terça-feira, 23 de setembro de 2014

APÓS UMA SEMANA DEBATE DOS CANDIDATOS A GOVERNADOR DE PE NA TV JORNAL AINDA REPERCUTE

                                                               Imagem / Ne10 / Candidatos


         Passava da meia noite quando foram encerrados os trabalhos no debate eleitoral, que trouxe as presenças dos candidatos ao governo de Pernambuco, senador licenciado Armando Monteiro Neto (PTB), militante socialista Zé Gomes (PSOL) e o ex-secretário da Fazenda do estado Paulo Câmara (PSB). O Debate foi realizado pela TV Jornal e transmitido para todo o estado de Pernambuco.


Zé Gomes praticou intensa crítica e formulou posição veemente contra as duas candidaturas das coligações “Pernambuco Vai Mais Longe” e “Frente Popular de Pernambuco”, respectivamente de Armando Monteiro e Paulo Câmara. Não perdeu uma única oportunidade para disparar sua metralhadora contra seus opositores. Em contrapartida, houve uma polarização entre os candidatos que, pesquisa após pesquisa figuram nos primeiros lugares, Paulo e Armando.

Paulo Câmara, visivelmente nervoso cortou sua fala por diversas vezes, apresentou-se sempre afrente dos outros candidatos, por recomendação da assessoria ou por contra própria, não se sabe ao certo. A fala repetidamente trazia Eduardo Campos e Secretarias que ele Paulo ocupou. Trouxe sempre um discurso programado, envolvido em peça de marketing, típico de guia eleitoral.

Armando Monteiro, ao contrário, com muita envergadura e traquejo político, tendo já conduzido por diversos anos a CNI (Confederação Nacional da Indústria), com argumentação oratória explanou objetivamente os caminhos, atalhos, arranjos, acordos, tolerância e manobras a que um estado referencial como Pernambuco deve se expor para enfretamento e conquistas.

A MEDIAÇÃO E TRANSMISSÃO DO DEBATE:
          
         Acompanhamos todos os momentos desde o início. Mediado pela Jornalista Graça Araújo, o debate seguiu o caminho que naturalmente os outros seguem. Regras, posturas e espaços já conhecidos pelos pernambucanos, nada de muito novo perceptível. Entretanto o debate é sempre um momento democrático que deve ser observado com muita atenção.
      
       Três Jornalistas, do SJCC (Sistema Jornal do Comércio de Comunicação) acompanharam e poderam fazer perguntas. Eles trouxeram comentários de redes sociais em tempo real, e nos intervalos faziam uma tomada, também ao vivo. Foi formada uma cadeia de comunicação do sistema SJCC com o Ne10.

O DEBATE:

Questões como cultura, povos indígenas, assentamentos, reforma agrária, prevenção para seca/estiagem, programas sociais, por exemplo, quase sempre, ou nunca foram colocados em pauta. Há uma tentativa de ambas as partes em desconstruir abertamente a campanha do opositor ao invés de contribuir com propostas ao debate. Talvez pareça fala repetida, mas não é. O debate é muito mais útil e proveitoso quando há embates pelo progresso e desenvolvimento. Quando nos atemos a ouvir tão somente críticas e agressões a coisa não funciona.

Depois do debate, após alguns dias e acompanhando as mais recentes pesquisas eleitorais de campo realizadas por alguns institutos, o quadro se apresenta muito favorável ao PSB e Frente Popular de Pernambuco. Eu diria que seria uma reviravolta histórica se o PTB e Armando conseguissem parar o mar amarelo que domina Pernambuco.

Todavia, não esperem que os números sejam representados especificamente iguais ou muito semelhantes aos que temos vistos. Não que os estudos registrados no TER se desvirtuem ou sejam tendenciosos e manipuladores, não. O que entendemos e vemos nesse cenário é que quando iniciada a contagem e apuração voto a voto veremos uma disputa bem mais acirrada da que mostra os números.

AGRESSÕES:
         
     Registramos logo na chegada dos candidatos aos estúdios da TV Jornal agressões feitas entre opositores. Desta vez o maior agredido foi Paulo e o PSB que teve seu carro de campanha atingido por diversos objetos lançados por pessoas que identificadas estavam com a coligação Pernambuco Vai Mais Longe.

Dias atrás foi o comitê de Armando Monteiro na capital pernambucana que foi alvo de arruaceiros, que depredaram e destruíram material de campanha.

“Essa não é, nem tão pouco deve ser o método para construção e conquistas de votos e consequentemente vitória, democracia, política não é isso”, afirma Norma Silva, expectadora do debate.

Pós-debate não faltaram assessores e correligionários, além das coligações afirmando que seu candidato foi o vencedor do debate. Cada um evidentemente trazendo o que de melhor trouxe seu candidato no espaço facultado do debate. Até o dia 5 de outubro os movimentos serão intensos e a conjuntura tende a não mudar muito até lá. Mas como quase tudo nessa vida é reversível e passível de ”mudanças” é seguir acompanhando para sabermos onde nos levará a corrida eleitoral de 2014.

Da redação;
Texto: Gidi Santos

GERSINHO FILHO INTENSIFICA CAMPANHA EM BUSCA DE VOTOS; GARANHUNS E REGIÃO RECEBEM O CANDIDATO

Imagem / Reprodução Facebook / Gersinho e militante

Gersinho Filho, candidato filiado ao SDD (Solidariedade) da coligação Unidos pela Redução da Carga Tributária (PRTB, PTN, PV e SDD), pleiteante a vaga na ALEPE, esteve na noite de ontem (23) realizando caminhada em busca de votos no bairro Santo Antônio, nas proximidades do Parque Ruber Van Der Linden (Pau Pombo).

O percurso teve Início por volta das 20h e o trajeto seguiu por ruas adjacentes com apoio de carros de som e músicas de campanha. O locutor que puxava e dava estímulos aos que participaram, enfatizou por diversas vezes matéria publicada no Jornal do Comércio em sua edição do domingo (21), que trazia o solidarista como um dos nomes diretos na disputa por uma vaga na ALEPE.

                                                                                        Imagem / Reprodução Facebook

A pesquisa que o locutor citava é o DATALIBA, do ex-vereador e analista político de 96 anos, Liberato Costa Júnior (PMDB). Ela traz informações que levam a crer que o candidato Gersinho Filho é nome forte na corrida por uma cadeira de deputado.

O Dataliba é divulgado desde 1988 e é considerada como um hobby para Liberato, atualmente com 96 anos. Dono de uma memória invejável, Liberato destaca que a pesquisa é feita com dedicação exaustiva e começa antes mesmo do registro oficial das chapas, através de contatos com lideranças políticas.

Gersinho, fortalecido por essa pesquisa tem intensificado sua campanha nas ruas e o reflexo será visualizado dia 5 de outubro próximo, aonde em ato de cidadania o brasileiro irá as urnas votar no candidato de sua preferência.

Da redação;
Texto: Gidi Santos

JOVENS PARLAMENTARES DE PERNAMBUCO EMBARCAM PARA BRASÍLIA-DISTRITO FEDERAL

                                                                           Imagem / Imprensa GRE-AM

Esta semana promete ser movimentada para os quatro estudantes da rede estadual selecionados pelo Programa Parlamento Jovem Brasileiro 2014. Eles embarcaram dia 21 para a jornada parlamentar oferecida pelo programa, que inicia 22, em Brasília, Distrito Federal. Dos quatro jovens deputados, três são de escolas do Agreste Meridional. 

Um deles é Lucas Ferreira de Melo, estudante da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) de Garanhuns. Ele foi selecionado com um projeto de lei que trata da criação de Unidades de Pronto Atendimento Veterinário (UPAVI) em âmbito nacional. Enquanto Lucas tenta garantir a proteção aos animais, a estudante Miriam França Conceição, da EREM Augusto Lúcio, município de Correntes, lançou um olhar sobre as pessoas de mais idade. O projeto proposto por ela garante aos idosos o direito à informação e acesso às novas tecnologias, concedendo cursos especializados e gratuitos exclusivamente voltados para este público. Também com temática relacionada à educação, o projeto de Adeilson Alves da Silva, da Escola Jornalista Manuel Amaral, Lajedo, baseia-se na necessidade de ingresso no ensino superior para propor a criação do PRONAPE (Programa Nacional Preparatório para o ENEM), para os alunos do Ensino Médio de escolas públicas de todo o país. 

                Deputados de PE recebem os Jovens Parlamentares na ALEPE

Manuella Valença Correia, da escola de Aplicação da UFPE, completa o quadro de pernambucanos selecionados. Eles simularão a jornada de trabalho de Deputados Federais na Câmara, em Brasília. Lá, além de participar de workshops, palestras, visita aos principais ambientes de decisão política do país, eles defenderão seus projetos em plenária e podem ter suas ideias transformadas em pauta de discussões oficiais no parlamento. 

Este ano, Pernambuco registrou 256 projetos de lei inscritos para o programa, superando em muito o número de inscrições de 2013, que foi 144. No cenário nacional, Pernambuco ficou em terceiro lugar, atrás de Amazonas, com 300 inscrições, e de São Paulo, com 303, e foi o primeiro no Nordeste. Garanhuns e região tiveram participação efetiva neste resultado: cerca de 50% dos projetos inscritos no Estado foram enviados pela GRE Agreste Meridional. 

PARLAMENTO JOVEM– Criado pela Resolução 12/03 da Câmara dos Deputados, foi regulamentado pelo Ato da Mesa n.º 49/04, o Parlamento Jovem Brasileiro (PJB) propõe a vivência do processo democrático, mediante a participação de estudantes em uma simulação da jornada parlamentar na Câmara dos Deputados. O objeto do programa é possibilitar a estudantes do Ensino Médio e Técnico das escolas públicas e privadas brasileiras o exercício da cidadania, da representação política, da vivência do processo legislativo e da liderança, por meio de sua diplomação, posse, investidura e atuação em mandato legislativo.

Da redação;
Texto: Imprensa-GRE-AM
Edição: Gidi Santos

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL DISPONIBILIZA PREVISÃO DE REALIZAÇÃO

                                                                                    Imagem / Ruth Santana

Com o intuito de criar a comissão de elaboração do projeto de lei do Estatuto dos Servidores Municipais de Garanhuns, o prefeito Izaías Régis assinou, no dia 8 desse mês, a portaria 856/2014- GP. O objetivo dessa comissão é estabelecer uma ferramenta que defina os direitos e deveres funcionais dos servidores públicos. A comissão, que é formada por servidores municipais, pertencentes à maioria das secretarias, iniciou seu calendário no dia 11 desse mês, com reuniões para a elaboração do estatuto. Uma audiência pública ainda será realizada e o projeto, em seguida, seguirá para votação na Câmara de Vereadores.

As reuniões têm o intuito de discutir uma proposta própria para Garanhuns, uma vez que, até o momento, o município é regido pelo Estatuto do Estado de Pernambuco.  “Esse é um momento histórico para o funcionalismo público municipal”, afirmou o presidente da comissão, Antônio Ferreira. Os encontros levam em consideração a opinião da sociedade municipal, que está sendo representada pelos membros da comissão. Simultaneamente a esse processo está sendo organizado o concurso público do município.

A previsão para a publicação do edital do concurso, que disciplinará os requisitos para a inscrição, processo de realização, prazo de validade, critérios de classificação, desempates, recursos e a homologação, é para o dia 21 de outubro, e será disponibilizado no site oficial da Prefeitura de Garanhuns (www.garanhuns.pe.gov.br). O estatuto, que já tem alterações, também estará no site, disponível para o servidor, permitindo que ele contribua com a sua elaboração, enviando sugestões para o e-mail: comissaodoestatuto@garanhuns.pe.gov.br. Quanto às provas, a previsão é que sejam realizadas no dia 25 de janeiro.

Secom

FESTIVAL INTERNACIONAL DE LITERATURA INFANTIL DE GARANHUNS ENTRE OS DIAS 9 E 12 DE OUTUBRO

                     Imagem / Xilogravura da Ilustradora Nireuda Longbardi

Rodas de leitura, performances de ilustradores, oficinas de Literatura de Cordel, de ilustração e de poesia, lançamentos e feira de livros, apresentações culturais e uma biblioteca ao ar livre fazem parte do primeiro Festival Internacional de Literatura Infantil de Garanhuns (Filig). O evento ocorrerá entre 9 e 12 de outubro, em alusão à Semana Nacional da Leitura, e contará com escritores e ilustradores infantis do país e da América Latina.

“A escritora colombiana Irene Vasco, que escreve livros para crianças há mais de 25 anos, abre a programação de palestras na sexta-feira [dia 10]. Já a argentina Florencia Esses, autora de poesia e contos para crianças e com experiência na formação de leitores, ministrará a palestra do sábado [11]. A ilustradora argentina Eleonora Arroyo, que vive e trabalha em Buenos Aires e se dedicou à educação pela arte após fazer experiências com teatro de sombras, encerra a programação de palestras na  noite do domingo [12]”, informa a assessoria de imprensa do evento. Os brasileiros convidados são os ilustradores Nireuda Longobardi, Laerte Silvino e José Carlos Braga Câmara, e a escritora Sandra Pina.

As atividades de oficinas e bate-papos com crianças, envolvendo os convidados, ocorrerão durante as manhãs na unidade do Serviço Social do Comércio (Sesc), localizada na Rua Manoel Clemente,  número 161, no Centro. À tarde, haverá atividades no Parque Ruben Van der Linden, que fica nesta mesma rua. As palestras para o público adulto estão previstas para o período da noite, no auditório Sete Colinas, também no Sesc.

Com o tema “Literatura Infantil - Construindo Cidadãos”, a proposta do festival é de contribuir para a formação de novos leitores. De acordo com a assessoria, a expectativa é de que cerca de 6 mil pessoas participem durante os quatro dias. O acesso é gratuito e as inscrições para os bate-papos com autores e oficinas devem ser feitas através do site. Não é necessário se inscrever para as palestras.

O festival conta ainda com atividades paralelas já iniciadas e com término previsto para o mês de dezembro. As oficinas de formação de mediadores de leitura e a de gestores de bibliotecas têm o objetivo de formar multiplicadores de leitura para atuação direta em literatura infantil.


G1

GOVERNO DO MARANHÃO TEME ONDA DE INSEGURANÇA E SOLICITA FORÇA NACIONAL

                                                        Imagem / Reprodução / Força Nacional

Em meio à onda de insegurança provocada por sucessivos ataques a ônibus e veículos particulares ocorridos nos últimos dias na capital e região metropolitana, a governadora do Maranhão, Roseana Sarney, pediu ajuda ao Ministério da Justiça para reforçar a presença da Força Nacional de Segurança Pública com o envio de mais tropas a São Luís.

O pedido de mais integrantes da Força Nacional, de acordo com o Ministério da Justiça, foi protocolado na noite de ontem (22) e está sendo analisado pela pasta. Caso a solicitação seja aceita pelo governo federal, outro contingente será designado para o estado, que já conta com o auxílio da Força Nacional de Segurança atuando no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Apesar de o Ministério da Justiça informar que o envio de tropas da Força Nacional ocorre em caráter “episódico, temporário e planejado”, o Maranhão conta com o suporte de forças federais desde 23 de outubro de 2013. Alegando questões de segurança, o ministério só revela os custos da operação, o efetivo enviado ao estado e os detalhes da atuação das equipes ao fim da operação.

Conforme o ministério, cada policial deslocado para operações da Força Nacional recebe diária, paga pelo governo federal, em torno de R$ 200. A acomodação e o combustível usado nas viaturas da tropa são custeados pelo governo do estado.

Ontem (22), a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão informou que 18 suspeitos de envolvimento nos ataques a ônibus e carros ocorridos em São Luís e em cidades vizinhas foram identificados pela polícia. Desses, 13 adultos foram presos e cinco adolescentes, apreendidos. No sábado, quatro ônibus coletivos e um microônibus foram incendiados em São José de Ribamar, região metropolitana da capital.

No domingo (21), um ônibus particular foi queimado no bairro da Alemanha, localizado na capital. Ontem (22), três coletivos foram incendiado no bairro Outeiro da Cruz, também na capital maranhense, e dois automóveis - em uma concessionária - e seis viaturas na garagem da Secretaria de Segurança Pública foram queimados.

Em nota divulgada ontem, a secretaria informou que continua investigando a autoria dos atentados e que “todas as medidas foram tomadas para garantir a segurança da população”, sem citar, no entanto, quais ações estão sendo adotadas. A suspeita é que a ordem de ataque partiu do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, maior estabelecimento prisional do Maranhão.


Agência Brasil

QUINTA-FEIRA (25); TERMINA O PRAZO PARA EMISSÃO DE SEGUNDA VIA DO TÍTULO ELEITORAL

                                                                                       Imagem / Reprodução

Os eleitores têm até a quinta-feira (25) para tirar a segunda via do título de eleitor nos cartórios eleitorais de Pernambuco. Para quem perdeu ou teve o documento extraviado, entre outros casos, pode ter a segunda via impressa na hora, sem custo adicional. Para retirar a segunda via é preciso levar um documento oficial com foto.

Depois do prazo estipulado, o eleitor só vai poder fazer a segunda via após o primeiro turno das eleições. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) lembra que, sem o título, o eleitor fica impedido de, por exemplo, fazer inscrições em concursos e vestibular. "O título propriamente dito não é obrigatório para votar, mas é obrigatório para abertura de conta, para inscrição no vestibular, concursos públicos, emissão de passaporte, empregos", afirma o assessor da Corregedoria do TRE, Orson Lemos.

G1

MORRE ABELARDO DA HORA - ESCULTOR DA CULTURA PERNAMBUCANA; FUNDARPE LAMENTA PERDA

                                                    Imagem / Reprodução / Abelardo da Hora

A Secretaria de Cultura e a Fundarpe lamentam profundamente a morte de Abelardo da Hora. Não há palavras que resumam a grandeza deste pernambucano de São Lourenço da Mata que dedicou sua vida à missão de aproximar a arte do nosso cotidiano, de pautar a cultura como elemento de reflexão política e de transformação social.

Fundador da Sociedade de Arte Moderna do Recife e um dos mentores do Movimento de Cultura Popular, Abelardo viveu 90 anos compartilhando seu talento único nas áreas da escultura, da cerâmica e do desenho com todos os pernambucanos, inclusive contribuindo para a formação de outros grandes artistas do nosso tempo, como Francisco Brennand, Gilvan Samico e Aloisio Magalhães.

A cultura pernambucana, que de forma genial Abelardo sempre exaltou em suas esculturas, está de luto. Mas seguirá firme, inspirada pela vida e pela obra do mestre que deixa um exemplo de como o fazer artístico pode estar a serviço da construção de uma sociedade mais justa; sonho do qual nem as mais de 70 prisões políticas foram capazes de fazê-lo declinar.

Que suas obras, especialmente aquelas que enchem de beleza a paisagem urbana do Recife, como o Monumento ao Frevo (Rua da Aurora) ou o Monumento aos Retirantes (Parque Dona Lindu), nos façam sempre lembrar, agradecidos, de sua inesquecível contribuição à formação cultural da nossa gente.
Com pesar,

Marcelo Canuto
Secretário de Cultura de Pernambuco

Severino Pessoa
Presidente da Fundarpe

CORPO DO ARTÍSTA ABELARDO DA HORA É VELEADO NA ALEPE EM RECIFE ENVOLVIDO EM MUITA COMOÇÃO

Imagem / G1 / chegada do Corpo de Abelardo da Hora na ALEPE

O corpo do artista plástico Abelardo da Hora foi velado ontem (23 de setembro), no Plenário da Assembleia Legislativa. O escultor, pintor e desenhista pernambucano tinha 90 anos e morreu na manhã dessa terça, vítima de uma parada cardiorrespiratória. Abelardo estava internado há cerca de um mês no Hospital Memorial São José, no Centro do Recife. A visitação pública ao corpo do artista ocorre até às 22h dessa terça. Na manhã desta quarta (24), a partir das 8h, o velório será reaberto ao público, sendo encerrado às 10h30. O enterro será realizado no Cemitério de Santo Amaro, a partir das 11h. 

Ex-aluno da Escola de Belas Artes do Recife, Abelardo da Hora produziu centenas de obras com forte apelo social e político. No final da década de 1940, criou a Sociedade de Arte Moderna do Recife, que dirigiu por dez anos. Em 1958, fundou o Movimento de Cultura Popular (MCP) ao lado de nomes como Paulo Freire, Germano Coelho e Luiz Mendonça.

Entre as esculturas mais conhecidas do artista, destacam-se o Monumento aos Retirantes, localizado no Parque Dona Lindu e o Monumento ao Frevo, na Rua da Aurora. Outra importante iniciativa realizada por Abelardo foi a criação do projeto de lei que obrigou a instalação de obras de arte nas edificações do Recife com mais de 1500 metros quadrados. 

Na visão do deputado Raimundo Pimentel, do PSB, autor da proposta que concedeu a Medalha Leão do Norte ao pintor, no ano passado, a marca deixada pelo artista pernambucano dificilmente será substituída. Ele lembrou que Abelardo era um militante político que atuou num dos momentos mais difíceis do País, em defesa da democracia e da justiça social.

A deputada Laura Gomes, do PSB, presidente da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia, disse que Abelardo orgulhou os pernambucanos. Já a deputada Teresa Leitão, do PT, enalteceu o exemplo do escultor, que deixou uma lição de vida, e inspira até hoje novas gerações. O governador João Lyra Neto decretou luto oficial de três dias no Estado. Em nota, ele lembrou a militância política de Abelardo em favor dos mais pobres. O prefeito Geraldo Julio também decretou luto oficial de três dias no Recife. 

A secretária de Cultura do Recife, Leda Alves, veio até a Assembleia para se despedir de Abelardo e falou da grandeza de sua obra. Emocionado, Abelardo da Hora Filho disse que o pai estava o tempo inteiro com o pensamento no futuro, refletindo sobre novos projetos e no que faria quando saísse do hospital.

O cantor Claudionor Germano, irmão de Abelardo, também lamentou a morte do artista, que considera uma perda irreparável para a cultura. Marcelo Canuto, secretário de Cultura do Estado, lembrou que o escultor é um homem que marca Pernambuco desde a década de 40. A artista plástica Tereza Costa Rego rememorou a longa convivência com Abelardo, na arte e na política.


Rádio Alepe

GOVERNADOR DECRETA LUTO OFICIAL POR TRÊS DIAS EM RAZÃO DA MORTE DE ABELARDO DA HORA

                                                       Imagem / Reprodução / João Lyra Neto

Perdemos mais um filho ilustre e um dos maiores nomes das artes brasileiras. Aos 90 anos, ainda lúcido e ativo, Abelardo da Hora continuava sua extensa obra iniciada desde os anos 1940, quando começou a moldar suas primeiras peças na Escola de Belas Artes do Recife. Sua obra se caracterizou com o compromisso com o povo: uma galeria de arte a céu aberto. Espalhou sua criatividade por ruas avenidas, prédios públicos, bancos, hotéis, hospitais  e edifícios residenciais. Um arte feita com amor e paixão que fazem parte do cotidiano dos pernambucanos.

Abelardo da Hora deixa um legado também na militância política em favor dos mais pobres da nossa sociedade, causa que sempre se comprometeu, utilizando seu trabalho como forma de contribuição para a melhoria da sociedade. Um artista politicamente combativo e fortemente defensor do povo.

Com essa visão, na gestão do então prefeito do Recife, Miguel Arraes de Alencar, foi um dos idealizadores do Movimento de Cultura Popular (MCP), Nesta mesma época, fez 22 desenhos sobre a situação de miséria da cidade. Era o álbum "Meninos do Recife", sobre a fome e a pobreza que esses meninos viviam. Preso pela ditadura mais de 70 vezes, teve os 500 exemplares desse álbum queimados e suas esculturas destruídas pelos militares, uma delas um monumento em homenagem às Ligas Camponesas, erguida no Engenho Galiléia, em Vitória de Santo Antão

Sua trajetória política sempre esteve ao lado da Frente Popular de Pernambuco, não só com Miguel Arraes, mas até os dias atuais, com seu neto, o ex-governador Eduardo Campos. Já neste governo, Abelardo foi convocado para deixar o seu talento nos três hospitais metropolitanos (Miguel Arraes, Dom Helder Câmara e Pelópidas da Silveira) construídos em Pernambuco, no período em que fui secretário de Saúde. 

Sua última grande obra, a escultura em bronze polido "O Artilheiro" embeleza a Arena Pernambuco, entregue no dia do aniversário do artista, 31 de julho deste ano, em São Lourenço da Mata, onde Abelardo nasceu.

Decretei luto oficial de três dias no Estado. Pernambuco perdeu um dos seus maiores artistas, mas o povo pernambucano continuará sempre em contato com sua grandiosa obra.


João Lyra Neto
Governador de Pernambuco