sábado, 15 de junho de 2019

Garanhuns: Assessor parlamentar tenta intimidar imprensa com queixas em Delegacia local

Apesar da iniciativa de Luiz Roldão, Blog do Gidi Santos tomará as medidas judiciais cabíveis contra
assessor, que de acordo com nosso entendimento, incorreu em denunciação caluniosa contra o periódico

Depois que o Blog do Gidi Santos publicou matéria que envolve o assessor parlamentar, Luiz Roldão, por motivo dele ter sido alvo de uma decisão liminar proferida pela justiça de Garanhuns, que determinou que ele retirasse bem como se abstivesse de publicar falsas notícias relativas a Plena Gestão Empresarial e o contrato firmado pela a empresa com a Prefeitura de Garanhuns, a respeito da padronização e requalificação das feiras livres aqui do município, sob pena de multa de R$ 2 mil reais por publicação, o próprio assessor vem divulgando nota em suas redes sociais, bem como junto a imprensa local, onde ele argumenta que o processo a que o Blog do Gidi Santos teve acesso e fez alusão, tramita em segredo de justiça, e que portanto, segundo ele, não poderia ser divulgado.

Ao divulgar sua posição nas redes sociais ainda na quinta-feira (13), bem como revelar que seguiu a uma delegacia para prestar uma queixa pela publicação em questão, Roldão partiu para o ataque pelo conteúdo jornalistico que foi ao ar no Blog do Gidi Santos.

Escreveu ele no Facebook: “Hoje tive de tomar uma atitude dura contra dois blogueiros da cidade (aí entenda-se os jornalistas Gidi Santos, Registro SRTE 4516 e Carlos Eugênio, DRT 3612-PE). Eles divulgaram um processo que corre em segredo de justiça, o que não é permitido por lei, com intenção clara de tentar manchar meu nome junto à sociedade de Garanhuns. Assim, para defender o meu nome e cortar pela raiz esse mau exemplo de Jornalismo sujo, a serviço dos poderosos locais, fui à delegacia de polícia e prestei queixa”.

Seguindo, ele faz novas considerações, mas aí, se remetendo a outros casos em que ele foi acionado judicialmente. Diz ele no texto: “Considero que quem está na vida pública está sujeito a ser contraditado e pode, algumas vezes sofrer com tentativas de processos até como tentativa de intimidação. Já tentaram me processar uma vez ou duas, mas nem por isso deixarei de lutar pela população, de denunciar desmandos ou de apontar indícios de mau uso do dinheiro público. Não tenho mais de 20 processos nas costas, nem estou sujeito a ser condenado por atos de improbidade administrativa, graças a Deus até hoje nunca ninguém pôde sequer suspeitar da prática de algum tipo de ROUBO como alguns estão sendo acusados”. Em trecho final de sua nota, Roldão sinaliza: “Sei que minha prática incomoda os poderosos, mas não baixarei a cabeça, porque acredito na justiça e nos interessa, sobretudo, os interesses maiores do povo de Garanhuns.”

POSIÇÃO DO BLOG – Apesar da queixa prestada pelo assessor parlamentar Luiz Roldão contra o Blog do Gidi Santos, externamos que as informações divulgadas na matéria em questão são de interesse público, não buscam, como lamentavelmente alega o assessor, “manchar a sua imagem”, e ainda chegaram ao nosso conhecimento, por meio de uma fonte idônea que terá sua identidade preservada, conforme assegura o artigo 5 da Constituição Federal Brasileira (CF), em seu inciso XIV, bem como o artigo 7 da Lei de Imprensa, de número 5250, datada de 9 de fevereiro de 1967.

Segundo assessoria jurídica do Blog do Gidi Santos, ainda que reste comprovado que o processo acima mencionado tramita de maneira sigilosa na 2ª Vara Cível de Garanhuns, não há de se falar em prática de “crime” cometido pelo periódico, haja vista que recentes decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), garantiram veiculações de matérias jornalísticas semelhantes a que envolve o assessor.

Exemplo disso, pode ser acessado nas decisões RCL 18.566 e RCL 18.638, em que pode se destacar a ponderação de um dos Ministros da Suprema Corte, Roberto Barroso, que diz: “Embora as informações em questão aparentemente estejam protegidas por segredo de justiça, não há elementos mínimos para concluir que a violação tenha partido dos profissionais da imprensa que receberam informações. Embora possa ter havido ato ilícito por parte de quem tenha eventualmente comprometido o sigilo de dados reservados, a solução constitucionalmente adequada não envolve proibir a divulgação da notícia.”

Assim, entende nossa assessoria jurídica, que o sigilo nos autos do processo é conferido as partes (neste caso a empresa Plena e ao senhor Luiz Roldão), e não alcança a imprensa, o que portanto, não acarreta impedir a publicidade jornalística, pois isso privaria a sociedade de tomar conhecimento de assunto que consulta o seu interesse, algo que incorreria em evidente violação ao artigo 5º, inciso XIV, da Constituição Federal Brasileira, cerceando a imprensa de exercer seu direito constitucional, baseado em valores republicanos e democráticos, de publicar assunto de interesse público coletivo.

Desta forma, e ao contrário do que sustenta o senhor Luiz Roldão, sua queixa prestada na noite desta quinta-feira, 13 de junho na 18ª Delegacia de Policia aqui de Garanhuns, tem por objetivo intimidar, coagir, mas sobretudo censurar o trabalho desenvolvido pelo Blog do Gidi Santos, que ressaltamos, é realizado como exige o bom jornalismo, com ética, imparcialidade e correção; motivo pelo qual o periódico não tem nenhuma decisão judicial em seu desfavor, seja penal ou cível, ao longo de seus 10 anos de existência.

Esta não é a primeira vez que o Blog do Gidi Santos é atacado por Roldão, e provavelmente não será a última. No entanto estamos vigilantes, atentos as suas tentativas de desacreditar o noticioso; e faremos cobrar dele as suas responsabilidades, por motivo de denunciação caluniosa, como entendemos ser esse o caso. O Blog tomará as medidas judiciais cabíveis, e por essa prática o assessor parlamentar pode ser condenado a reclusão que varia de 2 a 8 anos e multa, segundo prevê o artigo 339 do Código Penal Brasileiro.

Roldão também será acionado pelo Blog, pelo crime de calúnia, previsto no artigo 138 do Código Penal, que segundo preconiza sua redação, consiste em atribuir falsamente a alguém, a autoria de um crime, como o assessor fez com o Blog, ao dizer que o processo corre em segredo de justiça, e que divulgá-lo não seria permitido por Lei. Para este caso, o assessor pode ser condenado a detenção de seis meses a dois anos, e multa.

Por fim, reiteramos o nosso compromisso com a verdade e a responsabilidade no exercício do jornalismo, ao mesmo tempo em que lamentamos as afirmações do senhor Luiz Roldão, que buscam denegrir o nosso trabalho, mas sobretudo confundir a opinião pública.

Garanhuns, 15 de junho de 2019
Jornalista Gidi Santos – Registro - SRTE-5416

sexta-feira, 14 de junho de 2019

Brasília: Em discurso na Câmara, Rodolfo dispara: “Pacto pela Vida faliu”

Em pronunciamento sem apartes, deputado também reclamou das “delegacias fechadas à 
noite, das delegacias sucateadas” e da falta de investimentos no policial pernambucano.

“O Pacto pela Vida faliu”, sentenciou o deputado federal Fernando Rodolfo (PL-PE), em discurso proferido nesta quinta-feira, dia 13 de junho, no plenário da Câmara Federal, ao criticar o crescente clima de violência em Pernambuco. “A crise da segurança pública se perpetua no estado, com quadrilhas tocando o terror em assaltos a banco toda semana no Agreste e no Sertão e o governo estadual nada faz”, declarou. 

Em pronunciamento sem apartes, Rodolfo reclamou também das “delegacias fechadas à noite, das delegacias sucateadas” e da falta de investimentos no policial, que, segundo ele, tira dinheiro do próprio bolso, em vários casos, para manter as delegacias em condições mínimas de funcionamento.  “Até quando estas cenas se repetirão, até quando o governo do estado de Pernambuco continuará se omitindo?”, indagou Rodolfo.

O deputado pernambucano disse que entre as prioridades do seu mandato estarão mudanças na Lei de Execuções Penais, no Código Penal e no Código de Processo Penal para dificultar a progressão do regime fechado para o semiaberto e rever a política do sistema penitenciário. “Bandido é bandido e crime tem de ser tratado como crime”, enfatizou.

Fernando Rodolfo fez um balanço dos cinco meses de mandato, resumindo os oito projetos de lei que já apresentou e seis pareceres a projetos de lei em três comissões. Ele destacou ainda, entre seus relatórios, parecer de sua autoria, à Proposta de Fiscalização Financeira e Controle (PFC) 181/2018, aprovado no último dia 5 pela Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara Federal.

O parecer assegura o rateio com os professores da rede pública de 60% dos precatórios do governo federal (valores devidos após condenação judicial definitiva) no Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental) e determina auditoria do tribunal no cumprimento da PFC. “Meu mandato será exercido em consonância com a voz das ruas, focado na segurança pública, saúde e educação, olhando sempre a população do sofrido agreste pernambucano”, sublinhou.

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Urgente: Justiça determina que assessor parlamentar retire denúncias de suas redes sociais que envolvem a empresa Plena, responsável pela padronização e requalificação das feiras livres de Garanhuns

Decisão prevê ainda que Luiz Roldão se abstenha de publicar notícias falsas relativas a Plena e 
contrato firmado com a Prefeitura de Garanhuns, sob pena de multa de R$ 2.000,00 mil reais por publicação.

Depois de trazer a público denúncias que envolvem a empresa Plena Gestão Empresarial e Locações de Equipamentos de Feiras Ltda, responsável pela padronização e requalificação das feiras livres aqui de Garanhuns, habilitada por meio de licitação pública promovida pelo Governo Municipal, o assessor parlamentar e pré-candidato a Prefeito, Luiz Roldão (PCdoB), foi acionado judicialmente pela Plena, em virtude das informações que ele distribuiu à população, em suas redes sociais, sobretudo no Facebook.

Nesta quarta-feira (12), Roldão foi oficialmente comunicado do processo que tramita contra ele na 2ª Vara Cível da Comarca de Garanhuns. Trata-se de ação de obrigação de fazer, com pedido de Tutela Antecipada de Urgência, com indenização por danos morais. Luiz foi intimado a comparecer em audiência designada para o dia 5 de setembro, as 10 horas da manhã, no fórum local, ocasião em que prestará esclarecimentos sobre recentes denúncias, em que figuram a empresa Plena, de Caruaru, no Agreste.

Ao intimar Luizinho para audiência, o Oficial de Justiça que seguiu ao seu encontro nesta quarta, também lhe deu ciência da decisão interlocutória que deferiu tutela provisória de urgência antecipada, postulada pela Plena Gestão. Nela, a Justiça determina a Roldão que retire, bem como se abstenha de colocar nas redes sociais, notícias falsas relativas a Plena e o contrato firmado com a Prefeitura de Garanhuns, sob pena de pagamento de multa no valor de R$ 2.000,00 mil reais por publicação.
.

CUMPRIU A DECISÃO – Levantamento feito pelo Blog do Gidi Santos nas redes sociais do pré-candidato a Prefeito, Luiz Roldão nesta quinta-feira (13), feriado de Santo Antônio, revela que ele cumpriu a decisão judicial. Vídeo gravado em Caruaru, em que ele aparece sustentando que a Plena seria uma empresa de “fachada”, e que existiria apenas no papel, foi removido do seu perfil no Facebook. Outro vídeo com teor semelhante também não aparece dentre as suas publicações, além de texto de sua autoria em torno do tema.

DENÚNCIAS - Ainda no mês de maio, o assessor parlamentar levantou suspeitas em torno da licitação que definiu a Plena como empresa apta a padronizar e requalificar as feiras livres aqui de Garanhuns. De acordo com ele, a licitação teria ocorrido de maneira indevida, sobretudo porque documentos apresentados pela empresa não comprovariam as informações prestadas no atestado de capacidade técnica.

Em comunicado remetido à imprensa, Roldão chegou assegurar que a Comissão de Licitação da Prefeitura Municipal de Garanhuns não deveria ter aceito tais documentos. No mesmo texto, ele ressalta que a prática poderia ser considerada como falsidade ideológica, conduta criminosa tipificada no artigo 299 do Código Penal Brasileiro.
.

FACHADA – Também em maio, e desta vez na cidade de Caruaru, o assessor da vereadora Betânia da Ação Social (PTB), gravou vídeo que gerou grande repercussão na cidade. Ele bateu a marca de 22 mil visualizações. Na ocasião, Roldão sustentou que a empresa Plena seria de “fachada”, e que existiria apenas no “papel”.

Em resposta, a empresa também gravou vídeo, mas neste caso, apresentando suas instalações. Em seguida, a Plena foi novamente contestada por Roldão. “O que se fez foi uma montagem grosseira para confundir a população e esconder a verdade. As imagens gravadas foram feitas na empresa que funciona nas proximidades, na Rua São Lucas, 01, e não na Av. Bom Pastor, 621, conforme consta no contrato social da empresa Plena”, disparou o assessor, ao rebater a resposta da empresa há época.

Outras suspeitas foram levantadas por Roldão em suas publicações, dentre elas a de que a atual sócia administrativa da empresa, Daniela, atuaria como uma espécie de “laranja”, do ex-sócio diretor da Plena, Erich Veloso de Araújo, e que a Licitação teria sido realizada sem Lei autorizativa da Câmara Municipal, infringindo assim, segundo ele defende, o que determina o artigo 2º da Lei Federal de número 9.074/95.
.

O juiz Glacidelson Antônio da Silva, que é titular da Vara da Fazenda Pública da Comarca de Garanhuns, refuta que o Legislativo precise autorizar o processo licitatório. Ele discorreu sobre isso em face de ação popular impetrada por Roldão, que tinha por objetivo barrar o processo em torno desse argumento. “A Lei Orgânica do Município de Garanhuns já possibilita a concessão de serviço público mediante licitação. Logo, a exceção está prevista nos termos da parte final do artigo 2º da Lei nº 9.074/1995. Em princípio, portanto, não havia necessidade de edição de Lei autorizativa (ordinária ou complementar) para que fosse feita a licitação de concessão das feiras públicas do Município”, escreveu o juiz em sua decisão, proferida no último dia 5 de junho, e que teve acesso o Blog. 

Para a Plena, as informações divulgadas por Roldão nos últimos dias são infundadas, inverídicas, mentirosas, e tem um único objetivo: denegrir a imagem de uma empresa séria e que vem prestando ótimos serviços na padronização das feiras livres de Garanhuns. De acordo com a empresa, esses motivos justificam a ação que ela move contra o assessor.

O Blog tentou entrar em contato com Roldão, para que ele comentasse a decisão judicial que determinou a remoção de conteúdos, onde ele denuncia a Plena, mas até o fechamento desta matéria, não obtivemos êxito. Apesar disso, o Blog do Gidi Santos segue aberto para publicar a versão do assessor parlamentar.
.

Garanhuns: Câmara homenageia Personalidades no próximo sábado

Solenidade de entrega das homenagens acontecerá no sábado (15), no Plenário 
Álvaro Brasileiro. Início do evento está marcado para as 19 horas. (Blog do Carlos Eugênio).

A Câmara de Vereadores de Garanhuns promove já no próximo sábado, dia 15 de junho, uma Sessão Solene para homenagear oito personalidades com Comendas Municipais. De acordo com o convite expedido pelo Legislativo Garanhuense, os homenageados contribuem, em suas funções, para o desenvolvimento de Garanhuns.

O ex-prefeito Silvino Duarte, que se articula para disputar as eleições do próximo ano, receberá a Medalha Prefeito Amilcar da Mota Valença pelo mérito dos Governos que realizou no Município, entre os anos de 1997 e 2004. Já os militares Adriano Pelucio, que é Major do Exercito Brasileiro, estando lotado no 71º BI Mtz, e José Roberto Tenório Maranhão, que é Coronel da Polícia Militar e comanda o 9º Batalhão de Polícia Militar, serão homenageados com a Medalha Cabo Cobrinha no mérito da segurança.
.

O cantor e compositor Nando Azevedo também será homenageado. Ele receberá a Medalha Monsenhor da Mota Valença pelo mérito cultural, enquanto que o professor Carlos Barros (imagem acima), que atualmente dirige a Escola Municipal José Ferreira Sobrinho, localizada no Distrito de São Pedro, será agraciado com a medalha Professor Luiz Tenório de Carvalho que compreende homenagem em virtude de Mérito Educacional.

A jornalista Selma Mello, que atualmente apresenta o programa de variedades “Café, Jornal e Notícias”, na Web Rádio Antena será homenageada em dose dupla. Isso mesmo. É que além de ser agraciada com a medalha Deputada Aurora Cristina, Selma ainda receberá o Título de Cidadã de Garanhuns. "Honrada com as indicações", destaca ela.
.

MARCELO MARÇAL E LUCIANO OLIVEIRA TAMBÉM SERÃO HOMENAGEADOS – O Poder Legislativo de Garanhuns ainda agraciará com o título de Cidadania do Município o ex-vereador e atual presidente do IPSG, Marcelo Marçal, e o empresário José Luciano de Oliveira (imagens, abaixo), que através da empresa Café Ouro Verde, gera diversos empregos e contribui para o desenvolvimento de Garanhuns.

Com exceção do título de cidadã que será entregue a jornalista Selma Mello, proposto pela vereadora Carla Patrícia (PTB), todas as outras homenagens são projetos de resolução de autoria do Vereador Alcindo Correia (PCdoB). A entrega das homenagens acontecerá no Plenário Álvaro Brasileiro Vila Nova, na sede da Câmara Municipal. O momento terá início as 19 horas.
.

.

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Alepe: Sivaldo anuncia audiência pública sobre duplicação da BR-423

Albino: “A Duplicação desta Rodovia, não é uma causa de um único parlamentar, é de todos 
aqueles que se preocupam com o desenvolvimento do Agreste Meridional, mas sobretudo do Estado”.

O deputado Estadual Sivaldo Albino (PSB) convidou os demais parlamentares da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), na Reunião Plenária desta quarta-feira (12), para audiência pública da Comissão de Administração sobre a duplicação da BR-423.
O debate será realizado no auditório Sérgio Guerra, na próxima segunda (17), a partir das 10h, e vai tratar do trecho situado entre os municípios de São Caetano e Garanhuns. Para o parlamentar, a obra pode alavancar o desenvolvimento da região.

Albino confirmou a presença, no encontro, da secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Governo do Estado de Pernambuco, a senhora Fernandha Batista. Segundo ele, a expectativa é de que as intervenções na estrada comecem a partir do próximo ano.

O deputado informou que o Agreste Meridional apresenta hoje os piores indicadores sociais e econômicos do Estado. A região sofreu com o declínio da bacia leiteira e das produções de milho, feijão, mandioca e algodão. “A duplicação dará um novo estímulo ao turismo. Vai consolidar os setores educacional e rural, além de recolocar Garanhuns como um polo logístico para o sul de Pernambuco e o norte de Alagoas”, afirmou.

MAIS CONVIDADOS – Além de seus pares na Assembleia, o Deputado garanhuense vem convidando lideranças políticas de toda a região. Órgãos de imprensa e entidades representativas também tem espaço assegurado. A previsão, é que o auditório Sérgio Guerra esteja lotado na segunda. “A Duplicação desta Rodovia que atravessa o nosso agreste, não é uma causa de um único parlamentar, nem de um único partido, mas é uma causa de todos aqueles que se preocupam com o desenvolvimento do Agreste Meridional, mas sobretudo do estado”, destaca Albino, em convite remetido a imprensa local.
.

Mulheres são presas tentando sacar R$ 60 mil com documentos falsos

Envolvidas no caso foram presas e levadas para sede da Polícia Federal, 
na cidade de Caruaru. Em seguida: encaminhadas para audiência de custódia.

Duas mulheres que residem na cidade de Lajedo foram presas nesta terça-feira (11), na agência do Banco Bradesco, na Avenida Santo Antônio, aqui em Garanhuns. Elas portavam documentos fraldados do INSS e buscavam sacar mais de 60,000,00 (sessenta mil reais), de um auxilio reclusão em nome de outra pessoa. A gerencia da agência, identificou a fralde e acionou uma guarnição da Polícia Militar.

Com a chegada da Polícia as mulheres foram presas. Elas foram identificadas como, Sabrina Ferreira de Araújo e Vanusa Maria dos Santos, ambas de 20 anos de idade. As duas foram levadas para a sede da Polícia Federal (PF), que fica instalada na cidade de Caruaru, autuadas em flagrante e encaminhadas para audiência de custódia.

Abaixo, você confere a comunicação 
         oficial da PF, sobre o caso. Leia:

Policiais Federais lotados na Delegacia de Caruaru/PE com apoio de Policiais Militares do 9º BPM de Caruaru/PE prenderam ontem, dia 11.06.2019, por volta das 14hs, SABRINA FERREIRA DE ARAÚJO, estudante, 20 anos, solteira, natural e residente em Lajedo/PE. (não possui antecedentes criminais) e VANUSA MARIA DOS SANTOS, manicure, 20 anos, solteira, natural de Taquaritinga do Norte/PE e residente em Lajedo/PE. (não possui antecedentes criminais).

As prisões aconteceram em virtude de informações repassadas pela Polícia Federal para representantes do Banco Bradesco de Garanhuns/PE, acerca da possibilidade de duas possíveis fraudadoras que estariam utilizando documentos falsos para dar entrada na retirada de benefício retroativo de auxílio reclusão no valor de R$ 62.313,00 (sessenta e dois mil e trezentos e treze reais).

As suspeitas compareceram na agência do Bradesco e quando SABRINA (suposta beneficiária) deu entrada na documentação para retirada dos valores correspondentes, percebeu-se que toda a documentação era falsa. Após a descoberta do golpe, as presas receberam voz de prisão em flagrante pela Polícia Militar que já estava no local, foram informadas dos seus direitos e garantias constitucionais, para em seguida serem levadas para a Delegacia da Polícia Federal em Caruaru/PE, a fim de que fossem adotados os procedimentos de polícia judiciária. As presas foram autuadas como incurso no artigo 171 § 3º c/c artigo 14 inciso II do Código Penal (Tentativa de Estelionato) e, pelo fato do crime ter sido cometido contra entidade pública federal INSS – Instituto de Seguridade Social a pena poderá ser aumentada em um terço podendo variar de 1 a 6 anos de reclusão.

Terminada as praxes processuais as presas foram levadas para o IML-Instituto Médico Legal em Caruaru/PE onde se submeteram a exame de corpo de delito e hoje serão encaminhadas para audiência de custódia e caso seja confirmada suas prisões preventivas serão conduzidas para o Sistema Penitenciário Feminino ficando à disposição da Justiça Federal.

A conduzida SABRINA informou que tem um filho menor de 7 anos (E.F.A) e que teve um relacionamento rápido com IGOR RODOLFO PEREIRA que foi preso em novembro/2019. Disse também que foi procurada por uma mulher (não deu maiores detalhes) dizendo que IGOR considerava o filho dela como sendo dele também e que ela teria direito ao auxílio reclusão e por isso fez o Requerimento de Auxílio Reclusão a fim de sacar os valores correspondentes do benefício. Após essa fase foi forjada toda a documentação, inclusive com o nome do menor de forma errada e como tendo nascido em São Paulo/SP com a intenção de retirar os valores de forma fraudulenta. O valor após o saque seria depositado na conta da pessoa que providenciou toda a documentação falsa para só depois serem repassados os valores correspondentes para todos que participaram do golpe.

Homem invade escola com arma de fogo e ameaça alunos na zona rural

Jabemi Melo, de 27 anos é ex-presidiário. Ele foi preso 
em sua residência. (Com informações do Pernambuco Notícias).

A Polícia conseguiu prender na manhã desta terça-feira (11) um homem que invadiu armado com um revólver, uma escola no Sítio Flamengo, zona rural de Garanhuns. O invasor, Jabemi Weberton da Silva Melo, 27 anos, é ex-presidiário. Ele foi identificado após denúncias. Durante a invasão, ele ameaçou alguns alunos.

A PM conseguiu localizar Jabemi em sua casa. Ele prontamente entregou a arma e assumiu a ocorrência. No imóvel também foram apreendidas nove trouxinhas de maconha, uma balança de precisão, um rolo de papel alumínio (usado para embrulhar drogas), uma faca peixeira, além de munições e uma quantia em dinheiro.

Após receber voz de prisão da Polícia Militar, Jabemi foi encaminhado para Delegacia de Polícia local, onde foi autuado em flagrante delito.

Ex-jogador do Sete de Setembro morre após carro colidir em caminhão

Colisão frontal aconteceu na BR-424 na noite da terça-feira (11). Vítima
foi identificada como Raldinei Torres Brito. (G1 Caruaru e Região).

Um homem de 23 anos morreu e outro ficou ferido após um carro colidir em um caminhão na noite da terça-feira (11). O acidente ocorreu na BR-424, aqui em Garanhuns.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do automóvel acessou a contramão da rodovia e colidiu de frente com um caminhão. O condutor do carro ficou ferido e foi socorrido para o Hospital Regional Dom Moura, em Garanhuns.

A vítima fatal foi identificada como Raldinei Torres Brito, ex-jogador do Sete de Setembro Esporte Clube. O time decretou luto de três dias.

O motorista do caminhão não se feriu. Ele realizou o teste do bafômetro e o resultado foi normal, conforme informou a PRF. A Polícia Civil de Garanhuns esteve no local e vai investigar o caso. O corpo do passageiro foi para o Instituto Médico Legal (IML) de Caruaru.
.

terça-feira, 11 de junho de 2019

STF: "Suspeição de Moro no caso tríplex será julgada dia 25", diz Gilmar

Julgamento ocorrerá depois de o site The Intercept Brasil publicar o conteúdo 
de supostas mensagens trocadas por Moro e  Deltan Dallagnol. (Estadão Conteúdo).

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), confirmou que a Segunda Turma da Corte deve julgar no dia 25 de junho um outro habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no qual o petista acusa o ex-juiz federal Sergio Moro de agir com parcialidade ao condená-lo no caso do triplex do Guarujá (SP) e depois assumir cargo no primeiro escalão do governo de Jair Bolsonaro, conforme informou o Broadcast Político nesta segunda-feira (10). O julgamento ocorrerá depois de o site The Intercept Brasil publicar o conteúdo vazado de supostas mensagens trocadas por Moro e o coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol.

As conversas supostamente mostrariam que Moro teria orientado investigações da Lava Jato por meio de mensagens trocadas no aplicativo Telegram. O site afirmou que recebeu de fonte anônima o material. "Vamos aguardar. Tem vazamentos, estão anunciando novos vazamentos, então vamos aguardar", disse Gilmar Mendes a jornalistas, ao chegar para a sessão da Segunda Turma desta terça-feira (11).

Anulação - Indagado se eventuais provas colhidas ilegalmente podem ser anuladas, o ministro respondeu: "Não necessariamente, porque se amanhã alguém tiver sido alvo de uma condenação, por exemplo, por assassinato e aí se descobriu por alguma prova ilegal que ele não é o autor do crime, se diz em geral que essa prova é válida". Em dezembro do ano passado, quando o caso começou a ser discutido pela Segunda Turma, o relator da Operação Lava Jato no STF, ministro Edson Fachin, e a ministra Cármen Lúcia rejeitaram o pedido de Lula. Apesar de frustrar a defesa do ex-presidente, Fachin fez uma observação ao final do voto: "Cumpre consignar que ninguém está acima da lei, especialmente da Constituição: nem administradores, nem parlamentares, nem mesmo juízes. Procedimentos heterodoxos para atingir finalidade, ainda que legítima, não devem ser beneplacitados."

A discussão foi interrompida por pedido de vista (mais tempo para análise) de Gilmar Mendes, que deve liberar o processo para julgamento nos próximos dias. Mendes e o ministro Ricardo Lewandowski ainda não votaram no habeas corpus no qual Lula tenta derrubar os atos de Moro no caso do triplex.

Também falta se posicionar o quinto membro do colegiado, o decano do STF, ministro Celso de Mello, que deve ser crucial para a definição do placar, segundo avaliaram integrantes do Supremo ouvidos pela reportagem.

A Segunda Turma deve julgar nesta terça-feira um outro recurso de Lula. Esse recurso começou a ser discutido em abril deste ano no plenário virtual do STF, mas um pedido de destaque do ministro Gilmar Mendes no dia 12 do mesmo mês interrompeu o julgamento e fez com que o processo seja discutido agora presencialmente pelos ministros.

Secretaria de Obras de Garanhuns inicia “Mutirão de Serviços Públicos”

Ação contemplará todos os bairros da cidade e se
encarregará de intensificar a limpeza urbana. (Secom/PMG).

Iniciou, nesta terça-feira (11), o ‘Mutirão de Serviços Públicos’ pelos bairros de Garanhuns. A ação, desenvolvida pela Secretaria de Obras e Serviços Públicos (SOSP) e executada pela empresa Locar Saneamento Ambiental, vai percorrer, pelos próximos dias, as comunidades Indiano, Cohab I e Parque Fênix, localizadas nos bairros Heliópolis e Severiano Moraes Filho. São 30 trabalhadores divididos por trechos estratégicos das vias realizando capinação, pintura de meio-fio, retirada de entulhos e limpeza de pontos de lixo.

Como parte da política de manutenção da limpeza urbana e conscientização da população do Governo Municipal, a iniciativa tem o objetivo de reforçar a importância do descarte correto do lixo doméstico e de outros materiais, como os de construção. “Mantemos a coleta em dia e as ações são constantes, mas de acordo com o aumento na demanda, preparados essa grande operação para deixar a cidade ainda mais cuidada. É um momento também de reflexão para os moradores, que devem colaborar conosco, respeitando os espaços e regularizando os pontos corretos do descarte dos materiais”, enfatiza o secretário de Obras e Serviços Públicos, Pedro Maia.

Operação de limpeza ampliada — O mutirão de serviços públicos vai percorrer todos os bairros da cidade e a expectativa é que, até o final deste ano, todas as localidades de Garanhuns, sejam atendidas com a ação. De acordo com a Secretaria de Obras e Serviços Públicos, integram a operação equipamentos como caminhões-caçamba e retroescavadeira.
.

.