terça-feira, 19 de setembro de 2017

Governo de PE cumpre Lei, e professores terão reajuste de 7,64%

Além dos professores da rede pública estadual, também serão contemplados com 
um reajuste de 6,12%, os Funcionários e Analistas Educacionais. (Foto: Ademar Filho)

Mesmo diante de uma imensa dificuldade financeira, a partir desta terça-feira (19), o Governo Paulo Câmara, por meio da Secretaria de Administração (SAD), cumprirá mais uma vez a Lei do Piso Nacional de Salários dos Professores do Magistério e reajustará em 7,64%, com efeito retroativo a janeiro de 2017, os mais de cinco mil profissionais que recebem o vencimento básico inferior a R$ 2.298,80. Neste caso, as datas para os pagamentos desses profissionais são: dia (19) aposentados e (20) Ativos.

De acordo com informações do Governo de Pernambuco, os demais profissionais, que ganham a acima do Piso, receberão a partir do mês de Outubro 7,64% de reajuste, neste caso sem o efeito retroativo. Nesta folha também estão inclusos os Funcionários e Analistas Educacionais, que receberão um reajuste linear de 6,12%.

Já os trabalhadores em contrato temporário terão 7,64% a partir do mês de dezembro. Os aposentados terão os mesmos reajustes dos profissionais em exercício.

Secretário de Defesa Social sai em defesa do Pacto pela Vida

Na Amupe, Antônio de Pádua defendeu: “O Pacto é um modelo para o Brasil, e os 
colegas secretários da área de segurança têm o Pacto como uma inspiração.”

O secretário de Defesa Social do Estado de Pernambuco, Antônio de Pádua, fez uma defesa dos resultados do Programa de Segurança "Pacto pela Vida" durante evento voltado aos gestores municipais do Estado. Nesta terça-feira (19/09), ele ministrou palestra durante a Assembleia Extraordinária da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), no Recife, com o tema “O papel dos municípios na segurança pública”.

Criado há 10 anos, o Pacto pela Vida é uma política pública que integra poder público e sociedade civil na criação, execução e monitoramento de estratégias de combate à criminalidade. No evento da Amupe, o titular da SDS destacou que, ao longo da última década, 11 mil vidas foram poupadas como resultado dessa atuação.

“O Pacto é um modelo para o Brasil, e os colegas secretários da área de segurança têm o Pacto como uma inspiração. No entanto, hoje não há uma política nacional que integre os estados e isso tem repercussão no combate à criminalidade”, considerou o secretário, diante da plateia que acompanhava sua fala na Amupe.

Antônio de Pádua frisou que o engajamento dos municípios, estados e da União, de maneira integrada, é parte essencial do Pacto pela Vida. Depois de apresentar o modelo de gestão da segurança do Governo de Pernambuco na Assembleia da Amupe, ele detalhou ações importantes a serem desenvolvidas no âmbito dos municípios, que podem ter papel fundamental na segurança da população.

Jarbas Vasconcelos: “Só sei de uma coisa: não vou sair do partido”

Grupo de Jarbas pode perder o comando do PMDB em Pernambuco, já que o Presidente 
Nacional da legenda, Romero Jucá, quer Fernando Bezerra à frente da sigla. (Amanda Miranda).

Com o aviso de que não vai sair do PMDB, dado pelo deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB), foi realizado um ato por peemedebistas e socialistas a favor dele no Recife nesta segunda-feira (18). O grupo do parlamentar pode perder o comando do partido em processo aberto pelo presidente nacional da legenda, Romero Jucá, para colocar no lugar do vice-governador Raul Henry dentro da sigla o senador Fernando Bezerra Coelho.

O objetivo de Fernando Bezerra Coelho é o de levar o PMDB, hoje principal aliado do governador Paulo Câmara (PSB) para a oposição. O senador tem subido no palanque montado pelos ministros Bruno Araújo (Cidades), do PSDB, e Mendonça Filho (Educação), do DEM, junto a Armando Monteiro Neto (PTB). FBC pretende colocar o filho, o ministro Fernando Filho (Minas e Energia), como cabeça de chapa contra o socialista.

Apesar da aliança com Paulo Câmara, que esteve no ato a favor de Jarbas com outros socialistas como o prefeito Geraldo Julio, Jarbas afirma que quer resolver a questão no PMDB. “Não é bom para um partido conviver permanentemente com as discussões”, disse. Sobre uma possível candidatura de Fernando Filho, respondeu que “nada é inviável na política” e classificou a ideia como um possível pensamento de Jucá que só a prática política mostra se poderia acontecer.

“A luta é de perder e de ganhar e não é ganhar para botar ninguém para fora”, afirmou Jarbas, que garantiu continuar no partido para a disputa e previu que continuará sendo protagonista do PMDB local. “Essas pessoas que chegaram agora chegaram pelas minhas mãos, com os meus aplausos.”

Polícia prende quinto suspeito de atirar em Alexandre Farias

Criminoso foi preso na tarde desta terça-feira (19) no bairro José Carlos de Oliveira. Jornalista foi 
atingido por uma bala perdida durante tiroteio entre policiais e assaltantes no último sábado (16). (G1).

A Polícia Civil prendeu na tarde desta terça-feira (19) o quinto suspeito de atirar no apresentador Alexandre Farias. O homem de 22 anos foi preso no bairro José Carlos de Oliveira em Caruaru. De acordo com a polícia, o suspeito estava escondido em uma casa na localidade. A Polícia chegou até o suspeito por meio de uma ligação anônima feita ao Disque-Denúncia. Com ele, foram encontrados uma pistola, um revólver e munição. O criminoso foi levado para Divisão de Homicídios para prestar depoimento.

A polícia também prendeu um homem de 57 anos suspeito de dar abrigo aos criminosos. Segundo a polícia, os dois são suspeitos de terem feito uma família refém no Boa Vista. A dupla é natural do Rio Grande do Norte. Nesta quarta-feira (20), os dois serão apresentado em audiência de Custódia.

A ação foi realizada pelas equipes comandadas pelos delegados Bruno Vital e Márcio Cruz, com a participação do setor de inteligência da Polícia Civil. Outros três suspeitos foram presos na segunda-feira (18). As prisões ocorreram após um tiroteio no sítio Maniçoba, na zona rural do município. Um quarto suposto criminoso foi morto a tiros durante o confronto, conforme informou a polícia.

Estado de saúde – Nesta terça-feira, uma nova tomografia mostrou uma redução no edema cerebral do apresentador Alexandre Farias. Ojornalista, que está no terceiro dia de internação, segue na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sedado e em coma induzido. De acordo com o boletim, houve normalização da pressão intracraniana (PIC) e da pressão de perfusão cerebral (PPC). As funções renais, pulmonares, hepáticas e cardíacas dele também encontram-se normais.

"Humberto sabe que não somos incompetentes", responde Paulo

Governador se fere ao que foi dito pelo senador; de que: “O Governo Estadual é o responsável 
direto pelo fracasso na condução da segurança pública. ( Amanda Miranda e Paulo Veras).

Após o senador Humberto Costa (PT-PE) cobrar ao governador Paulo Câmara (PSB) mudanças no Pacto pela Vida e uma reação à crescente violência no Estado, o socialista disse na noite desta segunda-feira (18) que a polícia está agindo. “O senador Humberto Costa sabe que nós não somos incompetentes, pelo contrário, estamos trabalhando muito”, respondeu. “A gente vai reverter isso”, garantiu. Paulo Câmara ainda enfatizou que os tráficos de drogas e armas estão aumentando no País.

Em tom mais leve diante da reaproximação entre PT e PSB, Humberto Costa também culpou o presidente Michel Temer (PMDB), o acusando de não repassar recursos para o Estado. O senador destacou que o repasse de R$ 600 milhões solicitado ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) não saiu. “Não vamos admitir isso, o tráfico de drogas não vai predominar”, disse Paulo Câmara. Nesse domingo (17), em uma disputa pelo controle do tráfico, dois corpos foram carbonizados dentro de um carro em uma das principais ruas do bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.

Paulo Câmara afirmou que a polícia vai prender os acusados, mas defendeu que eles não sejam soltos pela Justiça. “O que nós vimos ontem é inadmissível. Esperamos que essas pessoas que vão ser presas continuem presas.”

Sob risco de perder o PMDB, PSB faz gesto ao PPS de Jungmann

líder maior do PPS no Estado, Raul não está entre os integrantes pernambucanos da Esplanada dos
Ministérios que se colocam abertamente na oposição à gestão de Paulo. (Renata Bezerra).

Um jantar no Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo de Pernambuco, reuniu o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o governador Paulo Câmara, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, e o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes. Foi na última sexta-feira. A pauta passou por Segurança, naturalmente, um tema que tem desafiado a gestão socialista. Mas contemplou, segundo participantes, a política de uma forma geral, nacional, local e avaliação de cenários, incluindo regras para 2018.

Jungmann, líder maior do PPS no Estado, não está entre os integrantes pernambucanos da Esplanada dos Ministérios que se colocam abertamente na oposição à gestão socialista, mas, quando indagado sobre a eleição do ano que vem, tem dito que 2018 se discute em 2018, não cravando a manutenção de uma aliança. Ainda que não esteja distante do PSB, Jungmann também circula bem no grupo dos ministros que trabalham um palanque de oposição ao governador (Mendonça, Bruno e Fernando Filho).

Esteve, por exemplo, em Caruaru, no ato do Ministério das Cidades, comandado por Bruno Araújo, que reuniu os que articulam a oposição para 2018, incluindo o senador Fernando Bezerra. Interlocutores do governador emanam um sentimento de que o "PPS fica" na Frente Popular. Um gesto a mais de aproximação, na atual situação, quando Paulo Câmara está na iminência de perder o PMDB, nunca é demais. E o PSB está fazendo.

Lula lidera pesquisa e bate marca de 32,7% de intenção de voto

Cenário em que o Petista se saiu melhor, foi aferido no caso dele disputar as eleições contra o 
atual Prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB).  (Amanda Miranda / Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula).

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT) lidera em todos os cenários da pesquisa de intenções de voto realizada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) em parceria com o MDA. Em segundo lugar, em todos os casos, aparece o deputado Federal pelo Estado do Rio de Janeiro, Jair Messias Bolsonaro (PSC). Lula, é o único em que 23,4% dos entrevistados votariam, enquanto que o parlamentar aparece como única opção para 13,4% dos ouvidos. A rejeição do Petista, porém, é maior, de 50,5%, enquanto a do provável adversário é de 45,4%.

No primeiro cenário da pesquisa estimulada, em que as opções são dadas aos entrevistados, em que o candidato tucano seria Aécio Neves, Lula tem 32,4% e Bolsonaro, 19,8%. O senador é o nome do partido com menor intenção de votos, de 3,2%. Ciro Gomes (PDT) tem 5,3% nesse caso; Marina Silva (Rede), 12,1%; brancos e nulos, 21,9%; indecisos, 5,3%.

Se o candidato tucano a Presidência for o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), que aparece com 9,4%, Lula tem 32,7% das intenções de voto; Bolsonaro, 18,4%; Marina; 12%; Ciro, 5,2%; brancos e nulos, 17,6%; indecisos, 4,7%.

No cenário em que o tucano candidato é Geraldo Alckmin, Lula tem 32%; Bolsonaro, 18,4%; Marina, 11,4%; Ciro, 4,6%; brancos e nulos, 19%; indecisos, 4,9%. A pesquisa foi realizada de 13 a 16 de setembro de 2017, com 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 estados, das cinco regiões. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança.

No Ceará, Danilo Cabral classifica de “criminosa” a venda da Chesf

Ao discursar na Alece, deputado ainda frisou: “A sociedade já entendeu que essa privatização
vai representar, inevitavelmente, o aumento da conta de luz.” (Sérgio Montenegro).

Presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Chesf na Câmara, o deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE) classificou de “criminoso” o projeto de privatização da Companhia Hidrelétrica do São Francisco. Em audiência pública realizada na Assembleia Legislativa do Ceará (Alece), nesta segunda-feira (18), o socialista afirmou que o evento é mais uma demonstração que a população de todos os estados do Nordeste começa a compreender as consequências da iniciativa do governo federal.

Autor do pedido de audiência pública na Alece, o deputado estadual cearense Elmano Freitas (PT) reiterou a importância de uma mobilização nacional para barrar as privatizações anunciadas pelo governo federal, que classificou como “uma quebra de direitos democráticos”. A fórmula, segundo ele, é debater exaustivamente com a sociedade e buscar soluções que não permitam a venda.

Ao discursar na Alece, nesta segunda, Danilo foi taxativo “A sociedade já entendeu que essa privatização criminosa vai representar, inevitavelmente, o aumento da conta de luz. A participação e mobilização da sociedade é que barrará a venda do São Francisco”, afirmou Danilo, finalizando: “Em defesa do Nordeste e da soberania do nosso País, não podemos permitir esse desmonte do governo federal”, acrescentou.

Governador se compromete com demandas de Prefeitos de PE

Em reunião no Palácio do Campo das Princesas, Paulo acertou com os prefeitos, uma 
série de reuniões individuais para discutir detalhadamente as demandas de cada município.

Com o objetivo de avançar no atendimento de demandas regionais,  o governador Paulo Câmara recebeu, nesta terça-feira (19,09), no Palácio do Campo das Princesas, prefeitos que integram o Consórcio Intermunicipal Dom Mariano (Condomar). Durante a reunião, os gestores apresentaram uma pauta com sugestões de obras e ações nas áreas de recursos hídricos, agricultura, segurança e iniciativas que podem ser realizadas por meio do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM).

Paulo aproveitou a oportunidade para apresentar aos prefeitos iniciativas que já estão sendo adotadas pelo Governo de Pernambuco na região e medidas que estão sendo planejadas com vistas à melhoria da qualidade de vida da população local. O governador também acertou com os prefeitos presentes no encontro uma série de reuniões individuais para discutir detalhadamente as demandas de cada município, com o compromisso de construir, em conjunto, as respostas para os desafios de cada cidade. Ao total, 11 prefeitos participaram da audiência com o Governador. 

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Paulo Câmara espera contar com o PMDB de Raul e Jarbas em 2018

Durante evento, Governador demonstrou solidariedade aos aliados e disse que a tentativa de 
Fernando Bezerra dissolver o diretório, é um equivoco. (Anderson Bandeira / Foto: Paulo Almeida).

Apesar de o PMDB estar com um pé dentro da oposição, o governador Paulo Câmara (PMDB) afirmou, nesta segunda-feira (18), que espera contar com o partido no seu palanque em 2018. Atualmente, a legenda está oficialmente na base do governo, mas está prestes a assumir um projeto de oposição por meio das mãos do senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB). O grupo dos Coelho e de Jarbas estão em pé de guerra pelo comando do partido. 

“Eu acredito que todo esse esforço será reconhecido. Eu não trabalho com outra hipótese a não ser ter o PMDB de Jarbas e Raul em 2018”, disse o governador durante ato de desagravo em favor do deputado Jarbas Vasconcelos e o presidente estadual do PMDB, Raul Henry. A cerimônia vem após aliados do senador Fernando Bezerra Coelho ingressarem com um pedido na executiva nacional de dissolução do partido para Bezerra assumir o comando e liderar um projeto solo ao governo. 

Durante o evento, Paulo Câmara demonstrou solidariedade aos aliados e avaliou que a tentativa de dissolver o diretório, o que tiraria o PMDB do palanque do PSB, é um equivoco. “Jarbas fundou o PMDB. Trabalhou e dedicou a sua carreira política pela construção do partido. Lutou pela redemocratização, por um País mais justo e essa luta continua. Essa luta de Jarbas não será em vão”, disse ressaltando que o PMDB sob as mãos de Jarbas e Henry tem ajudado o gestão a governar questões desafiadoras. 

O governador também rebateu as críticas de que a dissolução vinha pela baixa eficácia eleitoral por parte da atual gestão. Segundo ele, Raul Henry é um grande presidente e fez o partido crescer. “É uma grande injustiça o que está acontecendo”.