segunda-feira, 28 de setembro de 2015

GOVERNO FEDERAL: Vem aí o Ministério da Cidadania


A reforma ministerial que a presidente Dilma Rousseff pretende anunciar na próxima semana prevê a criação do Ministério da Cidadania, que seria fruto da fusão de três Secretaria que têm status do ministério: das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos. Isso já deveria ter sido anunciado há muito tempo, pois não tem mesmo sentido a existência de três pastas para cuidar de assuntos correlatos.

Além do mais, são atuais ocupantes são ilustres desconhecidos. Podem desfilar em qualquer shopping do Brasil que ninguém sabe quem são. O nome mais cotado para comandar o novo ministério é o do gaúcho Miguel Rosseto (PT-foto), atual secretário-geral da Presidência da República.

Antes de viajar quinta-feira à noite para Nova York, a presidente se reuniu com os titulares das três pastas – Eleonora Menicucci (Mulheres), Pepe Vargas (Direitos Humanos) e Nilma Gomes (Igualdade Racial) – aos quais teria dado ciência de que pretende extingui-las. 

        No entanto, para acomodar aliados políticos, a presidente estaria pensando em manter as secretarias de Aviação Civil e dos Portos (onde se encontram políticos do PMDB) e não mais fundi-las com Transportes para criar o Ministério da Infraestrutura, que é pleiteado pelo partido. Teria sido por falta de acordo com o PMDB, aliás, que a presidente não fez o anúncio da reforma na última quinta-feira (24).

Com informações de Inaldo Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário