quarta-feira, 27 de agosto de 2014

MARINA SILVA NA BANCADA DO JN: Avaliação do Blog

                                                                               Imagem/Marina Silva Divulgação

Analisando minuciosamente, de maneira pragmática, hoje (27), a entrevista realizada pelo jornalista, apresentador e editor geral do JN (Jornal Nacional) da rede Globo de Televisão, Willian Bonner com Patrícia Poeta a Presidenciável Marina Silva (PSB) ficou claro que o método utilizado já se tornou ultrapassado; obsoleto.
         
         Temos acompanhado na bancada do noticiário mais assistido do país, em seus “15 minutos reservados para entrevista”, temas polêmicos, segundo William, sendo abordados. Entretanto, nas redes sociais pelo país afora o jornalista Willian Bonner tem sido muito criticado quanto ao posicionamento editorial e de pauta que vem seguindo o noticiário.

O que William chama de polêmico, alguns chamam de manipulação, lavagem cerebral, havendo inclusive pessoas tratando as entrevistas como ato de terrorismo político.

Bom, deixando de lado os mais enérgicos; os mais engajados, envolvidos e conhecedores desse cenário, que especulam que contribuem para o processo, profundo conhecedores dos caminhos a serem percorridos em uma corrida eleitoral evidentemente têm argumentos um tanto quanto mais plausíveis.

Levando em consideração históricos políticos, vida profissional, experiência em militância partidária, programação e montagem de programas de governo, práticas democráticas de junções entre siglas e nomes, além de conhecimento intelecto-técnico desse momento, aclamação e empatia popular entre muitos outros fatores é que podemos entender e percorrer a trajetória da vitória cravando o legado de contribuição afirmam especialistas.

Por isso e por muito mais, esses fomentadores da política, já tratam a entrevista de hoje como, firme, embasada, de muito norteamento, que trouxe em cheque uma vasta demonstração de traquejo em agregar, visto a posição, respeitosa, quando tratado o fato de em algumas questões divergir , ela Marina, do seu atual candidato a vice Beto Albuquerque por exemplo.

“Não seríamos democracia se não divergíssemos questionou Marina”. Wiliam especialmente nesta última entrevista se repetiu bastante falando sobre investigação da propriedade da aeronave Cessna que ocasionou acidente e consequentemente morte do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos. Insistiu em um foco rotineiramente usado por Marina de que “precisamos dar espaço a nova política” e não condicionou a candidata a variantes negativas.

Percebamos então, que os papéis meio que se descaminharam nesse modelo formato de entrevista. O jornalista segue em tom ativista, na tentativa de assemelhar-se com cobranças político éticas do cidadão Brasileiro. Em contrapartida a imagem exposta do político sentado na bancada JN, que passa por sabatina, reflete uma desarmonização entre povo e político, desencorajando ainda mais as pessoas a, por exemplo: formarem novas forças políticas, filiarem-se a partidos, irem exercer cidadania no ato de votar, formarem juízo de valor, pois afinal os políticos são todos corruptos segundo explora o JN.

Da redação;
Texto: Gidi Santos

LULA VEM A PERNAMBUCO NA PRÓXIMA SEMANA

                                                                                                     Imagem/Divulgação

O principal cabo eleitoral do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, aportará em Pernambuco na próxima semana. O líder mor petista visitará Recife, Olinda e Petrolina no dia 4 de setembro, numa quinta-feira. A expectativa é que a presidente Dilma Rousseff (PT) acompanhe a agenda.

A vinda de Lula e de Dilma é para conter o crescimento do candidato ao Governo pela Frente Popular, Paulo Câmara (PSB), e da postulante à Presidência da República pela chapa Unidos pelo Brasil, Marina Silva (PSB). Ambos tiveram um crescimento significativo no Estado.

O apadrinhado do ex-governador Eduardo Campos cresceu 18 pontos percentuais na última pesquisa Ibope, diminuindo a diferença para o seu principal adversário, Armando Monteiro Neto (PTB). O petebista aparece com 38% das intenções de voto contra 29% do socialista.

Já Marina Silva aparece à frente de Dilma em Pernambuco. A socialista está com 41% das intenções de voto contra 37% da petista.

Folha - PE

PRAZO PARA PAGAR IPVA ATRASADO TERMINA SEXTA-FEIRA (29)


Os donos de veículos em Pernambuco devem ficar atentos: termina nesta sexta-feira (29) o prazo para o pagamento de boletos vencidos do IPVA. Após esta data, motoristas vão pagar uma multa de 100% sobre o valor do imposto, além de juros. Se o débito não for quitado em 30 dias, ele vai ser inscrito na dívida ativa do estado. Este ano, a cobrança não chegou pelos Correios. Os boletos devem ser retirados pela internet no site do DETRAN. O endereço é o www.detran.pe.gov.br


Rádio CBN

EM PERNAMBUCO MARINA BATE DILMA E AÉCIO DIZ PESQUISA IBOPE


Pesquisa iIbope divulgada na terça-feira (26) aponta que Marina Silva (PSB) tem 41% das intenções de voto e Dilma Rousseff (PT), 37%, entre os eleitores de Pernambuco na disputa pela Presidência da República. Aécio Neves (PSDB) aparece com 3%. Esta é a segunda pesquisa de intenção de voto feita pelo instituto no estado sobre a eleição nacional, após o registro das candidaturas.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo. Pastor Everaldo (PSC) tem 1%. Brancos e nulos somam 7%, e outros 11% não sabem ou não responderam.
Eduardo Jorge (PV), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Luciana Genro (PSOL), Mauro Iasi (PCB), Rui Costa Pimente (PCO) e Zé Maria (PSTU) somam juntos 2%. 

Veja os números do Ibope para a pesquisa estimulada (em que a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado) apenas no estado de Pernambuco:


Marina Silva (PSB) - 41% das intenções de voto
Dilma (PT) – 37%
Aécio Neves (PSDB) – 3%
Pastor Everaldo (PSC) – 1%
Outros com menos de 1% - 2%
Brancos e nulos - 7%
Não sabe ou não respondeu - 11%

A pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 25 de agosto. Foram entrevistados 1.512 eleitores em 69 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo Nº PE- 00019/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob protocolo Nº BR-00424/2014.

G1

JOÃO PAULO AINDA NA FRENTE MOSTRA PESQUISA PARA SENADO EM PERNAMBUCO

                                                                                                         Imagem/Divulgação

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) aponta que o candidato João Paulo (PT) tem 35% das intenções de voto para o Senado. Na sequência, o socialista Fernando Bezerra Coelho (PSB) aparece com 22%. Simone Fontana (PSTU) tem 2%; Albanise Pires (PSOL) e Oxis (PCB) aparecem com 1% cada.
Os indecisos somam 24% e os que declaram que vão votar branco ou nulo são 15%.

No levantamento anterior realizado pelo instituto, em julho, João Paulo aparecia com 37% e Fernando Bezerra Coelho, com 16%. Encomendada pela TV Globo, a pesquisa é a segunda do Ibope após o registro das candidaturas.

Veja os números do Ibope:
João Paulo (PT) - 35% das intenções de voto
Fernando Bezerra Coelho (PSB) - 22%
Simone Fontana (PSTU) - 2%
Albanise Pires (PSOL) - 1%
Oxis (PCB) - 1%
Brancos e nulos - 15%
Não sabe ou não respondeu - 24%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e realizada entre os dias 23 e 25 de agosto. Foram entrevistados 1.512 eleitores em 69 municípios do estado. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O nível de confiança é de 95%. O que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de 3 pontos para mais ou para menos, a  probabilidade do resultado retratar a realidade é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) sob o número 00019/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR00424/2014.


G1

ERASMO CARLOS CRITICA PARÓDIA DE TIRIRICA: "ENGRAÇADO OU NÃO, TEM QUE PAGAR"

                                                                                                      Imagem/Divulgação

Erasmo Carlos, que escreveu junto com Roberto Carlos a música "O portão", criticou a paródia da canção por Tiririca. "Engraçado ou não, tem que pagar", disse Erasmo em entrevista ao G1 nesta quarta-feira (27). O parceiro de Roberto classificou a inclusão da paródia na campanha eleitoral do humorista como "ignorância" e "irresponsabilidade".

"Qualquer pessoa com mínimo grau de conhecimento sabe disso: se usar uma música tem que pagar direito aos autores", afirmou Erasmo. Ele disse que vai deixar que Sony, editora responsável por cuidar dos direitos da música, cuide do caso. A empresa disse no dia 19 de agosto que vai processar Tiririca (PR-SP). Ricardo Vita Porto, advogado do PR, disse nesta quarta-feira que ainda não recebeu notificação judicial relativa à paródia.

'Eu votei'

No vídeo divulgado na TV pela primeira vez no dia 19, Tiririca se veste como Roberto Carlos e canta: “Eu votei, de novo vou votar. Tiririca, Brasília é seu lugar" (com a melodia da música "O portão"). Na propaganda eleitoral, Tiririca está sentado em uma mesa de refeição e mostra um bife, em referência ao comercial da empresa Friboi, que foi estrelado por Roberto Carlos. “Que bifões, bicho”, diz o comediante e político.

"Ninguém é obrigado a ajudar nenhum político e nem ter sua obra intelectual ligada a uma campanha. Pensamos que após a notificação, o candidato pediria desculpas, mas não foi o que aconteceu. Diante da afronta, está tomada a decisão de entrar com o processo", disse José Diamantino.

A Lei de Direito Autoral diz que "são livres as paráfrases e paródias que não forem verdadeiras reproduções da obra originária". O advogado da Sony argumenta: "A lei permite a paródia em um contexto de comédia, em um circo ou em um programa de humor. Na medida em que uma pessoa usa a música adaptada para promover uma marca ou um candidato, o caso é diferente."

O advogado do partido de Tiririca discorda da editora. "Não associamos ninguém à campanha neste caso, está claro que é uma imitação. Quem assiste não confunde, não acha que é o Roberto Carlos que está falando. É uma paródia, permitida pela Lei de Direitos Autorais, e não a utilização da música integral de Roberto Carlos", diz Ricardo Vita Porto.


G1

SENADOR RANDOLF REPRESENTOU CONTRA OPERADORAS DE TELEFONIA CELULAR


O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), nascido em Garanhuns, mais jovem senador eleito e mais votado no estado do Amapá, apresentou na Procuradoria-Geral da República uma representação contra as operadoras de telefonia celular do país e também contra os responsáveis pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Ele anunciou que ainda nesta semana vai apresentar também uma representação ao Ministério Público do Amapá e à Procuradoria Geral da Justiça contra  as operadoras  por danos ao direito do consumidor.

Segundo Randolfe Rodrigues, isso se justifica porque há dois dias os habitantes do Amapá e de Roraima ficaram sem acesso à internet. A explicação da Anatel, segundo o senador, é que teria havido problemas no linhão de Tucuruí.

Para Randolfe Rodrigues, as operadoras de telefonia celular e a Anatel precisam ser responsabilizadas, porque esses problemas se repetem com muita frequência no norte do país:

- No final, eles dizem o seguinte: que o sistema da Oi foi desligado, depois o cabo do sistema do linhão de Tucuruí foi desligado, ou seja, todos os sistemas ficaram desligados, possibilitando que a Oi ficasse fora do ar, a TIM ficasse fora do ar, a Claro ficasse fora do ar e a Vivo ficasse fora do ar... quer dizer, que o problema foi tamanho e foi tão contundente que todas as operadoras ficaram fora do ar ao mesmo tempo? Todas ao mesmo tempo? - protestou o senador.


Agência Senado

DILMA VETA LEI QUE PREVÊ CRIAÇÃO DE NOVOS MUNICÍPIOS


A presidente Dilma Rousseff vetou integralmente projeto aprovado pelo Congresso para regular a criação de municípios. É a segunda vez que uma proposta com essa finalidade é rejeitada por Dilma.

O Projeto estabelece regras para a comprovação da viabilidade municipal (econômico-financeira, político administrativa e socioambiental e urbana) e a consulta à população afetada. Além disso, exige que tanto o novo município quanto o que venha a perder parte do seu território mantenham, após o processo, uma população mínima: 6 mil nas regiões Norte e Centro-Oeste, 12 mil na região Nordeste; e 20 mil nas regiões Sul e Sudeste.

Ao vetar o PLS 104/2014, Dilma reconhece o "esforço de construção de um texto mais criterioso", mas afirma que a proposta não afasta o problema da responsabilidade fiscal.

"Depreende-se que haverá aumento de despesas com as novas estruturas municipais sem que haja a correspondente geração de novas receitas. Mantidos os atuais critérios de repartição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), o desmembramento de um município causa desequilíbrio de recursos dentro do seu estado, acarretando dificuldades financeiras não gerenciáveis para os municípios já existentes", diz na justificativa do veto.


Agência Senado

TERMINA PRAZO PARA QUE MUNICÍPIOS CUMPRAM LEI E ACABEM COM LIXÕES

                                                                                             Imagem/Lixão Divulgação

Terminou no dia dois de agosto o prazo para que os municípios promovessem a destinação correta do lixo que produzem. Mas, segundo o deputado Manoel Santos, do PT, apesar da existência de lei federal sobre o tema, a maioria dos prefeitos de Pernambuco não cumpriu as exigências. Nesta quarta (27 de agosto), o parlamentar chamou atenção para a necessidade de esforço conjunto na busca de solução para o problema.

Manoel Santos afirmou que o tema é fundamental para a população pernambucana. De acordo com ele, dos 185 municípios, 36 possuem aterros regulamentados e tratam da questão dos resíduos sólidos corretamente. 

O deputado comentou que tratar da questão do meio ambiente e da coleta de lixo significa saúde pública. Segundo o petista, a legislação estabeleceu um prazo de quatro anos para que as gestões municipais criassem planos substituindo os lixões por aterros sanitários. Manoel Santos disse, ainda, que o Ministério Público de Pernambuco já avisou que não será complacente com os municípios que ainda mantêm lixões a céu aberto e nada fizeram para se adequar às Políticas Nacional e Estadual de Resíduos Sólidos.


Rádio Alepe

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE PERNAMBUCO CONCLUI ANÁLISE DA LDO 2015


O Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias do Governo do Estado (LDO) foi aprovado, nesta quarta (27 de agosto), pela Comissão de Finanças. A matéria determina regras para a utilização dos recursos da administração pública estadual em 2015. A redação final da LDO será votada nesta quinta (28), no Plenário da Assembleia.

A Lei de Diretrizes Orçamentárias orienta a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA), fixa as metas e prioridades da administração pública e aborda alterações na legislação tributária. A LDO também estabelece metas fiscais. Entre os objetivos previstos na proposta para o ano que vem está a consolidação da gestão pública eficaz, a ampliação de investimentos governamentais e a valorização do servidor. 

O presidente da Comissão de Finanças, deputado Clodoaldo Magalhães, do PTB, ressaltou que a LDO traz um panorama geral de regras para a aplicação dos recursos públicos na Lei Orçamentária Anual (LOA), que chegará em outubro à Assembleia.  Ele destacou as metas de investimentos que contemplam a educação, com ênfase no ensino integral, além de verbas para ampliação do atendimento na área da saúde.

Durante a reunião, os parlamentares também distribuíram seis projetos e aprovaram outras quatro proposições. Entre elas, a de autoria do Poder Executivo que abre crédito suplementar em favor da Fundação de Aposentadorias e Pensões dos Servidores do Estado de Pernambuco - Funape, no valor de aproximadamente um milhão e trezentos mil reais.


Rádio Alepe