Abaixo você encontra as instituições de ensino divididas por região. 

REGIÃO CENTRO-OESTE

UnB – 50% das vagas pelo Enem/SiSU e 50% pelo PAS no 1º semestre e vestibular no 2º semestre
UFG – todas as vagas pelo Enem/SiSU (novo - saiba mais)
UFGD – 50% das vagas pelo Enem/SiSU
UFMT – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFMS – todas as vagas pelo Enem/SiSU

UEMS – todas as vagas pelo Enem/SiSU
Unemat – todas as vagas pelo Enem/SiSU no 1º semestre e vestibular no 2º semestre

IFG – 20% das vagas pelo Enm/SiSU
IF Goiano – todas as vagas pelo Enem, sendo 70% via vestibular e 30% via SiSU (novo - saiba mais)
IFMT – cerca de 20% das vagas pelo Enem/SiSU
IFMS – todas as vagas pelo Enem/SiSU

REGIÃO NORDESTE

UFAL – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFBA – todas as vagas pelo Enem/SiSU, exceto cursos que exigem teste de habilidade específica
UFRB – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFC – todas as vagas pelo Enem/SiSU
Unilab – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFPB – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFCG – todas as vagas pelo Enem, sem adesão ao SiSU no 1º semestre e com adesão no 2º semestre
UFMA – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFPE – todas as vagas pelo Enem/SiSU no 1º semestre e vestibular de Engenharias no 2º semestre (novo - saiba mais)
UFRPE – todas as vagas pelo Enem/SiSU
Univasf – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFPI – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFRN – todas das vagas pelo Enem/SiSU
Ufersa – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFS – todas as vagas pelo Enem/SiSU, exceto para o curso de Música

UNEB – parte das vagas serão preenchidas pelo Enem/SiSU
UESB – metade das vagas pelo Enem/SiSU
UESC – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UECE – 50% das vagas pelo Enem/SiSU (novo - saiba mais)
UEPB – todas as vagas pelo Enem/SiSU (novo - saiba mais)
UPE – Enem representa a 1ª fase do vestibular e redação do Enem é usada na 2ª fase (novo - saiba mais)
UESPI – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UERN – 60% das vagas pelo Enem/SiSU (novo - saiba mais)

IFAL – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFBA – 40% das vagas pelo Enem/SiSU
IFBaiano – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFCE – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFPB – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFPE – vagas do 2º semestre são preenchidos pelo Enem/SiSU
IFSertão – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFPI – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFRN – todas as vagas pelo Enem, sendo algumas pelo SiSU
IFS – 50% das vagas pelo Enem/SiSU

REGIÃO NORTE

UFAC – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFAM – 50% das vagas pelo Enem/SiSU
Unifap – metade das vagas pelo SiSU e metade pelo Enem 2014 e 2013
UFPA – todas as vagas pelo Enem 2014, sendo 20% pelo SiSU
UFOPA – todas as vagas pelo Enem 2014 ou 2013, mas sem utilizar o SiSU
Unifesspa – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFRA – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFRR – parte das vagas pelo Enem/SiSU
UNIR – todas as vagas pelo Enem, mas sem aderir ao SiSU
UFT – todas as vagas pelo Enem/SiSU (novo - saiba mais)

UEAP – todas as vagas pelo Enem, mas sem aderir ao SiSU

IFAC – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFAM – 20% das vagas pelo Enem/SiSU
IFAP – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFPA – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFRO – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFRR – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFTO – parte das vagas pelo Enem/SiSU

REGIÃO SUDESTE

UFES – Enem representa a 1ª fase do Vestibular de Verão e critério único para Vestibular de Inverno (SiSU)
UFMG – todas as vagas pelo Enem/SiSU, exceto cursos que exigem teste de habilidade específica
UFJF – 70% das vagas pelo Enem/SiSU; o restante é pelo vestibular seriado (Pism)
UFLA – 60% das vagas pelo Enem/SiSU; o restante é pelo vestibular seriado (PAS), sendo que o Enem substitui as provas da 3ª etapa
Unifal – todas as vagas pelo Enem/SiSU
Unifei – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFOP – todas as vagas pelo Enem/SiSU, exceto para os cursos que exigem teste de habilidade específica
UFSJ – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFTM – todas as vagas pelo Enem/SiSU (novo - saiba mais)
UFU – todas as vagas pelo Enem/SiSU, exceto para cursos que exigem teste de habilidade específica, no 1º semestre, e vestibular no 2º semestre
UFV – 80% das vagas pelo Enem/SiSU; o restante é pelo vestibular seriado (Pases), sendo que o Enem substitui as provas da 3ª etapa
UFVJM – 50% das vagas pelo Enem/SiSU; o restante é pelo vestibular seriado (SASI), sendo que o Enem substitui as provas da 3ª etapa
UniRio – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFF – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFRJ – todas as vagas pelo Enem/SiSU, exceto cursos que exigem teste de habilidade específica
UFRRJ – todas as vagas pelo Enem/SiSU, exceto para os cursos que exigem teste de habilidade específica
Unifesp – usa Enem como 1ª fase do vestibular para alguns cursos, e o SiSU para outros
UFABC – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFSCar – todas as vagas pelo Enem/SiSU

UEMG – parte das vagas pelo Enem/SiSU
UENF – todas as vagas pelo Enem/SiSU
Unesp – nota do Enem 2014 pode ser usada para aumentar nota do vestibular
Unicamp – nota do Enem 2013 ou 2014 pode ser usada para aumentar nota da primeira fase

IFES – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFSudesteMG – 50% das vagas pelo Enem/SiSU
IFSuldeMinas – 70% das vagas pelo Enem/SiSU
IFMG – 50% das vagas pelo Enem/SiSU
IFNMG – alguns cursos terão vagas pelo SiSU e outros pelo vestibular
IFTM – todas as vagas pelo Enem/SiSU
Cefet-MG – 50% das vagas pelo Enem/SiSU (novo - saiba mais)
IFSP – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFF – 243 vagas pelo Enem/SiSU
IFRJ – todas as vagas pelo Enem/SiSU
Cefet-RJ – todas as vagas pelo Enem/SiSU

REGIÃO SUL

UFPR – 30% das vagas pelo Enem/SiSU (novo - saiba mais)
UTFPR – todas as vagas pelo Enem/SiSU
Unila – todas as vagas pelo Enem/SiSU, exceto cursos de Arquitetura e Urbanismo e Música
UFRGS – 30% das vagas pelo Enem/SiSU (novo - saiba mais)
UFCSPA – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFSM – as notas do Enem representam 20% da pontuação do PSU e PSS
UFPel – todas as vagas pelo Enem/SiSU
FURG – todas as vagas pelo Enem/SiSU e cursos a distância pelo Enem (novo - saiba mais)
Unipampa – todas as vagas pelo Enem/SiSU
UFSC – Enem de 2009 a 2014 pode representar 30% da nota final do vestibular
UFFS – todas as vagas pelo Enem/SiSU

UEL – Enem é usado apenas para vagas remanescentes
UENP – 10% das vagas pelas notas do Enem 2013 ou 2014
Unicentro – Enem é usado para vagas remanescentes
Unioeste – 50% das vagas pelo Enem/SiSU
UERGS – todas as vagas pelo Enem/SiSU; exceto para os cursos que exigem teste de habilidade específica
Udesc – 25% das vagas do Vestibular de Verão serão preenchidas pelo Enem/SiSU

IFPR – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFSul – 50% das vagas pelo Enem/SiSU
IFRS –50% das vagas pelo Enem/SiSU
IF-Farroupilha – todas as vagas pelo Enem/SiSU
IFSC – 50% das vagas pelo Enem/SiSU
IFC – todas as vagas pelo Enem/SiSU

MODELO EDUCACIONAL DE PERNAMBUCO VIRA EXEMPLO PARA O BRASIL


Quando o assunto é Educação, Pernambuco é um exemplo para o Brasil. A experiência exitosa do Estado, que subiu 12 posições no último Índice do Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), servirá como base para políticas públicas do Governo Federal. O ministro Cid Gomes reuniu-se com o governador Paulo Câmara, nesta sexta-feira (9), no Palácio do Campo das Princesas, para conhecer o modelo pernambucano para a área.  

De acordo com o Chefe do Executivo Estadual, a visita do ministro representa o reconhecimento do trabalho desenvolvido em Pernambuco nos últimos oito anos. O governador se colocou à disposição do Governo Federal para ajudar a melhorar a Educação do Nordeste e de todo o País. "Apoiaremos aquilo que for melhor para o Brasil", ressaltou Paulo Câmara.

Com programas de formação para professores e incentivos para alunos, o Governo de Pernambuco conseguiu elevar boa parte dos índices da Educação - o Estado terminou em 4º no Ideb referente a 2013. "A inovação e a tecnologia são ferramentas importantes para tornar as aulas interessantes. Além disso, nós também premiamos, através do Bônus de Desenvolvimento Educacional (BDE), os profissionais que obtiveram bons resultados durante o período letivo", explicou Paulo.

Após reunir-se com o governador, Cid Gomes, que escolheu Pernambuco para fazer a sua primeira viagem como ministro, conferiu uma apresentação sobre o modelo pernambucano, feita pelo secretário estadual Fred Amâncio. Segundo o ministro, o momento é de "compartilhar e ampliar ainda mais os casos que deram certo".

Cid Gomes afirmou que, para elevar a qualidade do ensino público, vai trabalhar em parceria com estados e municípios. "O meu papel como ministro é o conhecer boas experiências e procurar disponibilizá-las com as demais redes públicas do País", enfatizou.

ENSINO INTEGRAL - Sobre Ensino Integral, o governador adiantou que 53% do alunado pernambucano já estuda nesse horário. "Hoje, são 125 escolas integrais. E ainda podemos somar as nossas 27 Escolas Técnicas Estaduais (ETE), que também fazem parte do sistema. O nosso desafio é ampliar essa rede", pontuou Câmara, confirmando que outras 13 unidades serão entregues até o fim deste ano. 

Além de buscar novas experiências no campo do Ensino Médio, o ministro expressou ainda a sua preocupação com o analfabetismo. "Gostaria que o governador Paulo Câmara liderasse, em Pernambuco e também no Nordeste, um grande pacto pela alfabetização na idade certa. Sabemos que essa é uma responsabilidade dos municípios, mas os Estados podem fazer um papel importante de articulação e apoio", disse Cid, reiterando o apoio do Governo Federal à iniciativa.

REFERÊNCIA - Em sua apresentação, o secretário de Educação elencou alguns programas desenvolvidos em Pernambuco. O titular da pasta disse que a atual gestão cuidou de elevar a infraestrutura das unidades de ensino e tornar o ambiente atrativo para professores e alunos. "Temos um trabalho diário nas nossas 17 regionais de Educação, que cuidam de aproximar o Estado das escolas", salientou Fred Amâncio, grifando que a Rede Pública Estadual tem 140 mil alunos.

Para aumentar a qualidade nas escolas públicas, o Estado adotou uma política de gestão de resultados.  "Aliado à gestão de resultados, que bonifica os que obtiveram bons frutos, nós temos a meritocracia, que, no campo educacional, é muito importante incentivar", completou Paulo Câmara.

GANHE O MUNDO - Entre as inúmeras iniciativas implantadas para estimular o alunado, o programa Ganhe o Mundo foi uma das propostas que mais apresentaram resultados. De acordo com o secretário, o projeto, que oferece bolsas de estudo para estudantes do Ensino Médio, incentivou alunos e familiares. "O Ganhe o Mundo aumentou a autoestima de cidades inteiras, pois é um orgulho ver um conterrâneo da rede pública partindo para intercâmbio no exterior", comentou Fred, lembrando que a bolsa só é disponibilizada para os que tiverem notas boas em português e matemática. Também é preciso passar na prova do idioma escolhido. Em 2014, 1.500 estudantes embarcaram pelo programa. 

Além do governador e do secretário de Educação, a reunião contou ainda com a presença do vice-governador, Raul Henry; do secretário de Planejamento e Gestão, Danilo Cabral; do prefeito do Recife, Geraldo Julio; e do senador eleito Fernando Bezerra Coelho. O encontro também teve o reforço de gestores da Secretaria de Educação e da Universidade de Pernambuco.